Nome do Projeto
Patrimonialização da dor: o Memorial da Boate Kiss
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
27/01/2018 - 27/01/2021
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Sociais Aplicadas - Museologia
Resumo
Esse projeto pretende analisar as discussões entorno da patrimonialização da tragédia da boate Kiss em Santa Maria, RS. Ocorrida em 27 de janeiro de 2013, o incêndio levou à morte de 241 pessoas e deixou mais de 600 feridos. Poucos meses após o incêndio já se discutia a criação de um Memorial às vítimas e desde então diferentes propostas foram apresentadas e discutidas. No presente momento está ocorrendo um concurso junto ao Instituto dos Arquitetos do Brasil para a realização do Memorial. As discussões entorno da construção do Memorial mobilizam atores, emoções, respostas patrimoniais. A tônica da pesquisa será analisar essas formas de resposta para a patrimnialização da dor.

Objetivo Geral

Considerando que esses debates estão em curso e dizem respeito à construção de uma memória oficial sobre a tragédia, envolvem diversos atores e são atravessados por incertezas quanto a sua concretização, o principal objetivo desse projeto é buscar compreender o processo da construção do Memorial às vítimas da Kiss.

Objetivos específicos:

1. Analisar as principais discussões entorno do Memorial: debates sociais, discussões teóricas, embates políticos, utilizando como principal fonte a Imprensa, sobretudo local.
2. Identificar os principais atores envolvidos e seus posicionamentos; levantando as principais discussões sobre o tema.
3. Verificar os debates do poder público local sobre a construção do Memorial, utilizando como principal fonte a documentação da Câmara de Vereadores e pronunciamos públicos do executivo municipal.
4. Analisar o posicionamento e as estratégias comunicacionais adotadas pelo proponente do Memorial, a AVTSM, como a tenda da vigília e o site para arrecadação de fundos.
5. Verificar a repercussão da proposição Memorial para a cidade;
6. Analisar as Bases do Concurso da construção do Memorial, bem como os projetos selecionados e sobretudo o projeto vencedor.
7. Analisar a proposta do projeto vencedor do Concurso e a repercussão de sua escolha.
8. Compreender as emoções patrimoniais envolvidas no processo de discussão sobre a construção do Memorial;
9. Identificar outras experiências memoriais em discussão.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
DANI MARIN AMPARO RANGEL2027/01/201827/01/2021
ESTER TEIXEIRA GONCALVES2001/08/202031/07/2021
LEONARDO MONTEIRO ALVES2001/08/202028/02/2021
MARIA LETICIA MAZZUCCHI FERREIRA327/01/201827/01/2021
NICOLLY AYRES DA SILVA1201/08/201831/01/2019
Nara Regina Farias Avila2001/04/202131/07/2021
RAFAEL DE SOUSA NASCIMENTO1201/02/201931/07/2019

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPES/PROAPR$ 30.000,00

Página gerada em 17/08/2022 22:45:18 (consulta levou 0.056079s)