Nome do Projeto
Identificação molecular, similaridade, linhagem e correlação de espécies de Cryptosporidium spp. que infectam humanos e animais de companhia na região sul do Rio Grande do Sul
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
18/12/2018 - 18/12/2021
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Biológicas - Parasitologia
Resumo
Cryptosporidium spp.são parasitos intracelulares que causam diarreia em humanos e animais, principalmente quando estes apresentam sistema imunológico debilitado, podendo causar desde infecção assintomática até diarreia crônica e intermitente. O avanço da biologia molecular possibilitou separar várias espécies e genótipos desse protozoário, a maioria deles com importância em saúde pública, utilizando para isso a subunidade 18s do RNAm (SSU rRNA), o gene da proteína da parede do oocisto (COWP) e o gene do choque térmico de 70kDa (HSP70) como marcadores genéticos. Espécies específicas que infectam cães já foram relatadas causando infecção em humanos, e a importância da criptosporidiose como zoonose é relevante quando não há controle no número de cães errantes em áreas urbanas, juntamente com higienização ineficiente de locais públicos. Com base nessa premissa, o objetivo deste projeto será realizar a identificação molecular das espécies (genótipos) de Cryptosporidium spp. isoladas de fezes de cães e humanos da região sul do Rio Grande do Sul. Para isso, será realizada coleta de amostras nos municípios da região sul do Rio Grande do Sul, entre eles Pelotas, Piratini, Pinheiro Machado, Candiota, Hulha Negra e Aceguá. Essas amostras passarão por triagem através da coloração de auramina fenicada e, se positivas, serão confirmadas por PCR. O sequenciamento será feito pela empresa Macrogen Inc., Coréia do Sul. As sequências obtidas serão validadas, agrupadas e editadas através do programa Bioedit software. A similaridade de sequências será pesquisada usando o Basic Local Alignment Search Tool-BLAST. Por fim, os alinhamentos de múltiplas sequências serão realizados com o Clustal W utilizando parâmetros padrões. A composição nucleotídica, comparação entre populações e análises filogenéticas serão feitas com o software Mega 6.0. Bootstrap de 1000 vezes serão realizados para testar o grau de confiança nas árvores construídas. A correlação da criptosporidiose entre humanos e animais, dado seu caráter zoonótico, é relevante, e será abordada pela primeira vez na região.

Objetivo Geral

Objetivo geral: Realizar a identificação molecular das espécies e/ou genótipos de Cryptosporidium spp. isoladas de fezes de cães e humanos da região sul do Rio Grande do Sul.
Objetivos específicos: Verificar a prevalência de Cryptosporidium spp. em cães;
Verificar se proprietários de animais positivos também estão infectados;
Estabelecer relações de similaridade das espécies e respectivos genótipos de Cryptosporidium que parasitam animais;
Analisar o quadro zoonótico da criptosporidiose na região.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANDRIOS DA SILVA MOREIRA2018/12/201818/12/2021
CAROLINA CAETANO DOS SANTOS218/12/201818/12/2021
DANIELA ISABEL BRAYER PEREIRA418/12/201818/12/2021
ESTEFANI TAVARES JANSEN218/12/201818/12/2021
FABIO RAPHAEL PASCOTI BRUHN218/12/201818/12/2021
MARIA ANTONIETA MACHADO PEREIRA DA SILVA218/12/201818/12/2021
NARA AMELIA DA ROSA FARIAS218/12/201818/12/2021
NATÁLIA SOARES MARTINS418/12/201818/12/2021
SARA PATRON DA MOTTA418/12/201818/12/2021

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPESR$ 2.200,00

Página gerada em 19/11/2019 01:15:57 (consulta levou 0.284031s)