Nome do Projeto
Avaliação de determinantes genômicos em doenças multifatoriais e fenótipos relacionados à prática de atividade física e comportamento sedentário na Coorte de Nascimentos de Pelotas de 2004
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/05/2018 - 01/05/2023
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde - Saúde Coletiva
Resumo
Baixos níveis de atividade física é considerado um dos principais fatores de risco para o desenvolvimento da obesidade, doenças cardiovasculares entre outras morbidades. Estudos genéticos no campo da prática da atividade física são escassos na literatura. A maioria deles é voltada para estudos de gene ou polimorfismo-candidato, que apresentam, entre outras limitações, uma baixa taxa de repetibilidade. Novos estudos em escala genômica são necessários para testar a associação dos genes propostos a traços de atividade física de forma sistemática. Os acompanhamentos da coorte de Pelotas de 2004 usaram métodos objetivos e validados internacionalmente para avaliar as exposições de atividade física e comportamento sedentário (Knuth et al., 2013). A análise de associação genética utilizando esses fenótipos como desfecho permitirá um estudo com um grande tamanho de amostra e com métodos objetivos de mensuração da prática de atividade física preenchendo a lacuna das principais limitações apontadas na literatura que são análises com pequeno tamanho de amostra e atividade física medida por autorrelatado.

Objetivo Geral

Objetivo geral

O objetivo geral desta pesquisa é investigar os efeitos conjuntos da arquitetura
genética e do ambiente na ocorrência fenótipos de etiologia multifatorial na Coorte de
Nascimentos de Pelotas de 2004.


Objetivos específicos

-Examinar a estrutura genômica, com base em pelo menos 500.000 SNPs
na coorte de nascimentos de Pelotas de 2004.
-Usar a varredura genômica para caracterizar a ancestralidade dos membros
da coorte e integrar essas informações nas pesquisas de morbimortalidade.
-Examinar as associações existentes entre variantes genéticas e desfechos
relacionados à saúde de característica multifatorial, como doenças,
transtornos, características antropométricas e composição corporal, bem
como fenótipos relacionados à prática de atividade física e comportamento
sedentário, e avaliar se as associações achadas são independentes de
fatores sociais e ambientais.
-Investigar a interação entre exposições ambientais durante o período pré-
natal ou outras etapas da infância e fatores genéticos nos fenótipos de
etiologia multifatorial. Por exemplo, determinar se o comportamento
sedentário e a atividade física modulam a associação entre (SNPs e escores
poligênicos) e o risco de obesidade em crianças da coorte de nascimentos
de 2004 e se a prática de atividade física materna na gestação modula a
associação entre fatores genéticos e desfechos de saúde nos participantes
da coorte.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALUISIO JARDIM DORNELLAS DE BARROS101/05/201801/05/2023
BRENDA BARBON FRAGA2001/09/202130/11/2021
FERNANDO DIOGENES TEIXEIRA MEYER2001/08/201931/07/2020
INA DA SILVA DOS SANTOS101/05/201801/05/2023
INGRID PAOLA NEVES TUCHTENHAGEN2001/12/202131/08/2022
MARINA XAVIER CARPENA201/05/201801/05/2023

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
The Norwegian School of Sport Sciences R$ 591.370,11

Página gerada em 04/07/2022 06:39:09 (consulta levou 0.041143s)