Nome do Projeto
Produção de biofilme in vitro por bactérias isoladas de carne moída bovina comercializada na cidade de Pelotas – RS.
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
20/08/2018 - 11/03/2019
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Resumo
Carne moída é um produto cárneo obtido a partir da moagem de massas musculares de carcaças de bovinos, seguido de imediato resfriamento ou congelamento, altamente perecível, podendo sofrer contaminação desde o momento do abate até a oferta ao consumidor. Atender às boas condições higiênico-sanitárias em todas as etapas do processo bem como seguir as normas da legislação vigente, são fatores importantes para a comercialização de um produto de boa qualidade. Doenças transmitidas por alimentos são causadas pela ingestão de alimentos contaminados por micro-organismos, toxinas ou outras substancias químicas que possam contaminar os alimentos. Seus sintomas variam desde dores de estômago, náuseas, vômitos, diarreias e febre. Essas enfermidades são um grande problema de saúde pública e tornaram-se uma preocupação constante dos órgãos sanitários. Desta forma, o objetivo deste estudo é avaliar as condições higiênico-sanitárias da carne moída obtidas em estabelecimentos comerciais da cidade de Pelotas – RS, através do isolamento e identificação de Escherichia coli e Salmonella spp. e também verificar a capacidade de formação de biofilme “in vitro” por estas bactérias.

Objetivo Geral

O objetivo geral do presente trabalho é isolar, identificar, avaliar a formação in vitro de biofilme pelas bactérias Escherichia coli e Salmonella spp. provenientes de amostras de carne moída de segunda qualidade, obtidas em estabelecimentos comerciais na cidade de Pelotas – Rio Grande do Sul.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
BRUNO ACOSTA XAVIER320/08/201811/03/2019
DANIELA RODRIGUERO WOZEAK1020/08/201811/03/2019

Página gerada em 29/02/2024 08:37:23 (consulta levou 0.042732s)