Nome do Projeto
Ageing in Place in a World of Inequalities: How to Design Healthy Cities for All
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
30/04/2019 - 31/07/2020
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Sociais Aplicadas
Eixo Temático (Principal - Afim)
Direitos Humanos e Justiça / Meio ambiente
Linha de Extensão
Desenvolvimento urbano
Resumo
O 2019 IAPS Simpósio ‘Envelhecimento Populacional em um Mundo de Desigualdades: Como Projetar Cidades Saudáveis para Todos’acontecerá de 27 à 30 de Novembro de 2019 no Brasil, na cidade de Pelotas. A Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) sediará o evento com o apoio do IAPS (Internacional Association of People Environment Studies, especialmente da sua rede de pesquisa ‘Environment and Gerontology’, Projeto PlaceAge, Laboratório de Estudos Comportamentais da UFPel, e Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo da UFPel. O Programa Institucional de Internacionalização da UFPel – CAPES PRINT apoia este evento. O envelhecimento populacional tem gerado novos desafios em como projetar melhores ambientes urbanos que apoiem e promovam o envolvimento social cotidiano e a vida urbana saudável para todos. À medida que envelhecem, as pessoas enfrentam limitações em suas capacidades físicas e cognitivas, mudanças nos arranjos de vida e perda de apoios sociais. O ambiente preferido pelos idosos é a comunidade, onde eles podem permanecer ativos, engajados, socialmente conectados e independentes. No entanto, as cidades urbanas contemporâneas podem ser “hostis” as pessoas com 60 anos ou mais, agindo como uma barreira ao acesso às oportunidades sociais, econômicas e cívicas.

Objetivo Geral

Organizar um Simpósio Internacional para discutir como planejar cidades saudáveis para todas as gerações, respondendo a diferentes impactos ambientais, sociais, culturais e econômicos.

Justificativa

Este Simpósio reconhece que simplesmente mudar a forma construída não é suficiente para criar um ambiente mais inclusivo para o envelhecimento, pois os lugares são mais do que espaços físicos. Ambientes viáveis são articulados através de um forte sentido de lugar, definido como os vínculos sociais, psicológicos e emocionais que as pessoas têm com seu ambiente. Um forte senso de lugar resulta do acesso a apoios para participação ativa, oportunidades para construir e sustentar redes sociais e assumir um papel significativo na comunidade. Em contraste, um sentimento de exclusão ou “falta de oportunidades de participação na comunidade” está associado à alienação, ao isolamento e à solidão, muitas vezes resultando em problemas diversos de saúde e bem-estar, particularmente entre os idosos vulneráveis. Socialmente, a criação de ambientes urbanos amigáveis ao envelhecimento que apoiam o sentido de lugar são parte integrante do envelhecimento bem-sucedido, garantindo que as pessoas possam continuar a contribuir positivamente na velhice, atrasando a necessidade de cuidados institucionais e reduzindo os custos de saúde e assistência social.

Dentro dessa temática, convida-se acadêmicos, pesquisadores, profissionais e alunos a participar conosco deste encontro a fim de discutir como planejar cidades saudáveis para todas as gerações, respondendo a diferentes impactos ambientais, sociais, culturais e econômicos.

Metodologia

Palestras e Apresentações Orais.

Indicadores, Metas e Resultados

Os melhores trabalhos serão selecionados para compor uma Edição especial da Revista PIXO. https://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index.php/pixo

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ADRIANA ARAUJO PORTELLA62
ALEXANDRE BERNEIRA DA SILVA
BRUNA DISCONZI MEOTTI
CELINA MARIA BRITTO CORREA40
CIBELE BORGES PERES
DIANDRA VAZ CAMBRAIA
EDUARDO ROCHA20
GISELE SILVA PEREIRA20
JULLYE SCHAUN AMARAL
LAURA LOPES CEZAR20
LAUREN NICOLE GONÇALVES DUARTE
LIGIA MARIA AVILA CHIARELLI20
LORENA MAIA RESENDE
MAUREEN ROUX CORDEIRO LAUTENSCHLAGER
NIRCE SAFFER MEDVEDOVSKI22
PAMELA PADILHA SILVEIRA
SIRLENE DE MELLO SOPEÑA
TANARA GOMES DA COSTA
THAÍS DEBLI LIBARDONI
TULIO MATHEUS AMARILLO SOUZA

Recursos Arrecadados

FonteValorAdministrador
InscriçõesR$ 26.450,00Fundação Delfim Mendes da Silveira

Plano de Aplicação de Despesas

DescriçãoValor
Hospedagem e alimentaçãoR$ 3.000,00
Despesa administrativa da fundação de apoioR$ 3.450,00
Passagens e despesas com locomoçãoR$ 20.000,00

Página gerada em 24/08/2019 00:14:28 (consulta levou 0.099913s)