Nome do Projeto
Perfil nutricional dos pacientes atendidos em uma unidade básica de saúde em pelotas/RS no ano de 2019.
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
05/01/2021 - 15/12/2021
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde
Resumo
Por diversos anos, o Brasil vem sofrendo um constante processo de Transição Nutricional que resulta em uma diminuição do número de casos de desnutrição e um aumento de casos de excesso de peso. Esta é caracterizada por mudanças de hábitos e práticas alimentares que colaboram para o surgimento de doenças crônicas não transmissíveis (DCNT), incluindo a obesidade, ainda na infância, mas também em todas as outras faixas etárias. O presente trabalho tem o objetivo de identificar o perfil nutricional dos pacientes atendidos pelo setor da área da nutrição na Unidade Básica de Saúde (UBS) da Vila Municipal, na cidade de Pelotas/RS, durante o ano de 2019. Estudo trasnversal descritivo, com metodologia quantitativa a ser realizado em uma Unidade Básica de Saúde da cidade de Pelotas, RS (Vila Municipal). A amostragem será por conveniência. A população do estudo serão os adultos e idosos atendidos pela nutricionista do local, no ano de 2019. O desfecho será o estado nutricional, uma variável categórica, definido pelo Indíce de Massa Corporal (IMC) de cada paciente. As variáveis independentes serão analisadas conforme descritas nos prontuários,

Objetivo Geral

Identificar o perfil nutricional dos pacientes atendidos pelo setor da área de
Nutrição, na Unidade Básica de Saúde (UBS) da Vila Municipal, na cidade de
Pelotas, RS, durante o ano de 2019.

Justificativa

A transição nutricional no Brasil relacionada às mudanças na composição da dieta resulta de escolhas alimentares não saudáveis, as quais contribuem para o surgimento de doenças crônicas não transmissíveis (DCNT).
No ano de 2008, as DCNT corresponderam a 63% dos óbitos sendo as principais causadoras de morte no mundo. Sabe-se que as DCNT são decorrente da combinação de diversos fatores. Entre os fatores de risco para diversas DCNT destaca-se as dietas inadequadas ricas em gorduras saturadas, sódio e açúcares livres (Schmidt et al., 2011). A prática de exercícios fisicos regulares, aliado a uma alimentação adequada de frutas e hortaliças auxiliam na redução de doenças cardiovasculares e no controle do peso. O conhecimento da distribuição dos fatores de risco e protetores é essencial para atuar sobre o processo saúdedoença (MALTA, et.al., 2013).
Diante disso, observa-se a importância do monitoramento do perfil nutricional das populações, a fim de assegurar hábitos de vida mais saudáveis e consequentemente melhor qualidade de vida para todos, por meio de intervenções baseadas em diagnósticos locais. Conforme BASSLER & LEI através de diagnósticos obtidos no âmbito coletivo ou local será possível demostrar fatores determimantes que irão auxiliar para melhoramento de estratégias dos orgãos competentes em suas esferas (BASSLER & LEI, 2008).
Desta forma, atráves deste trabalho pretendemos identificar o perfil nutricional dos pacientes atendidos pelo setor da área de Nutrição, na Unidade Básica de Saúde (UBS), na cidade de Pelotas/RS, durante o ano de 2019, contribuindo para o desenvolvimento futuro de novas práticas de educação alimentar e nutricional (EAN) mais eficazes para a promoção da saúde, bem como auxiliar na elaboração de políticas públicas de promoção e proteção da saúde de pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS).

Metodologia

Estudo transversal descritivo, com metodologia quantitativa a ser realizado em uma Unidade Básica de Saúde da cidade de Pelotas, RS (Vila Municipal). A amostragem será por conveniência.
A população do estudo serão os adultos e idosos atendidos pela nutricionista do local, no ano de 2019.
Serão incluídos todos os indivíduos de 20 anos ou mais atendidos pela
nutricionista e, excluídos os que não tiverem registro nos prontuários, das
variáveis de exposição e do desfecho.
Os dados analisados serão secundários, ou seja, serão utilizados os
dados registrados nos prontuários dos pacientes atendidos pelo setor da nutrição
da Unidade Básica de Saúde da Vila Municipal na Cidade de Pelotas/ RS no ano
de 2019, os quais a nutricionista os têm por meio de sistema eletrônico, não
necessitando acesso presencial do pesquisador (devido o momento atual da
pandemia de Covi-19) ao local.
Os dados de interesse serão incluidos em questionário informatizado.

