Nome do Projeto
Ambientes virtuais do Laboratório de Ensino de História - UFPel
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
02/05/2017 - 30/04/2018
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Humanas
Eixo Temático (Principal - Afim)
Comunicação / Educação
Linha de Extensão
Mídias
Resumo
Projeto visa a constituição, manutenção e atualização de ambientes virtuais, notadamente site e blog, do Laboratório de Ensino de História (LEH), do Departamento de História, da Universidade Federal de Pelotas, comunicando ações, divulgando eventos e atividades e compartilhando informações, experiências, planos de aula, e-books e outros elementos didáticos e pertinentes ao Ensino de História. Utilizando textos, fotografias, gráficos, vídeos e sonoridades, o projeto busca refletir e divulgar as ações desenvolvidas presencialmente pelo LEH e constituir o próprio Laboratório através da linguagem virtual. A criação e manutenção destes ambientes virtuais possibilita que as informações e conhecimentos construídos no Laboratório sejam partilhadas publicamente, em movimentos ressonantes na comunidade social e acadêmica interessada no Ensino de História.

Objetivo Geral

Objetivo geral:
Constituir, manter e atualizar ambientes virtuais do Laboratório de Ensino de História da UFPEL destinados a comunicar ações e compartilhar dados e arquivos.


Objetivos específicos:
- Criar e manter um site do Laboratório com páginas de hipertexto com textos, gráficos e demais informações a respeito das atividades e projetos desenvolvidos pelos membros do LEH/UFPEL.
- Criar e manter um blog do Laboratório com objetivo de compartilhar planos de aula e de ensino criados e desenvolvidos pelos graduandos do Curso de Licenciatura em História da UFPEL em atividades de Estágio e/ou pelos professores.
- Manter e atualizar a página do Laboratório nas redes sociais, divulgando todas as ações promovidas pelo LEH/UFPEL.
- Pesquisar e reunir informações para divulgação nos ambientes virtuais sobre revistas científicas voltadas ao Ensino de História.
- Divulgar, nos ambientes virtuais, informações completas sobre o arquivo de livros didáticos constitutivos do LEH/UFPEL.
- Viabilizar meios de comunicação entre a equipe do LEH/UFPEL e os usuários do site e do blog.
- Divulgar, nos ambientes virtuais, livros disponíveis em PDF relacionados ao Ensino de História.
- Reunir e divulgar, nos ambientes virtuais, elementos didáticos relativos ao Ensino de História: músicas, filmes e jogos.
- Divulgar, nos ambientes virtuais, eventos interessantes ao campo do Ensino de História.
- Criar links de acesso rápido à Revista Ofícios de Clio, Revista Discente dos Cursos de História da Universidade Federal de Pelotas.
- Criar links de acesso rápido aos cursos de Licenciatura e Bacharelado da UFPEL.
- Adaptar o logotipo do LEH aos ambientes virtuais.

Justificativa

O Laboratório de Ensino de História/LEH, da Universidade Federal de Pelotas constitui-se enquanto ambiente privilegiado para o desenvolvimento de práticas de estudo e de pesquisa fundamentais para a formação de professores de História.
Formado por professores da área do Ensino de História do Departamento de História da UFPEL, o LEH, nos últimos anos, vem desenvolvendo inúmeros trabalhos e projetos de ensino, pesquisa e extensão voltados às práticas de ensino de História, às reflexões sobre Currículo, aos estudos de materiais didáticos, às relações com as escolas e à formação de professores.
Considerando as inúmeras atividades desenvolvidas pelo LEH e as experiências de trabalho acumuladas até então, torna-se altamente relevante a constituição e manutenção de ambientes virtuais que comuniquem e compartilhem publicamente ações, informações, dados e arquivos produzidos ou pesquisados no e pelo Laboratório.
Ambientes virtuais de comunicação, diálogo, informação e aprendizagem valorizam a interação e participação de qualquer sujeito navegador de internet, notadamente daqueles interessados no ensino de História. Importante destacar o entendimento e o significado de um hipertexto:

“o hipertexto consiste em um conjunto de páginas de informação (...) interligadas ativamente, de forma a possibilitar consultas imediatas em ordem ditada pelo leitor. Além do mais, essas páginas de informação podem conter palavras, imagens, gráficos, sequências sonoras, filmes e documentos complexos, que podem eles mesmos ser hipertextos” (EICHLER; DEL PINO, 2006, p. 20).

