Nome do Projeto
Ecologia trófica e uso de habitats e abrigos pela coruja Tyto furcata na Planície Costeira do Rio Grande do Sul, Brasil
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
20/03/2017 - 31/12/2019
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Resumo
Predadores topo de cadeia são fundamentais para a manutenção de comunidades e geralmente são eliminados nos processos de destruição e fragmentação dos habitats e implantação de sistemas agrícolas. Alguns predadores são menos sensíveis a conversão de paisagens e suas populações conseguem persistir e se adaptar desempenhando papeis chaves em comunidades. A coruja-de-igreja, Tyto furcata (Temminck 1827) (Strigiforme) ocorre em uma grande variedade de habitats rurais e urbanos, pode nidificar em edifícios e outras construções onde há atividade humana e agrícola e é uma forrageira oportunista, podendo se alimentar de pequenos mamíferos, quirópteros, anfíbios, répteis, aves e invertebrados. Nenhum trabalho sistemático foi realizado no Bioma Pampa sobre a biologia e ecologia das populações de T. furcata, apesar de informações obtidas em outros ecossistemas campestres indicarem que ela possa ser um importante predador. O presente projeto tem como principal meta avaliar aspectos da ecologia da coruja Tyto furcata na região da Planície Costeira do Rio Grande do Sul, que possam dar sustentação para sua conservação e manejo. A manutenção das populações desta espécie é fundamental considerando seu papel como predadora topo de cadeia e seu potencial como controladora de populações de espécies pragas em lavouras. No presente estudo, serão testadas as seguintes hipóteses: 1. a composição e frequência de presas na dieta de T. furcata varia temporalmente influenciada pela sazonalidade climática e pela dinâmica hídrica dos banhados e lavouras de arroz da região; 2. a dieta de T. furcata é condicionada pela estrutura da paisagem da sua área de vida; 3. T. furcata é um predador de mamíferos silvestres e exóticos, pragas agrícolas das culturas da região tendo impacto no controle de suas populações. Os abrigos de T. furcata serão localizados e descritos quanto à estrutura, assim como os habitats em torno dos abrigos. Os poleiros localizados serão visitados mensalmente para a coleta das pelotas regurgitadas, que serão limpas em laboratório para separação e identificação dos itens alimentares consumidos. Todo o material será identificado no menor nível taxonômico possível. As mandíbulas dos pequenos mamíferos serão medidas para cálculo da biomassa de presas consumidas. Será calculada a frequência absoluta e relativa de consumo de cada tipo de presa em cada estação e será analisada a variação na dieta conforme os habitats em torno dos poleiros.

Objetivo Geral

Objetivo Geral
- Estudar a ecologia trófica e o uso de habitats e abrigos pela coruja Tyto furcata no extremo sul da Planície Costeira do estado do Rio Grande do Sul, Brasil.
Objetivos Específicos
- Descrever a estrutura dos abrigos e poleiros de T. furcata;
- Estudar a composição da dieta de T. furcata quanto à frequência dos diferentes grandes grupos taxonômicos de vertebrados e invertebrados consumidos;
- Avaliar as variações estacionais na dieta;
- Avaliar as variações na dieta de T. furcata relacionadas às diferenças de habitats em sua área de vida;
- Identificar e quantificar a biomassa das diferentes espécies de mamíferos predadas por T. furcata na região;

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ARIANE FREY MACHADO1201/08/201831/01/2019
ARIANE FREY MACHADO2020/03/201731/07/2018
DIEGO DA SILVA SOUZA3020/03/201701/03/2019
HELENA SOUZA VENZKE2020/03/201701/03/2019
JOSE EDUARDO FIGUEIREDO DORNELLES220/03/201731/12/2019
THAISA PAPARAZZO1201/02/201931/07/2019

Página gerada em 14/11/2019 07:20:10 (consulta levou 0.087188s)