O desfecho será o estado nutricional, uma variável categórica, definido pelo Indíce de Massa Corporal (IMC) de cada paciente (IMC = 19 (peso/(altura*altura)) e classificado da seguinte forma:
Para os adultos, a classificação será comforme OMS, 2006 e para os idosos, a classificação será conforme LIPSCHITZ, 1994.
As variáveis independentes serão analisadas conforme descritas nos
prontuários.

Os dados serão digitados no Programa Excel® e analisados no Stata® 12.0.
Será realizada frequência de todas as variáveis de interesse e descrição das variáveis em médias e desvio-padrão para as variáveis contínuas e de proporção para as variáveis categóricas. Após, será realizada análise bivariada entre as varáveis independentes e o desfecho. Ao final da análise, as variáveis
com 95% de significancia serão consideradas associadas ao desfecho.

Este projeto tem como princípio o respeito aos preceitos éticos postulados
no Código de Ética dos profissionais nutricionistas, bem como a Resolução nº
466/2012 do Ministério da Saúde (MS) e demais normativas do Conselho Nacional da Saúde (CNS), que estabelece as diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos (Conselho Federal
de Nutrição-Resolução CFN N.º 599/2018. Código de Ética do Nutricionista.
Conselho Federal de Nutrição Resolução CFN N.° 600/2018. Brasil,
Resolução nº 510, de 07 de abril de 2016).
Após aceite para a realização da pesquisa através de cartas de anuência,
o Projeto será cadastrado na Plataforma Brasil e submetido à apreciação de um
dos Comitês de Ética em Pesquisa (CEP) da UFPel. A coleta de dados terá início
somente após aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa.
Os dados usados no estudo serão de origem secundária, obtidos de
prontuários dos pacientes, do setor de Nutrição da Unidade Básica de Saúde
Vila Municipal, com devida anuência do chefe da Unidade Básica de Saúde da
Vila Municipal na Cidade de Pelotas-RS, assim como da nutricionista
responsável pela realização dos atendimentos .
Os dados e resultados da pesquisa serão guardados sobresponsabilidade das pesquisadoras, na Faculdade de Nutrição, Universidade
Federal de Pelotas. Após cinco anos do final da pesquisa, os dados da pesquisa
serão destruídos conforme recomendação. (Brasil, 2013. Resolução nº 466, de
12 de dezembro de 2012).
As pesquisadoras responsabilizam-se em usarem os dados do estudo
apenas para fins científicos, assim como manter o anonimato dos participantes.
Os resultados do estudo serão informados para a Unidade Básica de Saúde
assim que possível.
O presente projeto não apresenta riscos e/ou benefícios diretos aos
participantes, uma vez que os dados analisados serão por meio de fonte secundária (prontuários).

Indicadores, Metas e Resultados

Espera-se avaliar os dados de cerca de 250 pacientes.
Espera-se encontrar os seguintes resultados:
- A prevalência de excesso de peso entre pacientes atendidos pela
nutricionista será elevada.
- A prevalência de excesso de peso será maior entre os pacientes de maior
idade e do sexo feminino.
- A prevalência de doenças crônicas não transmissíveis será elevada,
sendo o diabetes e hipertensão arterial sistêmica as mais prevalentes
entre os pacientes atendidos pela nutricionista.
- Os pacientes com excesso de peso terão maior frequência de DCNT,
assim como os de sexo feminino e maior idade

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
CRISTINA CORREA KAUFMANN3
JULIANA DE FREITAS ROSA DUTRA
MABEL NILSON ALVES1

Página gerada em 31/07/2021 20:53:54 (consulta levou 0.073582s)