Nome do Projeto
Amigo(a) das abelhas
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
04/05/2018 - 15/12/2018
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias
Eixo Temático (Principal - Afim)
Meio ambiente / Tecnologia e Produção
Linha de Extensão
Educação Ambiental
Resumo
O projeto "Amigo(a) das abelhas" nasce num momento mais que oportuno, visando conscientizar a população rural e urbana sobre a importância do papel das abelhas como polinizadoras e o impacto que isto tem na produção de alimentos e na economia mundial. A pressão ambiental cada vez maior que o ser humano vem exercendo tem feito com que haja uma redução nas populações de abelhas, sejam elas nativas ou do gênero Apis, gerando um prejuízo enorme em muitos mercados. Além disso, o manejo correto dos enxames para fins de polinização dirigida pode tornar-se não somente uma ferramenta para aumentar a produtividade e qualidade de frutos, mas incrementar a renda de apicultores, com o aluguel de colmeias. No município de Pelotas, RS e arredores há a vocação da fruticultura e da apicultura, sendo esta incluída dentro do Arranjo Produtivo Local (APL), evidenciando a potencialidade de unir-se estas duas áreas estratégicas.

Objetivo Geral

Promover melhor integração da apicultura com a horticultura, alavancando a economia local, assim como promover a conscientização sobre uso de cultivos sustentáveis, minimizando os impactos nocivos do uso de agrotóxicos.

Justificativa

Desde 2006 vem sendo noticiado o fenômeno do "Colapso da desordem das colmeias", que traduz-se no desaparecimento de enxames de abelhas, em especial da espécie Apis melífera. dentre as principais causas aparecem no topo da lista os agrotóxicos, em especial os do grupo dos nicotinóides.
É sabido que cerca de 85 a 90% dos cultivos de importância agrícola dependem, em maior ou menor escala, da polinização de insetos, dos quais as abelhas do gênero Apis tem grande contribuição. O custo disto é uma queda de produtividade, assim como frutos e sementes de pior qualidade (menor enchimento de grão, no caso das oleaginosas e frutos deformados e de menor calibre).
A população, tanto urbana, como rural podem tornar-se parte ativa na tentativa de minimizar os danos causados pela pressão ambiental que exercemos, desde que conheçam quais atitudes podem colaborar neste sentido.
Os produtores rurais precisam mudar algumas estratégias afim de melhor proteger seus enxames, visando multiplica-los e explorar economicamente o serviço de polinização dirigida.
O município de Pelotas, RS possui desenvolvidas as atividades de fruticultura e apicultura, podendo assim servir de modelo para a implantação de sistemas integrados que beneficiem ambas atividades econômicas.

Metodologia

O grupo de estudos em apicultura, através de seu coordenador e das ações já desenvolvidas nesta área pretendem:
- Realizar debates em escolas públicas e privadas, para estudantes do ensino fundamental e médio, afim de conscientizar os futuros consumidores sobre a importância das abelhas e como nossas ações tem impacto sobre elas;
- Dentre as ações é previsto uma ação conjunta com a Prefeitura Municipal de Pelotas (Secretaria do meio ambiente), afim de inseri-la dentre as "Cidade amiga das abelhas", devendo cumprir alguns requisitos exigidos pela CAMPANHA NACIONAL "SEM ABELHAS SEM ALIMENTO" (http://www.semabelhasemalimento.com.br/bee-or-not-to-be-e-amesampa-lancam-o-projeto-cidade-amiga-das-abelhas/);
- Os discentes que colaboram no grupo de extensão recebem treinamento para atuar em comunicação rural e assim aperfeiçoarem-se na extensão rural;
- Mensalmente são realizadas reuniões de avaliação do avanço das ações e a cada semestre acadêmico um relatório parcial, afim de colaborar no relatório final do projeto.
- Todas as atividades disporão de registro de assinaturas dos participantes e quando tratar-se de mídia digital, será mensurada a visitação da página do projeto (a ser construída na plataforma word press institucional), assim como será feito registro fotográfico das ações, para divulgação na UFPEL.
- Pretendemos gerar dados que possam ser utilizados pelos discentes para produção de resumos a serem submetidos no CEG.

Indicadores, Metas e Resultados

Esperamos realizar uma ampla divulgação do projeto nas escolas;
Gerar material audiovisual e impresso que promova a divulgação do projeto, da UFPEL e do assunto em tela (Preservação das abelhas face as pressões ambientais);
Aumentar a renda, tanto dos produtores ligados à fruticultura, como da apicultura;
Aumentar o engajamento da prefeitura municipal em causas de sustentabilidade, urbanização e planejamento de espaços verdes.
Os indicadores do avanço das ações são descritos na metodologia, sendo aferidos através de relatórios parciais e final e o impacto aferido pelo número de participantes atingidos em cada ação.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANA LUCIA SOARES CHAVES4
BRUNO PEDROZO FERNANDES DE FREITAS
CRISTIANO HAETINGER HUBNER1
GUILHERME DALLMANN HEINEMANN
JERRI TEIXEIRA ZANUSSO4
JONAS RODRIGUES LUIZ
JOÃO PAULO SOUSA GOMES
MOISES JOAO ZOTTI3
PAULO CELSO DE MELLO FARIAS2

Página gerada em 02/12/2021 01:26:37 (consulta levou 0.154679s)