Nome do Projeto
SABio 2022 - Biologia e Política: o que temos a ver com isso?
Ênfase
Ensino
Data inicial - Data final
24/06/2022 - 30/09/2022
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Biológicas
Resumo
A Semana Acadêmica de Ciências Biológicas (SABio) é um evento que ocorre anualmente na Universidade Federal de Pelotas, promovido pelo Centro Acadêmico dos cursos em Ciências Biológicas e construído por uma comissão organizadora composta por discentes e docentes. A SABio tem foco voltado para estudantes de graduação, profissionais e simpatizantes das áreas, com o intuito de promover debates acerca de temáticas do cotidiano da profissão de biólogo. A SABio deste ano tem o intuito de debater como a política molda e afeta o coletivo possibilitando a solução de problemas em áreas de educação, etnoecologia, conservação da biodiversidade e planejamento urbano. Além disso, visa entender a bolha científica em que estamos cotidianamente inseridos, incluindo suas causas e consequências na sociedade brasileira e o quanto isso pode ser prejudicial (visto a falta de contato entre a academia e a sociedade). Desta forma, é possível refletir sobre meios de adaptação e ferramentas para modificar a comunicação da ciência para fora da universidade, combatendo a disseminação do negacionismo científico interligando com os demais eixos temáticos abordados, a saber: (i) Educação como ferramenta política; (ii) Etnoecologia de saberes ancestrais; (iii) Biodiversidade e conservação; (iv) Planejamento urbano e meio ambiente. A formação de biólogos deve ser preparada visando abordar novas perspectivas do mercado de trabalho relacionada com a sustentabilidade e o combate as mudanças climáticas na era do Antropoceno. Além de dar visibilidade à etnoecologia e aos saberes ancestrais que possuem, também, teor científico, mas que, infelizmente, são apagados e negligenciados dentro do contexto acadêmico. Sendo assim, não há pesquisas extensionistas suficientes para reproduzir esses conhecimentos e preservá-los em prol da memória da cultura brasileira. Por fim, visamos a formação de biólogos politizados em comunhão, uma grande comunidade unida, que tem potência para mudar os rumos das crises ambientais contemporâneas.

Objetivo Geral

Criar um ambiente que possibilite aos acadêmicos debaterem a influência do profissional biólogo na política e nas esferas do mercado de trabalho e como isso afeta nas intersecções inerentes a esta profissão em seus vários eixos de atuação, tanto no bacharelado quanto na licenciatura.

Justificativa

O desenvolvimento de uma Semana Acadêmica direcionada aos desafios encontrados pelo negacionismo científico e crises ambientais, pede por inovações dentro da formação do biólogo e de seu papel político dentre a barreira entre o meio científico e a sociedade. Tudo isso é fruto do analfabetismo científico que governantes usam para reproduzir uma economia decadente de exploração do meio ambiente sem sua conservação.
Logo, a educação ambiental pode ser uma forte aliada como ferramenta política ao combate do analfabetismo científico, sendo necessário uma nação que conecte o conhecimento científico com os contextos sociais para transformar nossa realidade na qual o profissional está inserido. Não somente a educação voltada para o ensino fundamental e médio, mas como a educação popular que visa a disseminação do conhecimento em todas as classes sociais. Dito isso, é fundamental consagrar o conhecimento ancestral, dentro da etnobiologia, pois se obtém laços culturais dos conhecimentos tradicionais ao transformá-los em conhecimentos acadêmico-científicos. O grande desafio encontrado é como formular através desses vários eixos que formam um biólogo transmitir a conscientização de forma ampla, para fora da Universidade e da comunidade científica.

