Nome do Projeto
A memória do doce pelotense e a organização do Museu do Doce da UFPel
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
30/04/2019 - 30/04/2021
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Sociais Aplicadas - Museologia
Resumo
Este projeto é a continuação da pesquisa destinada ao desenvolvimento de tese neste se procura compreender as motivações que levam a musealização do doce de Pelotas, e da escolha da Casa do Conselheiro Maciel – Casarão nº 08 da praça Cel. Pedro Osório em Pelotas - como sua sede. Propõem indicar as forças e interesses institucionais e políticos, que manejaram o processo e definiram as condições deste Museu. Analisar esse movimento de institucionalização da memória é de grande importância para entender como acontecem estes processos conduzidos por grupos locais e com atuação do IPHAN, na consolidação das escolhas locais como patrimônio nacional. Para tanto é necessária uma visão crítica deste processo, mostrar a trajetória das decisões e práticas em relação ao patrimônio material e imaterial e os discursos inerentes a estas ações.

Objetivo Geral

OBJETIVO GERAL
-Entender as motivações para a criação do Museu do Doce da UFPel e sua instalação na casa 08 da Pça Cel Pedro Osório;
OBJETIVOS ESPECÍFICOS
- Pesquisar a respeito do doce pelotense e dos sujeitos envolvidos neste fazer;
- Analisar os processos de musealização das coleções fundadoras de museus do Rio Grande do Sul, surgidos no inicio do séc XXI, observando como foram construídas as narrativas definidoras da missão do museu .
- Estimar qualitativamente a postura do corpo técnico e outros agentes internos a instituição museológica foco desta pesquisa que indiquem as divergências e os conflitos, assim como as diferentes alianças no processo de instituição de um discurso hegemônico sobre o escopo museográfico da instituição.
- Entender as motivações para a criação do Museu do Doce da UFPel;
- Observar e avaliar sob critérios recorrentes à avaliação de público o entendimento da comunidade em relação ao museu, no que tange a sua percepção e aceitação sobre os discursos narrativos reiterativos de uma história de origem exposta pelos exemplares da coleção

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
AMANDA FERREIRA DE GONÇALVES230/04/201930/04/2021
CARLA RODRIGUES GASTAUD230/04/201930/04/2021
FRANCISCA FERREIRA MICHELON230/04/201930/04/2021
GABRIELA GONÇALVES DA ROSA FERREIRA230/04/201930/04/2021
LUCIA MARIA VAZ PERES230/04/201930/04/2021
MARIANA BRAUNER LOBATO230/04/201930/04/2021
MATHEUS CRUZ130/04/201930/04/2021
MIRIÃ DA MOTA DE SOUZA230/04/201930/04/2021
RAFAEL TEIXEIRA CHAVES230/04/201930/04/2021

Página gerada em 28/05/2022 04:35:14 (consulta levou 0.156550s)