Nome do Projeto
Preservação e Investigação do Patrimônio Moderno e Contemporâneo
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
13/04/2021 - 12/04/2023
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Multidisciplinar
Resumo
O Projeto "Preservação e Investigação do Patrimônio Moderno e Contemporâneo" é uma iniciativa de longa duração para a investigação material e o desenvolvimento de novas estratégias de preservação e metodologias de investigação de bens culturais, históricos e artísticos modernos e contemporâneos, para responder questões históricas, artísticas, de conservação-restauração e autenticação. O foco é no contexto brasileiro, mas investigações de objetos de outras nacionalidades poderão ser consideradas para fins comparativos. O projeto é formado por diferentes ações e cada uma integra profissionais de áreas estratégicas para o seu desenvolvimento, unindo atuações de, por exemplo, químicos, conservadores-restauradores, museólogos, historiadores da arte e integrantes da sociedade. Rompe-se, portanto, a disciplinaridade e as barreiras entre academia e sociedade.

Objetivo Geral

O objetivo geral é a investigação material e o desenvolvimento de novas estratégias de preservação e metodologias de investigação de bens culturais, históricos e artísticos modernos e contemporâneos, para responder questões históricas, artísticas, de conservação-restauração e autenticação.

Justificativa

Os bens culturais materiais modernos e contemporâneos, como qualquer outro material, carregam informações sobre seus processos de criação e produção, e sofrem processos de degradação. Neste contexto, investigações químicas são fundamentais para a recuperação de informações históricas, conhecimento de seus processos de degradação, avaliação de seus estados de conservação, proposição de estratégias mais adequadas de conservação-restauração, e condução de processos de autenticação. Pensando nisso, nos últimos anos, vimos atuando na investigação de objetos de (ou atribuídas a) artistas como Pollock, Tarsila do Amaral, Volpi, Amedeo Modigliani, Emmanuel Nassar, Guignard, Rita Letendre, Jesús Soto, João Fahrion e objetos pertencentes à artista Carmen Miranda.

Não apenas a investigação desses objetos é importante nos contextos acima citados, mas também o desenvolvimento de técnicas e metodologias analíticas para a sua investigação. Por isso, considerar-se-ão, também, ações que discutam novas estratégias de caracterização desses bens, como é o caso de pesquisas que vimos desenvolvendo junto ao Instituto Getty de Conservação, de Los Angeles, nos Estados Unidos da América. Nesse projeto, conduzimos investigações sobre as potencialidades de SHINERS (Shell-Isolated Nanoparticle Enhanced Raman Spectroscopy) na investigação de materiais presentes em bens culturais.

Também, de extrema importância, tem-se o desenvolvimento de ações voltadas para a conservação preventiva. Apesar dos resultados acima citados fomentarem tomadas de decisão para a definição de estratégias mais adequadas de conservação preventiva, se propõe, aqui, uma discussão teórica-metodológica moderna para a preservação de bens culturais. Não se dá foco, portanto, à conservação preventiva de bens culturais modernos, mas sim na conservação preventiva moderna de bens culturais. Se reconhece que a conservação preventiva está estagnada no tempo quando comparada com a evolução das teorias de Conservação-Restauração e Patrimônio, e neste contexto iremos discutir uma proposta inovadora do décimo primeiro agente de deterioração.

Por fim, a produção desses resultados e o desenvolvimento científico se completa ao entrar em contato com a sociedade, quebrando as barreiras entre a academia e a comunidade. Neste contexto, portanto, daremos continuidade às atividades que vimos desenvolvendo nos últimos anos de preservação do patrimônio através do ensino médio de química e o ensino de química através do patrimônio.

Este projeto está dividido em quatro ações:
1) Estudos dos materiais e técnicas de bens culturais modernos e contemporâneos;
2) Desenvolvimento de técnicas e metodologias analíticas para a investigação de bens culturais;
3) Conservação preventiva moderna de bens culturais;
4) Ação integrada para preservação do patrimônio, ensino de química e alfabetização científica.

Metodologia

Várias metodologias serão usadas, dependendo da ação considerada. Para os estudos dos materiais e técnicas de bens culturais modernos e contemporâneos, as metodologias serão aquelas que vimos usando, envolvendo técnicas analíticas como micro-espectroscopia Raman, micro-espectroscopia FTIR-ATR, XRF e SEM-EDS, sempre avaliando-se caso a caso as necessidades. Além disso, se fará uso de outras abordagens, como inspeção visual, investigação por microscopia e estereomicroscopia, luz em ângulo rasante e luminescência no visível induzida por UV, também avaliando-se caso a caso.

Para o desenvolvimento de técnicas e metodologias analíticas para a investigação de bens culturais, também daremos continuidade ao uso das metodologias de nosso projeto anterior sobre SERS (Surface Enhanced Raman Scattering) e SHINERS, com a produção de nanopartículas de Au e Ag revestidas com sílica. Mas também consideraremos outros materiais se julgarmos necessário durante o processo, como alumina para a produção das cascas das nanopartículas.

Para o desenvolvimento de estratégias modernas de conservação preventiva, faremos fusões de metodologias das áreas de Conservação Preventiva, Museologia, Patrimônio e Conservação-Restauração, com a abordagem de profissionais das respectivas áreas e especialidades do conhecimento. Este item se integra à nossa última ação apresentada, de preservação do patrimônio, ensino de química e alfabetização científica. Neste caso, seguiremos com as metodologias que já desenvolvemos, aplicamos, avaliamos e publicamos.

Indicadores, Metas e Resultados

Da primeira ação (Estudos dos materiais e técnicas de bens culturais modernos e contemporâneos), tem-se como metas e resultados esperados responder questões históricas, artísticas, de conservação-restauração e autenticação.

Da segunda ação (Desenvolvimento de técnicas e metodologias analíticas para a investigação de bens culturais), tem-se como metas e resultados esperados ampliar as potencialidades de técnicas analíticas, como a espectroscopia Raman, no campo do patrimônio cultural.

Da terceira ação (Conservação preventiva moderna de bens culturais), tem-se como metas e resultados esperados discutir e propor o décimo primeiro agente de deterioração, ampliando o campo de atuação da conservação preventiva.

E da quarta ação (Ação integrada para preservação do patrimônio, ensino de química e alfabetização científica), tem-se como metas e resultados esperados promover a preservação do patrimônio através da química do ensino médio e promover o ensino de química através do patrimônio, utilizando-se de resultados científicos de trabalhos desenvolvidos em nosso grupo de pesquisa.

Como indicadores, espera-se a produção de resultados, publicações e apresentação de trabalhos em meios nacionais e internacionais de comunicação.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANGELICA DE AVILA MARTINS
CARLA RODRIGUES GASTAUD2
CAROLINA MORAES MARCHESE
CHAIANI BATTISTI
DANIEL MAURICIO VIANA DE SOUZA2
DIEGO LEMOS RIBEIRO2
Fabio Rodrigues
Gustavo Fernandes Souza Andrade
Humberto Farias de Carvalho
Karla Balzuweit
Laís Feltrin Sidou
Paula Viviane Ramos
SAILER SANTOS DOS SANTOS
TERESA CRISTINA TOLEDO DE PAULA
THIAGO SEVILHANO PUGLIERI12

Página gerada em 28/11/2021 15:28:59 (consulta levou 0.110034s)