Nome do Projeto
II Seminário de Hip-Hop de Pelotas
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
17/09/2018 - 19/11/2018
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Multidisciplinar
Eixo Temático (Principal - Afim)
Cultura / Direitos Humanos e Justiça
Linha de Extensão
Música
Resumo
Promoção de um seminário organizado na forma de minicursos, oficinas e mesas redondas que trate dos temas dos domínios do Hip-Hop. O evento é produzido pela Associação do Hip-Hop de Pelotas e reúne os diferentes agentes desta forma cultural. A UFPel entra na condição de co-organizadora, agenciando as demandas do Fórum Social da Extensão, do qual a Associação é membro nato.

Objetivo Geral

Fortalecer o movimento Hip-Hop em Pelotas.
Incentivar o diálogo entre os artistas e os grupos da cultura hip-hop com a universidade e com o governo municipal.
Debater os temas importantes para o desenvolvimento e a potencialização das atividades e produções culturais urbana.

Justificativa

Em 2017, a UFPel participou do 1° Seminário de Hip-Hop de Pelotas na forma de apoiadora cultural. O evento foi inserido na programação do Congresso de Extensão e Cultura, durante a III Semana Integrada de Inovação, Ensino, Pesquisa e Extensão da UFPel, que ocorreu do dia 20 a 24 de novembro. Ocorreu na tarde do dia 24, no prédio do Grande Hotel, na noite do mesmo dia e na tarde do dia seguinte, sábado.
A primeira edição do Seminário destacou a força social dos temas que foram propostos e a complexidade da realidade na qual se dá a intensidade criativa do hip-hop. Também evidenciou o quanto esta cultura de diversas expressões (música, dança, grafite) modulou, nessas mais de quatro décadas desde que surgiu, uma produção artística que identifica muito o local. Assim, se por um lado, em qualquer parte do mundo as expressões mais gerais do hip-hop se mostram muito semelhantes ao que era produzido pelas comunidades periféricas de Nova York, nos anos de 1970, por outro, as ruas de agora, que são únicas nas cidades, compõem um cenário particular, que localiza e identifica determinada região, cidade, distrito.
Tão ampla é a trama da rua e das questões que nela circulam, que os temas propostos em 2017 - extermínio da juventude negra, diversidade de gênero, a poesia do hip-hop e as conexões com a universidade - foram um estímulo para a sugestão de vários outros. Portanto, na segunda edição, além da possibilidade de aprofundar alguns temas muito intensos, outros surgem, reforçando os debates que poderão contemplar a programação da Sétima Semana do Hip-Hop de Pelotas.
A Semana de Hip-Hop de Pelotas é uma iniciativa decorrente do Movimento Hip-Hop para institucionalizar essa cultura e foi instituída por Lei Estadual (13.043) em 2008. Em Pelotas já vem ocorrendo há seis anos.
Assim, o Seminário contribui para a ocorrência da Semana porque gera um segundo momento, na sequência dela, que contribui para que além das ações e do encontro, que caracterizam a Semana, se faça a reflexão e o debate sobre os temas que se entendem os mais importantes para esse ano.

Metodologia

Encontro de acesso gratuito, com a participação de lideranças da cidade na forma de oficinas, mini-cursos e mesas redondas.

Indicadores, Metas e Resultados

Indicadores
Número de participantes
Número de mesas redondas
Número de mini-cursos e/ou oficinas

Metas
Realização da Segunda Edição do Seminário com 100 inscritos.

Resultados esperados
No mínimo a realização do evento em três turnos.
No mínimo a oferta de duas oficinas e duas mesas redondas.
Registro e divulgação do evento (jornal, rádio, redes sociais).
Participação de no mínimo seis painelistas.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALEXANDRA MENDES PEREIRA
ANDRÉIA SKUPIEN BIANCHINI
FELIPE FEHLBERG HERRMANN1
FRANCINE DA SILVA LEMOS
FRANCISCA FERREIRA MICHELON2
JOAO FERNANDO IGANSI NUNES2
LUISE FRANTZ VERONEZ
MATHEUS BLAAS BASTOS1
Mariadina Bernardes da Rosa
NADIA NAJARA KRUGER ALVES2
RAPHAEL HENRIQUE DO ROSARIO GONCALVES
SILVANA DE FATIMA BOJANOSKI2
VAGNER LEMOS BORGES

Página gerada em 24/10/2021 04:22:23 (consulta levou 0.114438s)