Além da utilização por parte da comunidade virtual de recursos disponibilizados, cumprindo assim uma importante função social que vincula o Laboratório-Universidade a qualquer sujeito usuário da internet, o desenvolvimento de ambientes virtuais contribuirá com a formação do docente em História da UFPEL. O trabalho com recursos informáticos, a estrutura hipertextual, as múltiplas possibilidades interativas e o significativo circuito de interlocução serão importantes para a reflexão sobre as inúmeras possibilidades de se pensar a contínua formação do professor de História, as relações com as tecnologias e os significados do Ensino de História (MARASCHIN; AXT, 2000, p. 102).
O filósofo francês Pierre Lévy, no ano 2000 (p. 27-28), apontava para o crescimento da “correspondência [virtual] generalizada”, destacando que “dentro de alguns anos, todas as pessoas, todos os objetos, todos os textos, todas as obras, todas as instituições, todas as maneiras de pensar terão seus sítios WEB (...) e serão, pois, virtualmente conectadas em uma única rede”. Criar e manter os ambientes virtuais do LEH torna-se, hoje, de fundamental importância para a consolidação desta troca e correspondência das atividades desenvolvidas neste Laboratório com outros sujeitos e outras instituições preocupados ou voltados ao Ensino de História, solidificando redes.
Com a popularização da informação, professores, alunos e historiadores passaram a acessar a rede de computadores para a obtenção de dados sobre os mais diferentes assuntos, tanto que “a disponibilização do conteúdo de História na internet passou a ter várias possibilidades de uso”, variando de textos de historiadores até textos que mesclam opiniões e memórias. “Assim, a História se beneficia das possibilidades tecnológicas: desde a digitalização e disponibilização de fontes (...), passando pela troca rápida de informações e de possibilidades de discussão (...), até o acesso on-line de várias bibliotecas do mundo” (FERREIRA; FRANCO, 2013, p. 166).
Entre os motivos para a criação de ambientes virtuais de um Laboratório acadêmico, não está somente a intenção de produzir e divulgar “informações”, pois elas possuem valores, lógicas e estatutos. Além da informação-notícia, pretendemos conceber informação-conhecimento, pois “a informação não existe em si, ela é ligada a um conjunto de conhecimentos, a uma construção” (WOLTON, 2004, p. 150). No desenvolvimento deste projeto, vamos considerar os diferentes sistemas de referência e de legitimidade das informações veiculadas nos ambientes virtuais do LEH.
Outra justificativa para a criação e manutenção de ambientes virtuais do LEH está na importância que os mesmos possam vir a adquirir para professores de História – de qualquer lugar do país e quiçá do mundo – ao buscarem atualizações e informações diversas sobre Ensino de História (metodologias, práticas, planos, revistas, textos, eventos, etc.). Os ambientes virtuais do LEH – site e blog – possivelmente tornar-se-ão referências para professores de História em busca de subsídios para auxiliar a pensar a aula de História ou de quaisquer informações relativas ao ensino de História, como notícias de lançamentos de livros, palestras a serem promovidas ou textos disponibilizados.
O blog se apresenta como uma oportunidade interessante de compartilhamento de planos de aula e de ensino, considerados significativos pelos membros do LEH. Blogs “são ferramentas de publicação na Internet, caracterizadas principalmente pelo seu formato de microconteúdo organizado de forma cronológica, com a possibilidade de que comentários sejam acrescidos” (RECUERO, 2009, p. 260).
A manutenção de site, blog e de redes sociais tornam-se importantes ferramentas de comunicação mediada pelo computador. Com a utilização de textos, fotografias, gráficos, vídeos e sonoridades, pretendemos refletir as ações que desenvolvemos presencialmente no LEH e também constituir o próprio Laboratório através da linguagem virtual.
Por fim, vale dizer que a criação e manutenção dos ambientes virtuais do LEH traz protagonismo merecido ao Laboratório e ainda possibilita ter suas informações partilhadas publicamente, em movimentos ressonantes na comunidade social e acadêmica interessada no Ensino de História. Novas territorializações, as do ciberespaço, extrapolam os espaços físicos da Universidade e valorizam o dedicado e comprometido trabalho que vem sendo realizado pelos docentes e discentes vinculados ao LEH.

