Nome do Projeto
Química Forense: estudos de acompanhamento e melhorias nas atividades de ensino
Ênfase
Ensino
Data inicial - Data final
15/04/2020 - 14/04/2024
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Exatas e da Terra
Resumo
O presente projeto faz jus ao desenvolvimento de estudos voltados à melhoria das atividades de ensino no curso de Bacharelado em Química Forense, e no acompanhamento de discentes, principalmente egressos. Assim, com o desenvolvimento das ações que permeiam o projeto, pretende-se a realização de atividades de ensino adequadas à atuação profissional futura dos discentes, e inclusão de temática inovadora, tendo os discentes como sujeitos envolvidos neste processo. Ainda, a partir do acompanhamento dos egressos, espera-se ter dados sobre a qualidade de sua formação e sobre as áreas profissionais e/ou acadêmicas de atuação atual, os quais podem auxiliar na avaliação e recondução das atividades de ensino desenvolvidas pelo curso, que é ainda jovem, consolidando-se no cenário dos cursos de graduação da instituição. Considerando ser um projeto com vigência de 04 anos, espera-se ser possível observar a contribuição dos resultados obtidos com o desenvolvimento das ações na diminuição dos índices de evasão e/ou retenção do curso de Bacharelado em Química Forense. Isto porque, é sabido que estes índices estão fortemente vinculados à falta de estímulo discente, atividades de ensino pouco atrativas ou desatualizadas, entre outros fatores.

Objetivo Geral

Este projeto tem por objetivo o desenvolvimento de ações vinculadas ao Ensino, com o intuito de contribuir para o aprimoramento e qualificação do processo de ensino-aprendizagem de discentes do curso de Bacharelado em Química Forense, fomentando a busca por inovações, o interesse por atualizações da área, e o acompanhamento de discentes matriculados e egressos.

Justificativa

O Curso de Bacharelado em Química Forense da Universidade Federal de Pelotas, foi criado em 2012, com duração de 9 semestres na modalidade presencial, e aulas em turno integral. O objetivo geral do curso é formar um profissional em nível de bacharelado, capaz de solucionar as dúvidas de um crime ou de um acidente, por meio da Química utilizando métodos analíticos/instrumentais apropriados. Desta forma, o profissional deverá interagir com profissionais das mais diversas áreas, incluindo medicina forense e criminalística, reduzindo o tempo na investigação e na solução de processos. Apesar de ser um curso relativamente novo na instituição, tem se consolidado no cenário da UFPel, principalmente devido importância da área de atuação do futuro profissional. Isto pode ser evidenciado pelo crescente anseio dos discentes em ingressarem no curso.
Desde o início das atividades, o curso conta com uma grade curricular com uma carga horária expressiva de atividades práticas voltadas ao estudo/entendimento/desenvolvimento de experimentos baseados em conceitos químicos, que possam auxiliar na elucidação de processos periciais, o que demonstra uma preocupação com a qualidade da formação dos discentes. Entretanto, desde então, poucas alterações na grade curricular foram realizadas. Assim, considerando que a área das Ciências Forenses encontra-se em ascensão no cenário da pesquisa brasileira, de forma que o desenvolvimento de novas técnicas analíticas com aplicabilidade nesta área é crescente, torna-se de extrema importância o desenvolvimento de estudos relacionados, com o intuito de promover melhorias didático-pedagógicas nas atividades de ensino realizadas. Aliado a isto, o curso está em processo de atualização de seu Projeto Pedagógico do Curso (PPC), de modo que pensa-se ser o momento adequado para uma reavaliação das atividades de ensino desenvolvidas, o que inclui a inserção de novas temáticas e desenvolvimento de atividades práticas mais voltadas à futura área de atuação dos discentes.
Este processo, pensa-se, deve incluir a visão dos discentes envolvidos, considerando que são parte integrante e, ao mesmo tempo, o foco do processo de ensino desenvolvido. Neste âmbito não se há de esquecer dos alunos egressos, para os quais é importante que se tenha um acompanhamento, tendo em vista que o conhecimento acerca de sua formação final, bem como de suas atividades profissionais e/ou acadêmicas após a graduação, são indicadores da qualidade do ensino conduzido no curso, e podem nortear novas perspectivas de ensino.
Assim, entende-se que o desenvolvimento de um projeto de ensino voltado ao acompanhamento e desenvolvimento de melhorias nas atividades de ensino, em um jovem curso em consolidação, pode trazer inúmeros ganhos, não somente aos discentes, mas a todos os envolvidos, em uma perspectiva institucional. Ainda, entende-se que o desenvolvimento deste projeto pode contribuir também para a redução dos índices de evasão e retenção do curso, por representar uma valorização do aluno dentro das perspectivas de melhoria das atividades de ensino.

Metodologia

As atividades realizadas neste projeto estarão divididas em ações, as quais buscarão envolver discentes e professores vinculados ao curso. As ações terão durações distintas, e poderão ser incluídas ao projeto durante a vigência deste, de acordo com a necessidade de cada atividade.

Indicadores, Metas e Resultados

Espera-se que as ações sejam desenvolvidas segundo o planejamento, de acordo com suas vigências individuais, no período de duração do projeto.
Os resultados obtidos com as atividades desenvolvidas nas ações, servirão como indicativos para a avaliação das atividades planejadas, as quais poderão ser prorrogadas, ou reconsideradas em uma nova ação, de acordo com a necessidade.
Outro item indicador para avaliação das atividades conduzidas, considerando que o projeto terá duração de 4 anos, serão os índices de evasão e retenção, os quais espera-se que sejam reduzidos a partir do desenvolvimento das ações durante a vigência do projeto.
Como resultados e/ou impactos do projeto, espera-se contribuir para que se obtenha melhorias no processo de ensino aprendizagem no curso de Bacharelado em Química Forense, com o desenvolvimento de atividades adequadas à atuação profissional futura dos discentes, e inclusão de temática inovadora, tendo os discentes como sujeitos envolvidos neste processo. Ainda, a partir do acompanhamento dos egressos, espera-se ter dados sobre a qualidade de sua formação e sobre as áreas profissionais e/ou acadêmicas de atuação atual, os quais podem auxiliar na avaliação e recondução das atividades de ensino desenvolvidas pelo curso.
Também são resultados esperados a motivação dos discentes, a elaboração de relatório final de atividades com expressão dos resultados obtidos, e a apresentação dos resultados à comunidade universitária no Congresso de Ensino de Graduação, realizado pela instituição, e/ou em eventos ou periódicos afins.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
AMANDA CRUZ IACKS
ANDERSON CRIZEL PINHEIRO HOLZ
BRUNA PEREIRA DE LIMA
CARINA MACHADO LIMA
CARLA DE ANDRADE HARTWIG2
CATARINE CAVADA
CINTIA DA COSTA VIANNA
CLARISSA MARQUES MOREIRA DOS SANTOS1
DIENE CORREA DE NEGREDO
EMILLY FIUZA RODRIGUES
HENRIQUE RODRIGUES DOS SANTOS
JULIA JACQUES BITENCOURT
MARCELO DE AVILA LEAO
NAIANA TELLES OSTOSI1
ROBSON DA SILVA OLIBONI1
THUANY CARDOZO E CARDOSO

Página gerada em 30/06/2022 06:50:40 (consulta levou 0.090382s)