Nome do Projeto
Uso da nanotecnologia na nutrição animal: efeito do nano cobre na alimentação de codornas de postura
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
18/12/2018 - 18/12/2020
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Resumo
A coturnicultura tem apresentado desenvolvimento bastante acentuado nos últimos anos, adequando-se às novas tecnologias de produção, em que a atividade anteriormente tida como de subsistência, passou a ocupar um cenário de sistema de produção altamente tecnificado, com resultados promissores aos investidores (Pastore; Oliveira e Muniz, 2012). O constante aumento da indústria avícola ocasiona o maior adensamento de animais e a consequente elevação na produção de dejetos, gerando grande preocupação devido à excreção excessiva de elementos como nitrogênio, fósforo e microminerais no meio ambiente, dentre os quais destaca-se o cobre. Normalmente, a suplementação de microminerais em dietas para aves é feita com uma ampla margem de segurança, o que acarreta desperdício e aumento do custo de produção (Fernandes, 2012). Isso ocorre, na maioria das vezes, pelo desconhecimento do nutricionista quanto a real exigência das aves, sendo que esses excessos na suplementação geram maiores volumes de fezes produzidas, principalmente em áreas de maior concentração animal, podendo causar impacto ambiental. No Brasil, o uso da nanotecnologia na indústria da alimentação é ainda limitado. Porém, as conquistas e descobertas na área estão começando a impactar e afetar importantes aspectos que englobam desde a segurança alimentar até a síntese de moléculas de novos produtos alimentícios e ingredientes. Se por um lado as nanotecnologias apresentam potencial para promover melhorias no desempenho industrial, na qualidade nutricional e na eficiência das embalagens dos alimentos, podem também trazer maiores riscos à saúde e ao meio ambiente. As principais preocupações referentes à nanotecnologia decorrem da falta de conhecimento no que diz respeito às interações dos materiais em escala nanométrica, a nível molecular ou fisiológico, e os seus efeitos e potenciais impactos sobre a saúde do consumidor e o meio ambiente. Devido à sua maior superfície de contato, podem vir, ao menos em teoria, a apresentar maiores efeitos tóxicos que não estão aparentes nos materiais a granel.

Objetivo Geral

Objetivo geral

Investigar e discutir a biodisponibilidade de diferentes níveis de cobre na forma de nanopartículas, avaliando seus efeitos no desempenho produtivo e no estado metabólico de codornas de postura, bem como a sua retenção e excreção no meio ambiente.

Objetivos específicos
Verificar se a inclusão de nano Cu na dieta gera toxicidade para codornas de postura;
Estudar o melhor nível de inclusão do nano Cu na dieta de codornas de postura;
Determinar a digestibilidade das dietas à base de milho e farelo de soja, acrescidas de nano Cu;
Avaliar a concentração de Cu no plasma sanguíneo das aves;
Avaliar o desempenho zootécnico (conversão alimentar, consumo de ração e produção de ovos) de aves alimentadas com dietas contendo nano cobre;
Avaliar a morfometria e a histologia do fígado e do intestino delgado de aves alimentadas com dietas contendo nano cobre;
Avaliar características ósseas (através da resistência dos ossos à quebra e cinzas ósseas) de codornas de postura alimentadas com dietas contendo cobre na forma nano;
Fazer análise sensorial de ovos de codorna alimentadas com cobre na forma nano;
Analisar a qualidade interna e externa de ovos de codorna que receberam dietas contendo cobre na forma nano;
Avaliar a presença de nano Cu, Cu total, Zn total, Fe total e P nas excretas das aves.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALINE ARASSIANA PICCINI ROLL418/12/201818/12/2020
ANA CAROLINA MARINI418/12/201818/12/2020
ANGELITA CASTRO MEGGIATO218/12/201818/12/2020
CAROLINA OREQUES DE OLIVEIRA418/12/201818/12/2020
CAROLINE BAVARESCO218/12/201818/12/2020
DEBORA CRISTINA NICHELLE LOPES218/12/201818/12/2020
DICIANE ZENI GIEHL418/12/201818/12/2020
DYÉLLEN GARCIA VASCONCELOS418/12/201818/12/2020
FERNANDO RUTZ218/12/201818/12/2020
PAULO RICARDO CENTENO RODRIGUES218/12/201818/12/2020
RENATA CEDRÊS DIAS218/12/201818/12/2020
SUELEN NUNES DA SILVA618/12/201818/12/2020
VICTOR FERNANDO BUTTOW ROLL218/12/201818/12/2020

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CNPqR$ 26.400,00
Programa de Pós-Graduação em ZootecniaR$ 4.000,00

Página gerada em 22/07/2019 00:54:24 (consulta levou 0.079822s)