Nome do Projeto
MODOS DE PRODUÇÃO E PARTICIPAÇÃO NAS CULTURAS DO ESCRITO POR POMERANOS DA REGIÃO SUL (SÉCULO XX)
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
01/08/2022 - 31/08/2025
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Humanas
Resumo
O projeto está ancorado na perspectiva da História Cultural (BURKE, 2005; CHARTIER,1989) com foco na história da cultura escrita (práticas de escrita e leitura). A proposta tem como objetivo geral verificar os modos de participação nas culturas do escrito (GALVÃO, 2010) pelo grupo étnico pomerano, no sul do Rio Grande do Sul, a partir de indivíduos, famílias ou grupos das comunidades rurais da região sul no século XX. Os pomeranos são um grupo étnico oriundo da região da Pomerânia. Se instalaram no sul do Rio Grande do Sul, na Serra dos Tapes, em meados do século XIX, na região meridional do RS, nos municípios de Pelotas, Canguçu e São Lourenço do Sul (THUM, 2010, WEIDUSCHADT, 2007). O problema mobilizador do projeto é: como e por que os pomeranos guardam os registros escritos em seus arquivos pessoais entre as diferentes gerações, tendo por base seus os aspectos culturais? O que guardam e por que guardam? A hipótese é de que os materiais escritos dão sentidos simbólico aos aspectos culturais entre os pomeranos. O conceito de cultura escrita problematizado está ancorado na acepção antropológica utilizado por Galvão (2010) considerando-a como “o lugar – simbólico e material – que o escrito ocupa em/para determinado grupo social, comunidade ou sociedade” (GALVÃO, 2010, p. 218). As pesquisas sobre os pomeranos tem o foco na imigração, escolarização e aspectos culturais (DREHER, 2000; WEIDUSCHADT, 2007, THUM, 2010,), porém, ainda não há investigação específica sobre os modos de participação e produção dos artefatos escritos que analisem a relação simbólica entre a participação desse grupo étnico nas culturas do escrito (GALVÃO, 2010). Será realizada a coleta de materiais escritos (manuscritos e impressos) para salvaguarda no centro de memória e pesquisa História da Alfabetização, Leitura, Escrita e dos Livros Escolares (Hisales - UFPEL). Junto de cada coleta de dados, serão realizadas entrevistas dialogadas sobre o uso e/ou produção dos materiais junto aos doadores.

Objetivo Geral

A proposta tem como objetivo geral verificar os modos de participação e/ou de produção nas culturas do escrito (GALVÃO, 2010) pelo grupo étnico pomerano, no sul do Rio Grande do Sul, a partir de indivíduos, famílias ou grupos das comunidades rurais da região sul no século XX.

Justificativa

Esse tema é importante para a área de História da Educação, bem como para as áreas correlatas, pois já há pesquisas realizadas sobre a imigração e escolarização do grupo étnico pomerano na região sul (DREHER, 2000; WEIDUSCHADT, 2007, THUM, 2010,). No entanto, não investigam os modos de produção e participação dos pomeranos na cultura escrita a partir dos artefatos, tais como cartas, cartas de proteção, lembranças de batismo, cadernos de registros cotidianos (contas, receitas, controles domésticos) e suas relações simbólicas junto aos aspectos culturais. Assim, a pesquisa procura dar visibilidade às práticas não escolares desse grupo.

Metodologia

O projeto está ancorado na perspectiva da História Cultural (BURKE, 2005; CHARTIER,1989) com foco na história da cultura escrita (práticas de escrita e leitura). O problema mobilizador do projeto é:
- Por que os pomeranos guardam os registros escritos em seus arquivos pessoais entre as diferentes gerações, tendo por base seus os aspectos culturais?
Derivados da pergunta mobilizadora, outras questões são:
- Quais os artefatos produzidos?
- O que guardam?
- Onde guardam?
- Como guardam?

Será realizada a coleta de materiais escritos (manuscritos e impressos) para salvaguarda no centro de memória e pesquisa História da Alfabetização, Leitura, Escrita e dos Livros Escolares (Hisales - UFPEL). Junto a cada coleta de dados, serão realizadas entrevistas dialogadas sobre o uso dos materiais junto aos doadores.

Indicadores, Metas e Resultados

Espera-se a produção de, pelo menos, um livro com a temática pesquisada, bem como a produção e divulgação em eventos científicos, bem como periódicos científicos qualificados.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALINE HERBSTRITH BATISTA
ANA BEATRIZ DEVANTIER HENZEL
Adriene Coelho Ferreira Jerozolimski
CHRIS DE AZEVEDO RAMIL5
GABRIEL BARCELLOS NUNES
JOSEANE CRUZ MONKS
LEONARDO CAPRA
LÉIA BEATRIZ SELL
NICÉIA SILVA MENDES
NIKOLE SCHELLIN WILLE
PATRICIA WEIDUSCHADT2
VANIA GRIM THIES4
VERA LUCIA SCOTTO LEITE

Página gerada em 13/04/2024 13:35:45 (consulta levou 0.154248s)