Nome do Projeto
Café com Turismo
Ênfase
Ensino
Data inicial - Data final
20/04/2020 - 15/04/2022
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Sociais Aplicadas
Resumo
O projeto de ensino Café com Turismo compõe-se de encontros mensais, que tem o objetivo de criar um espaço de diálogo e reflexão sobre a formação e atuação profissional em Turismo. O público-alvo principal são os acadêmicos do curso e de outros cursos da UFPel, além de integrar docentes, egressos e outros profissionais atuantes na área do Turismo e comunidade em geral, interessada no tema. Com isso, busca-se incentivar a troca de ideias e experiências entre os públicos envolvidos, refletir sobre as possibilidades e desafios do mundo do trabalho relacionado à área, oferecer aos discentes uma oportunidade de aproximação ao mundo do trabalho na sua área de formação, promover uma (re)aproximação com os egressos do Curso de Turismo da UFPel, promover a relação entre a teoria e a prática relacionada a diversos componentes curriculares, ampliando as possibilidades de novos aprendizados para além da sala de aula. O projeto dá continuidade as ações iniciadas em abril de 2019.

Objetivo Geral

Criar um espaço de diálogo e reflexão sobre a formação e atuação profissional em Turismo através da realização de encontros mensais.
Objetivos específicos:
- Aproximar discentes, docentes, egressos e outros profissionais atuantes na área do Turismo e demais interessados no tema;
- Incentivar a troca de ideias e experiências entre os públicos envolvidos;
- Refletir sobre as possibilidades e desafios do mundo do trabalho relacionado à área;
- Oferecer aos discentes uma oportunidade de aproximação ao mundo do trabalho na sua área de formação;
- Promover uma (re)aproximação com os egressos do Curso de Turismo da UFPel, incentivando sua participação e colaboração em ações de ensino, pesquisa e extensão da Universidade;
- Promover a relação entre a teoria e a prática relacionada a diversos componentes curriculares, oportunizando a participação dos acadêmicos na equipe organizadora;
- Promover uma complementação à formação acadêmica do Bacharel em Turismo da UFPel, gerando novos aprendizados para além do ambiente da sala de aula.

Justificativa

Este projeto tem sua concepção a partir da realização do Projeto de Ensino “Estratégias de enfrentamento à evasão e retenção nos cursos de graduação da UFPEL” (PRE 29822018), realizado no período de outubro/2018 – janeiro/2019. Nesse, os alunos do Curso de Bacharelado apontaram uma demanda de maior diálogo sobre a formação e a atuação profissional na área, bem como a necessidade de aproximar discentes, docentes e o mundo do trabalho. Portanto, é concebida como uma estratégia afirmativa na questão da permanência dos discentes no Curso, que se configura como uma ação preventiva no enfrentamento aos índices de evasão e retenção. Isso deu origem a este projeto de ensino em 2019, quando foram realizados os primeiros sete encontros, e devido as repercussões positivas junto ao público-alvo, propõe-se a continuidade das ações.
O projeto é também uma oportunidade de complementação da formação acadêmica, ao aliar teoria e prática relacionada à diversos componentes curriculares, como por exemplo a disciplina de Gestão de Eventos, podendo atuar como colaboradores nas fases de pré, trans e pós evento, utilizando essa carga horária em Atividades Complementares.
Para Beni (2002), o turismo é uma atividade com estruturas atípicas, que envolve um sistema dinâmico e inovador, e por isso requer continuadamente novas especializações para atender aos serviços que surgem a cada momento. Isso justifica a importância das reflexões sobre o cenário atual da formação e atuação profissional no Turismo diante das transformações do mundo, reconhecendo-o como: "Mutante, complexo, imprevisível, mostra-se o cenário das atividades turísticas. Conhecimento, flexibilidade, adaptabilidade, competência, intervenção, eficácia, entre outras qualificações, espera-se do profissional de turismo."(SANTOS, 2007, p. 101). O profissional do turismo no século XXI precisa aperfeiçoar seus conhecimentos para atuar de maneira interativa, proativa, sistêmica e holística na realidade concreta e virtual (BENI, 2002). Nesse contexto, Trigo (1998) defende uma perspectiva humanista na formação profissional em turismo e, entre diversos outros fatores, destaca a importância da colaboração entre as instituições educacionais e o mercado para uma melhoria recíproca. Essa questão da aproximação/distanciamento entre a academia e o mundo de trabalho, quanto às competências requeridas do profissional, apresenta-se como uma reflexão constante nos trabalhos científicos sobre o ensino superior em turismo, conforme Lima e Rejowski (2011). Também é tema frequente as discrepâncias entre a realidade da formação do turismólogo - abarcando um amplo mercado x dificuldades de inserção dos egressos na atuação profissional. Essas são algumas das questões que serão trazidas para o debate nos eventos propostos pelo Café com Turismo, oportunizando um ambiente de diálogo, reflexão e construção colaborativa e continuada sobre a formação e atuação profissional nessa área do conhecimento, congregando diferentes atores: discentes, docentes, egressos e outros profissionais envolvidos com a área e interessados nos temas a serem abordados. Serão colocados em pauta o enfrentamento dos riscos, as possibilidades atuais e as perspectivas do turismo em um cenário local-regional-global.

