Nome do Projeto
Memórias de formação para o Ensino de História: ciclo de palestras com professores/as egressos/as do curso de Licenciatura em História da UFPel
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
01/04/2021 - 31/12/2021
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Humanas
Eixo Temático (Principal - Afim)
Educação / Cultura
Linha de Extensão
Formação de professores
Resumo
O projeto é parte da programação alusiva aos 40 anos do curso de Licenciatura em História da UFPel, comemorados em 2021. Desde sua criação, em 1981, o curso vem se constituindo em espaço de formação de inúmeros profissionais dedicados ao ensino de história e à pesquisa histórica, com atuação tanto na Educação Básica e em cursos de graduação e pós-graduação, como em instituições museais, memoriais ou arquivísticas. O objetivo do projeto é oportunizar à comunidade acadêmica e social o conhecimento dos percursos memoriais dos egressos do curso, de diferentes períodos, a respeito dos seus processos de formação inicial, refletindo sobre os sentidos das construções dessas memórias no tempo presente e sobre os modos como se relacionam com essas experiências formativas.

Objetivo Geral

Oportunizar espaço para construção de memórias sobre os processos de formação para o Ensino de História no curso de Licenciatura em História da UFPel.

Justificativa

O Ensino de história institucionalizado no Brasil, desde o século XIX, tem como marco fundador a inserção do conteúdo de história no currículo do Colégio Dom Pedro II, fundado em 1837. Assim, até meados do século XX, o Colégio Dom Pedro II e o Instituto Histórico Geográfico do Brasil – IGHB –, mantiveram importante influência na construção da disciplina escolar de história, na construção dos currículos e produção de livros didáticos. O primeiro curso de História foi criado em 1934, na Universidade de São Paulo – USP –, quando da criação da primeira Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras. O curso de Licenciatura em História da UFPel foi criado em 1981 e desde então passou por diversas reformulações curriculares, que procuraram destinar maior espaço às disciplinas vinculadas ao ensino de história, considerando abordagens teóricas e metodológicas sobre os processos de ensino e aprendizagem da história. Não há, contudo, nenhuma produção acadêmica que verse sobre os processos de formação de professores de história desta universidade, que considere os diferentes percursos, as ausências na formação, as memórias formativas, as mudanças e permanências curriculares e as contribuições destes profissionais para a formação dos indivíduos sociais. Mesmo considerando que a formação ocorre em diferentes espaços de socialização e que o constituir-se professor é um processo contínuo de diálogo entre os saberes históricos acadêmicos e escolares, o período de formação acadêmica é um marco importante no processo de construção da própria identidade profissional.

Metodologia

As atividades do projeto serão realizadas a partir de duas principais ações: ciclo de palestras de professores/as de história egressos do curso de Licenciatura em História da UFPel e organização de um banco de memórias sobre os processos de formação destes professores. As palestras ocorrerão quinzenalmente, de maio a novembro de 2021, e serão transmitidas de forma online para a comunidade em geral, através da página do Facebook do Laboratório de Ensino de História – LEH/UFPel. Nessas oportunidades, os professores serão convidados a rememorarem os processos de formação que vivenciaram durante o período de graduação, considerando quatro temas em especial: - o currículo do curso e as disciplinas de caráter pedagógico/prático de formação de professores; - as referências bibliográficas que marcaram sua formação; a experiência vivenciada nos estágios curriculares; as lembranças do corpo docente e das aulas na Universidade. As narrativas dos professores egressos serão organizadas em um banco de dados junto ao Laboratório de Ensino de História, e disponibilizado aos professores, alunos de graduação e pós-graduação que atuam no campo de pesquisa em Ensino de História, com o objetivo de contribuir para a construção da história do curso de licenciatura e, de igual modo, para a história da disciplina escolar de história.

Indicadores, Metas e Resultados

O projeto propõe “examinar o valor das lembranças e dos conteúdos que essa memória arquiva” (ESCOLANO BENITO, 2017, p. 177), pois considera que assim, possibilitará a reflexão, a problematização e o dizer sobre novas e velhas questões: Como o ensino de história se constitui ao longo destes últimos quatro séculos? Qual tem sido o espaço pedagógico/prático de formação de professores no curso de licenciatura em história? Quais as mudanças e/ou permanência nas concepções do ensino de história nesses 40 anos? Que desafios e perspectivas o curso de licenciatura deve assumir no contexto atual? A ações educativas empreendidas nos diferentes períodos do curso repercutem ainda hoje na identidade profissional dos professores em atuação? As memórias compartilhadas nos possibilitam múltiplas abordagens para a construção da história do ensino de história, além de possibilitar a interação entre professores de história e licenciando do curso de história, e assim, novas memórias de formação para o ensino de história.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALESI GOULART DUARTE
BEATRIZ BARBOSA BENDER
DANIEL SIAS DA SILVA
FRANC ISLABÃO DUARTE
Franklin Donatello Rosa da Silva
JÉSSICA RENATA SANTOS SILVA
LISIANE SIAS MANKE2
MAURO DILLMANN TAVARES2
ROSANA IVANETE OLIVEIRA DA ROCHA
TAMARA OSWALD

Página gerada em 17/09/2021 00:02:49 (consulta levou 0.159951s)