Metodologia

Interessante observar, como destacaram os historiadores Marieta de Moraes Ferreira e Renato Franco (2013, p. 166) que a internet “é responsável, muitas vezes, por multiplicar as informações sem compromisso metodológico, vulgarizar um tipo de memória sobre o passado baseada em identidades coletivas”. Por estes motivos, a rede estaria “repleta de sites com informações históricas questionáveis, blogs que perpetuam memórias, distorcem informações” (FERREIRA; FRANCO, 2013, p. 166).
A criação do site e do blog visa não apenas a divulgar as atividades do LEH/UFPEL, mas também a interação e comunicação responsável do Laboratório com os usuários virtuais. Todas as postagens, todos os textos, todas as informações disponibilizadas na rede serão, anteriormente, construídas, lidas e discutidas no Laboratório, garantindo, assim, conteúdo confiável e de acordo com os objetivos do LEH.
Para tanto, o trabalho consistirá, basicamente, primeiro, na criação dos ambientes virtuais, notadamente site e blog, e, posteriormente na manutenção destes.
A elaboração e provimento do site, deverá contar com um trabalho prévio de estruturação dos elementos e informações que o constituirão. Nesse caso, metodologicamente, cumpre destacar uma série de tarefas a serem desenvolvidas pela equipe do LEH, com auxílio de possível bolsista, para fins de abastecimento da página eletrônica desenvolvida:
- Criação de um texto de apresentação do LEH e dos objetivos do site.
- Criação de uma arte, com texto e imagem, a indicar e apresentar a equipe que constitui o LEH.
- Elaboração de descrições dos projetos de ensino, pesquisa e extensão desenvolvidos pelos professores vinculados ao LEH.
- Elaboração de listas de informações relativas a filmes, músicas e jogos vinculados ao Ensino de História.
- Criação de links de acesso a revistas científicas voltadas ao Ensino de História.
- Realização de fotografias do LEH e das atividades desenvolvidas, disponibilizando-as no site.
- Pesquisa e atualização de eventos do campo Ensino de História.
- Elaboração de um canal de comunicação através da criação do item “contato” no site do LHE.
- Criação e divulgação de um logotipo do LEH.
Já a elaboração e provimento do blog do LEH, seguirá outra lógica, pois estará exclusivamente voltado ao compartilhar de planos de aula e de ensino realizados pelos graduandos de Licenciatura em História da UFPEL em seus estágios supervisionados. Para esta função, cumpre destacar as atividades a serem desenvolvidas pela equipe do LEH e pelo possível bolsista:
- Seleção de propostas de atividades pedagógicas de História para a educação básica, elaboradas pelos graduandos em Licenciatura em História.
- Agrupamento das atividades por níveis de ensino, Fundamental e Médio.
- Divulgação das atividades pedagógicas de História previamente selecionadas.
Além das atividades de planejamento e implementação de dados, informações e arquivos no site e no blog, a metodologia de trabalho – fundamentalmente prática – consistirá na ampla divulgação das atividades do LEH (acervo, exposições, aulas, projetos, reuniões, palestras, etc.) nas redes sociais da internet.

Indicadores, Metas e Resultados

Com a criação e divulgação de ações, atividades e informações vinculadas ao Laboratório de Ensino de História da Universidade Federal de Pelotas, espera-se:
- Tornar disponível à comunidade em geral, especialmente, aos professores de História e pesquisadores da área, materiais didáticos, de pesquisa e de ensino, além de informações relevantes a respeito das diversas atividades realizadas no Laboratório.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
HELOISA PEREIRA MIRANDA
LISIANE SIAS MANKE4
MAURO DILLMANN TAVARES4

Página gerada em 21/09/2021 14:10:05 (consulta levou 0.096338s)