Metodologia

O Café com Turismo será composto de encontros mensais que tem como público-alvo principal os discentes do Curso de Bacharelado em Turismo, porém aberto à toda a comunidade acadêmica da UFPel interessada, com o intuito de trazer convidados para apresentar e discutir ideias e vivências sobre a formação e atuação do profissional do Turismo. Pretende-se com isso, consolidar este como um ambiente de diálogo entre discentes, docentes, egressos, outros profissionais atuantes na área do Turismo e demais interessados nos temas a serem abordados. O público externo à UFPel, composto prioritariamente de egressos, serão convidados a expor suas experiências e perspectivas sobre a formação e atuação profissional no Turismo. Outros profissionais com vivências profissionais relacionadas à área também serão convidados a participarem como palestrantes no evento. Demais interessados (estudantes do Ensino Médio e de outras IES, assim como profissionais de distintas áreas) poderão participar como ouvintes nos eventos propostos.
São previstos um encontro/mês, conforme calendário acadêmico de aulas, com uma carga horária de 2h/evento, que poderão ser aproveitadas pelos discentes como Atividades Complementares, seja como participantes ouvintes ou como colaboradores da equipe.
O evento é composto de um primeiro momento de palestra, proferida pelo convidado/os em cada edição, seguido de um café comunitário, com o objetivo de promover a interação entre os participantes.
A avaliação será realizada através de formulário impresso, durante cada edição do evento, e um formulário online ao final de cada ano letivo, este destinado aos diferentes tipos de público envolvidos (participantes, palestrantes, equipe organizadora)

Indicadores, Metas e Resultados

- Realizar no mínimo 7 encontros/anuais;
- Promover um ambiente de diálogo e integração entre discentes, docentes, egressos e outros profissionais atuantes na área do Turismo, e demais interessados nos temas;
- Estabelecer uma rede de cooperações e trocas de experiências entre discentes, docentes e egressos do Curso de Bacharelado em Turismo, e outros profissionais, principalmente pelo fortalecimento da região turística Costa Doce Gaúcha;
- (Re)aproximar os egressos do Curso, (re)estabelecendo vínculos de cooperação com a Universidade;
- Oferecer oportunidades de reflexão sobre a área profissional do Turismo, auxiliando os discentes no processo de inserção no mundo do trabalho e qualificação da prestação de serviços turísticos;
- Diagnosticar novas possibilidades e desafios do mundo do trabalho relacionado à área, contribuindo ao
aperfeiçoamento da formação acadêmica-científica promovida pelo Curso, vinculando-se também ao processo de reestruturação do PPC do Curso que estará em andamento nos anos 2019-2020;
- Estimular a valorização da atuação profissional do turismólogo, incentivando a ampliação dos olhares sobre as dinâmicas do setor no século XXI, vislumbrando possibilidades de práticas e problemas da atuação no contexto local e regional;
- Estimular a aprendizagem sobre o setor de eventos no Turismo, através da inserção dos discentes em atividades práticas vinculadas a organização e execução deste Projeto de Ensino;
- Estabelecer um espaço de ensino-aprendizagem que vai além da sala de aula, estimulando a participação em dinâmicas coletivas e o incentivo à autonomia do indivíduo, repercutindo assim no processo de formação individual, social e profissional do discente.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
FABIO ORLANDO EICHENBERG2
GABRIELE ROLDAN BORDAGORRY
GISELE SILVA PEREIRA3
LAURA RUDZEWICZ3
MARCIELE ANTUNES CAETANO
PAOLA CAROLINA ECKERT
RENATA DUARTE

Página gerada em 23/09/2020 00:04:20 (consulta levou 0.389224s)