Nome do Projeto
PRÁTICAS PEDAGÓGICAS E IDENTIDADES PROFISSIONAIS NAS INTERFACES CURRICULARES DO ENSINO DA ANATOMIA HUMANA PARA AS GRADUAÇÕES DA ÁREA DA SAÚDE: Percepções no contexto de formação da Faculdade de Medicina da UFPel
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
27/03/2017 - 27/03/2020
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde - Medicina
Resumo
Os diálogos envolvendo o currículo de formação médico, as exigências das diretrizes curriculares nacionais e as perspectivas construtivistas estão se interpondo nas práticas pedagógicas universitárias e repercutem diretamente na construção das identidades profissionais. O projeto de pesquisa aqui proposto se caracteriza como um desdobramento do projeto de pesquisa com o código COCEPE 5752 e 5356. O objetivo geral é compreender a formação médica a partir do estudo das práticas pedagógicas desenvolvidas nas interfaces curriculares singulares da graduação em Medicina da UFPel. O projeto de pesquisa será realizada na Faculdade de Medicina (FaMed) da Universidade Federal de Pelotas. Os sujeitos do estudo serão os docentes e os discentes ingressantes no primeiro semestre do curso de Medicina de 2017/1. O projeto de pesquisa terá como embasamento metodológico o estudo de caso por meio de uma investigação-ação educacional, apresentando caráter qualitativo, exploratório e participante. Para esta investigação-ação serão possivelmente utilizados os seguintes instrumentos para a coleta de dados: entrevista semi-estruturada individual e coletiva, observação participante, diário de campo e pesquisa documental. Com a certeza da busca pelo entendimento no campo da educação e da pedagogia, esse projeto de pesquisa pretende dar a significativa importância ao processo ensino-aprendizagem na formação médica.

Objetivo Geral

Objetivo Geral

• Compreender a formação médica a partir do estudo das práticas pedagógicas
desenvolvidas nas interfaces curriculares singulares da graduação em Medicina da UFPel

Objetivos Específicos

• Analisar os dispositivos pedagógicos do processo ensino aprendizagem junto à formação curricular;
• Analisar os elementos integradores e de coleção nos dispositivos pedagógicos;
• Analisar as regras de reconhecimento e de realização que permitem caracterizar a perspectiva curricular construtivista como um potencial espaço-tempo curricular integrador.
• Identificar impactos e efeitos de primeira ordem no contexto curricular vivenciado.
• Compreender os diálogos entre a educação morfológica do corpo humano e a profissionalização clínica;
• Observar a articulação curricular com os aspectos alicerçados no conhecimento da realidade em saúde, a partir da inserção acadêmica no Sistema Único de Saúde e na comunidade;
• Potencializar e analisar a utilização do Laboratório de Informática da Graduação para fins de aprendizagem clínica baseada em problemas [dentro das possibilidades].
• Analisar a utilização de recursos tecnológicos da informática para o ensino clínico e
tridimensional.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
BRUNO ROBERTO PADILHA MACHADO208/05/201714/12/2017
SATHYEL BLANKE BIERHALS408/05/201727/03/2020

Página gerada em 25/01/2021 21:18:09 (consulta levou 0.074190s)