Metodologia

Neste ano, a comissão organizadora da SABio desenvolverá atividades remotas através de palestras, mesas redondas e minicursos em turno integral, contando com o auxílio de professores, estudantes de pós-graduação e gestores da UFPel para mostrar o desenvolvimento de pesquisas científicas dentro da Universidade e fora dela. Desta forma, pretende-se contar com a participação destes na apresentação e elaboração de palestras e mesas redondas, para disseminar o conhecimento científico na comunidade acadêmica. Durante as atividades presenciais da SABio, haverá a possibilidade de os discentes apresentarem seus trabalhos realizados no ensino, pesquisa e/ou extensão de uma maneira resumida (no máximo 10 minutos), com a finalidade de divulgar e dialogar com os colegas do curso acerca do que vem sendo produzido dentro do Instituto de Biologia. Pesquisadores de outras universidades e instituições poderão ser convidados para apresentar palestras e participar de mesas redondas, conforme os assuntos dentro dos temas estabelecidos.
As palestras e as mesas redondas serão transmitidas virtualmente, a partir de ferramentas de videoconferência StreamYard e transmitidas pelo web site YouTube, no período da tarde e noite. Os minicursos serão ministrados nos turnos manhã e tarde de forma presencial. Haverá um controle de frequência através de lista de presença, que será revisada e terá as horas contabilizadas para futura utilização na emissão de certificados. Esses, por sua vez, só serão emitidos aos alunos que tiverem participação maior ou igual a 75% de frequência no evento. A avaliação do evento será realizada posteriormente pelos participantes, através da aplicação de questionários para investigar a satisfação dos envolvidos e possíveis melhorias no futuro.

Indicadores, Metas e Resultados

- Promover palestras que abordem a realidade das Ciências Biológicas como ferramenta política contra a disseminação de informações pseudocientíficas, buscando o desenvolvimento mais profundo da alfabetização científica para fortalecer a formação dos biólogos(as) através dos eixos fundamentais da Universidade (ensino, pesquisa, extensão e inovação);
- Projetar o biólogo no ramo de inovação, sendo startups um nicho de mercado ainda não desbravado com grandes potencialidades;
- Expandir a perspectiva dos acadêmicos em relação a assuntos vinculados às Ciências Biológicas pouco abordados nas disciplinas da graduação;
- Estimular o desenvolvimento de acadêmicos críticos e reflexivos, com o intuito de construir membros politicamente ativos e engajados na sociedade promovendo discussões acerca das Ciências como uma via não passível de neutralidade em termos políticos e o papel do biólogo em meio ao negacionismo científico;
- Politizar a formação de biólogos dentro da agroecologia, agricultura orgânica e cooperativas como forma de desenvolvimento sustentável do campo e grande aliada ao combate ao agravamento das mudanças climáticas;
- Expandir e disseminar os saberes ancestrais sobre a biodiversidade, assim como seu papel na conservação de espécies e combate ao agravamento das mudanças climáticas;
- Debater o papel do cientista e da universidade como divulgadores e disseminadores de saberes científicos, bem como discutir as problemáticas da bolha científica e como derrubá-la;
- Divulgar as pesquisas que ocorrem no Instituto de Biologia de forma clara, objetiva e didática, visando atingir a uma ampla quantidade de discentes, docentes e demais envolvidos.

Como resultados espera-se um amplo engajamento e uma diversificação nas discussões geradas a partir das ações e atividades a serem desenvoldias dentro das temáticas abordadas, com o intuito de estimular o senso crítico dos participantes, principalmente dos acadêmicos do curso de Biologia da UFPel. A ideia é fornecer atividades complementares para os discentes, visando manter a participação efetiva dos discentes e docentes do IB nas discussões pertinentes à profissão do biólogo, assim como diminuir a evasão e desistência do curso de Ciências Biológicas.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
BIBIANA LUIZI GROFF
CARLOS HENRIQUE MACEDO VARGAS
CRISTIANO AGRA ISERHARD2
EMANUEL SCHERDIEN DA ROSA
Isabel Gomes Vieira
JESSYCA SIEMIONKO DE ANTONI
JULIA DURO BRAGA
JULIANA CORDEIRO3
JULIANA GOULART NOGUEIRA
KAILANE FLORES MARTINS
LUIZ ERNESTO COSTA SCHMIDT3
MARCOS PIZZATTO DE AZEREDO
RAQUEL LUDTKE1
RICARDO FARIAS AFONSO
SEBASTIAN FELIPE SENDOYA ECHEVERRY3
VINICIUS DA COSTA RODRIGUES
VIVIAN DE SOUZA CENTENO

Página gerada em 07/07/2022 04:52:54 (consulta levou 0.094199s)