Nome do Projeto
Do Sal ao Açúcar, a história culinária de Pelotas
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
08/09/2021 - 09/12/2022
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Humanas
Resumo
O ciclo do charque iniciou-se na cidade de Pelotas no final do século XVIII e pode-se dizer que a tradição doceira remonta esse ciclo, um dos mais promissores períodos da história do Rio Grande do Sul. O fim do ciclo do charque em Pelotas ocorreu principalmente pela a abolição da escravatura em 1888, restando aos “barões do charque” criarem um novo ciclo econômico nacidade, que dura até hoje: o Ciclo do Arroz. Este trabalho pretende sistematizar as informações históricas das produções e preparos alimentares que auxiliaram no desenvolvimento cultural e social de Pelotas e sua região. Visa também contribuir na promoção de ações para divulgação e valorização dos saberes e da cultura local, contribuindo com a revitalização e fortalecimento dos atores do setor.

Objetivo Geral

Investigar, identificar, organizar e difundir receitas e produtos alimentares tradicionais de Pelotas e região, influenciando a preservação do patrimônio cultural material e imaterial, assim como turismo regional.

Justificativa

As produções de Pelotas e região, entre elas o charque, os doces e o arroz, carregam consigo forte importância, tanto em termos econômicos quanto em termos históricos. Faz-se necessário investigar, organizar, valorizar e difundir essas expressões culturais e sociais da região Sul.
Dessa forma o interesse da pesquisa se enquadra numa proposta ligada à valorização do patrimônio cultural e memória social regional.

Metodologia

A primeira fase do projeto consiste na realização de um apanhado histórico retratando os diferentes cultivares, hábitos e receitas produzidas na cidade de Pelotas e região – o começo da história; analisando e avaliando a influência destes na formação socioeconômica e cultural gaúcha.
Numa segunda fase prevê-se realizar conversas e entrevistas com pessoas ligadas aos setores; visitas técnicas à entidades históricas, para resgatar as diversas formas de cultivo/preparo/armazenamento dos alimentos.

Indicadores, Metas e Resultados

Ao atingir os objetivos propostos, pretende-se produzir material com as receitas e produtos tradicionais que contemplam a história de Pelotas e região, visando valorizar e promover a cultura gaúcha regional; promover eventos gastronômicos para reproduzir e divulgar as informações coletadas; apresentar os dados e resultados em eventos científicos; contribuir com os estabelecimentos locais que tenham interesse em utilizar as receitas e histórias; Outro resultado pretendido é a ampla divulgação online, com acesso público em geral.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALCIDES GOMES NETO3
FELIPE FEHLBERG HERRMANN2
RENATA TORRES ABIB BERTACCO

Página gerada em 29/06/2022 16:36:30 (consulta levou 0.080085s)