Nome do Projeto
Uso de bacteriófagos na prevenção de diarreias bacterianas em bezerras leiteiras
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
01/07/2020 - 01/06/2022
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias
Resumo
*Este projeto é uma continuação do projeto cód COCEPE 9107* Neste Estudo será determinado o efeito do uso de bacteriófagos (Fago) na prevenção de diarreias bacterianas de neonatos bovinos. Para isto serão utilizadas 200 bezerras da raça Girolando, mantidas em sistemas individuais de criação, divididas em dois grupos: Fago administrado diariamente junto ao leite das bezerras (n=100) e Controle (n=100). Os animais serão monitorados quanto à ocorrência de diarreia, sendo determinada a sua morbidade e mortalidade, bem como a ocorrência de outras doenças neonatais. Também será monitorado o desempenho zootécnico dos animais a cada 7 dias durante os primeiros 30 dias de vida e depois ao desmame.

Objetivo Geral

Avaliar a eficácia da administração contínua de bacteriófagos no controle da salmonelose e colibacilose em bezerros neonatos e sua ação sobre a intensidade e consequências da diarreia sobre o metabolismo e crescimento.

Justificativa

A diarreia neonatal é uma das principais causas de mortalidade em bezerros e também de perdas econômicas na pecuária, principalmente por retardo de crescimento e de mortalidade, a qual pode chegar a 20% (Mota et al., 2000). A principal causa da diarreia em bezerros são as infecções por bactérias patogênicas no intestino, e como medida profilática antimicrobianos são comumente adicionados à alimentação animal (Braidwood e Henry, 1990). No entanto o uso de antibióticos na produção animal pode contribuir para a resistência de bactérias a estes antibióticos (Fey et al., 2000). Como uma possibilidade na prevenção de diarreia neonatal podemos destacar os vírus que recebem o nome de bacteriófagos, os quais são agentes que atuam contra bactérias. Alguns estudos tem demonstrado seus efeitos positivos sobre a prevenção de diversas doenças bacterianas em humanos e em algumas espécies animais (Huff et al., 2003; Nakai e Park, 2002). Assim, o uso de bacteriófagos de forma contínua pode ser uma alternativa eficaz no controle e prevenção de diarreia bacteriana em bezerros, quando utilizado durante o período neonatal.

Metodologia

serão utilizadas 210 bezerras recém-nascidas da raça girolando durante 60 dias. Os animais receberão leite duas vezes ao dia (7:00 e 17:00) no volume de 6 litros diário, concentrado e água ad libitum. As bezerras serão divididas aleatoriamente em dois grupos: Grupo Fago (GF; n=105), que receberão diariamente, durante todo o período de aleitamento, um produto comercial a base de bacteriófagos, adicionado ao leite (1 grama animal/dia); e Grupo Controle (GC; n=105), que não receberá nenhum aditivo ao leite. Os animais serão alocados em baia individuais e seu desaleitamento, determinado pelo mínimo consumo de 500 gramas diárias de concentrado e no mínimo 60 dias de aleitamento. Os animais serão monitorados diariamente para ocorrência de doenças e para avaliação do escore de fezes até os 30 dias de vida. O escore de fezes será realizado numa escala de 0-4, sendo 0 (fezes normais), 1 (fezes pastosas), 2 (fezes aquosas), 3 (diarreia profusa com fezes liquefeitas) e 4 (diarreia profusa com fezes liquefeitas e sanguinolenta). Além disso, nos animais que apresentarem diarreia (escore de fezes 2-4) serão coletadas amostras de fezes diretamente da ampola retal para isolamento de Escherichia coli e Salmonela spp. Quando diagnosticadas com diarreia bacteriana, as bezerras serão submetidas à antibioticoterapia e fluidoterapia de acordo com a gravidade do quadro. Serão realizadas coletas de amostras sanguíneas por punção da veia jugular, com auxílio de tubos vaccutainer com antiangulante EDTA, ativador de coagulo e com fluoreto de sódio, sendo 5 ml de sangue em cada tubo. Os tubos com EDTA serão coletados no segundo dia de vida (Dia 0) para avaliação das concentrações de proteínas plasmáticas totais – PPT. Já os tubos com ativador de coágulo e com fluoreto de sódio serão coletados nos dias 0, 7, 14, 21, 30, 60 para avaliação metabólica (glicose, albumina, paraoxonase, haptoglobina, proteínas totais, asparto aminotransferase-AST, gama glutamil transferase -GGT) dos animais. As avaliações zootécnicas de peso corporal, altura de cernelha, perímetro torácico e largura de garupa serão realizadas nos dias 0, 7, 14, 21, 30 e 60 com auxílio de régua graduada em centímetros, e perímetro torácico com fita flexível, também graduada em centímetros. Os dados obtidos serão analisados no programa estatístico SAS (SAS Institute Inc., Cary, EUA). As médias serão analisadas através do método MIXED MODELS, considerando o animal, o grupo e o momento da coleta. A comparação de médias individuais será feita através do teste de Tukey-Kramer. Médias pontuais serão analisadas através do método One-way ANOVA, enquanto as variáveis qualitativas serão analisadas pelo teste de Qui-Quadrado. A correlação entre as variáveis será feita através do coeficiente de correlação de Pearson. Serão considerados significativos valores de P<0,05.

Indicadores, Metas e Resultados

1. Determinar a morbidade e mortalidade de diarreia em bezerras leiteiras submetidas à administração contínua de bacteriófagos;
2. Determinar a ocorrência de doenças neonatais em bezerras leiteiras submetidas à administração contínua de bacteriófagos;
3. Determinar o escore de fezes e a duração do quadro de diarreia de bezerras leiteiras submetidas à administração contínua de bacteriófagos;
4. Determinar o desempenho zootécnico de bezerras leiteiras submetidas à administração contínua de bacteriófagos;
5. Determinar o consumo de alimentos de bezerras leiteiras submetidas à administração contínua de bacteriófagos;

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ADRIANE DALLA COSTA DE MATOS
ANDREZA EBERSOL DOS ANJOS
ANTÔNIO AMARAL BARBOSA
Ana Luiza Kalb
BERNARDO DA SILVA MENEZES
CAROLAINE GARCIA DE MATTOS
CASSIO CASSAL BRAUNER1
EDUARDO SCHMITT1
FRANCISCO AUGUSTO BURKERT DEL PINO1
JOSIANE DE OLIVEIRA FEIJÓ
JULIANO PERES PRIETSCH
LUDGERO REHERMANN LOUREIRO DA SILVA
MARCIO NUNES CORREA1
MILENE LOPES DOS SANTOS
MURILO SCALCON NICOLA
MURYLLO BOTELHO MEDEIROS
NATÁLIA MACHADO RAHAL
VINICIUS DE SOUZA IZQUIERDO
VIVIANE ROHRIG RABASSA2

Página gerada em 25/10/2020 02:34:14 (consulta levou 0.131368s)