Nome do Projeto
Parceria, pesquisa e ações na Escola e na Universidade - Programa Escolas Protagonistas
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
07/08/2023 - 31/12/2026
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Multidisciplinar
Resumo
O presente projeto está relacionado ao “Programa Escolas Protagonistas” e tem como objetivo compreender, a partir do diálogo com as escolas, os processos, os espaços, os sujeitos e sua comunidade numa perspectiva da pesquisa participante, integrando saberes teóricos e da realidade vivida para pensar novas possibilidades de ação educativa no ensino, na pesquisa e na extensão. Podemos destacar o conhecimento articulado nas dimensões teórica e prática e organizado de forma indissociável no ensino, na pesquisa e na extensão no campo da formação acadêmica integrado à educação básica como pilares ontológicos na formação dos sujeitos na educação. Isso significa que há uma organicidade nos processos empreendidos pelos sujeitos nas escolas e na universidade constituindo, assim, o campo da formação inicial e continuada. A partir da compreensão que o processo formativo ultrapassa os limites da Universidade e que tem a Escola como locus central desse desenvolvimento, tem-se como potencial investigativo e reflexivo o trânsito permanente dos diversos sujeitos nesses espaços. Isso significa que graduandos, professores, crianças, adolescentes, adultos em interação permanente impactam reciprocamente os processos de aprendizagem e de desenvolvimento. Nesse sentido, pensar juntos/as problemas concretos dos sujeitos e da escola e, por consequência, encaminhamentos possíveis, tornam-se imperativos da própria interação. Tendo em vista esse contexto, o presente projeto busca estabelecer parcerias entre escolas e a UFPel visando criar e/ou consolidar vínculos formativos e propõe que as ações de pesquisa, de extensão e de ensino sejam definidas a partir de um planejamento conjunto que envolva os integrantes da escola e da universidade, fundamentado nas questões concretas da escola parceira.

Objetivo Geral

Compreender, a partir do diálogo com as escolas, os processos, os espaços, os sujeitos e sua comunidade numa perspectiva da pesquisa participante, integrando saberes teóricos e da realidade vivida para pensar novas possibilidades de ação educativa no ensino, na pesquisa e na extensão.

Justificativa

A parceria entre as Redes, as Escolas e a Universidade não é algo novo e vem se desenvolvendo através de programas, projetos e de ações relacionados aos componentes curriculares, principalmente dos Cursos de Licenciatura. Entretanto, tem sido cada vez mais destacada a necessidade dessa interlocução ser continuada e duradoura, representando a possibilidade de pensar novas ações que atendam às necessidades das escolas, seja no âmbito das aprendizagens, da gestão, das relações sociais, entre outros.
No contexto de retomada do ensino presencial nas instituições, após dois anos de afastamento decorrente da pandemia da COVID-19, alguns desafios se intensificaram, como o diagnóstico e acompanhamento das trajetórias escolares de crianças e adolescentes, não só apenas a partir do planejamento, que considera os avanços necessários para alcançar patamares e indicadores importantes nas aprendizagens e desenvolvimento dos estudantes, mas também diante da urgência de assegurar o direito à educação e pensar estratégias de minimizar os efeitos da pandemia.
Nesse sentido, o projeto preconiza o fortalecimento da parceria através da interlocução permanente entre escola e universidade organizando a partir do planejamento conjunto ações de pesquisa, de ensino e de extensão, considerando as especificidades e questões próprias das escolas.

Metodologia

A proposta metodológica é, a partir do diálogo permanente com as cinco (05) escolas participantes definidas junto às redes (E.M.E.F. Dr. Joaquim Assumpção; E.M.E.F. Jeremias Fróes (Rede municipal de Pelotas); EEEM Dr Augusto Simões Lopes; Colégio Estadual Félix da Cunha (Rede Estadual de Pelotas) e EMEF Profª Margarida Gastal (Rede municipal do Capão do Leão) e a Escola Est Ens Medio Joao de Deus Nunes (Rede estadual de Canguçu)), realizar o levantamento de demandas para então realizar estudos e planejamento de ações em conjunto pela universidade e escola, de modo a atender às necessidades da rede de educação básica, evidenciando então o Protagonismo da Escola.
Nesse sentido, as ações de pesquisa estarão voltadas para a observação do cotidiano da escola a partir do espaço físico, do planejamento, das relações sociais na escola e na comunidade; da análise do currículo, dos documentos normativos, e das propostas pedagógicas desenvolvidas e da realização de entrevistas semi-estruturadas buscando compreender as percepções, avaliações e representações que os sujeitos, sejam professores e funcionários, sejam estudantes, têm de suas práticas educativas.
A metodologia está baseada na concepção de pesquisa participante que tem como pressuposto que o conhecimento é produzido de forma coletiva pelos sujeitos inseridos nos contextos educativos pensando possibilidades de transformação. (RODRIGUES BRANDÃO, C.; CORREA BORGES, M. A pesquisa participante: um momento da educação popular. Revista de Educação Popular, Uberlândia, v. 6, n. 1, 2008. DOI: 10.14393/REP-2007-19988).
Além das ações de pesquisa, o projeto prevê ações específicas de ensino a partir da organização do grupo de estudos denominado “Encontros formativos” para a discussão de temas, teorias, pesquisas e elementos das escolas para subsidiar as ações de pesquisa e extensão.
Também estão previstos no projeto ações de extensão planejadas a partir dessa articulação com a escola tendo como ponto de partida o diagnóstico realizado em cada uma das escolas participantes.

Indicadores, Metas e Resultados

Fortalecimento da parceria com as redes e escolas de Pelotas, Capão do Leão e Canguçu.
Mapeamento e diagnóstico dos desafios, dificuldades, problemas e possibilidades dos processos educativos na escola.
Acompanhamento das trajetórias escolares dos estudantes das escolas.
Qualificação da formação dos estudantes dos Cursos de Licenciatura através da articulação das dimensões teoria e prática nas ações de pesquisa, ensino e extensão nas escolas.
Qualificação dos processos escolares através do diálogo permanente entre escolas e universidade.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALIANA ANGHINONI CARDOSO6
ALICE NEUTZLING THUROW
ALINE DE SOUZA MUNIZ
AMANDA DE OLIVEIRA BEHLING
ANA PAULA CHIARELLI
ANALISA ZORZI4
ANTONIO MAURICIO MEDEIROS ALVES2
ARIANA SILVEIRA BORGES
BIANCA WOLTER DA SILVA
BRUNA FERREIRA BESSA
DIULIA HELLVIG DIETRICH
Danielle Borges Lopes
Dienifer Morales Mallue
ERIKA DOS SANTOS GILLMEISTER BONOW
Eduarda Pinto de Souza dos Santos
INES HALLAL GOMES
JEAN CARLOS RAMOS PORTO
Jennifer Xavier dos Passos Gonçalves
KARINA RANGEL GAUTERIO
LAIZE AMARAL DA COSTA
LAUANDA DA SILVA FURTADO
LUANA PERES GULARTE
Letícia Chrisostomo Bortt Moreira
MATEUS MARTINS CLAUS
MICHEL DE MOURA FONSECA
MONICA VAZ LIMA
Mariana Junquer gayer Mendes
NATANI BIERHALS WITH
RAFAELA ELERT STRELOW
Raila Graciela Ferraz Saraiva
STEFANE CASTRO SOARES DE OLIVEIRA
TUANE SILVA JAMBEIRO
VICTOR FAGUNDES DE LARA
ÉMERSON GERARD DA SILVA RAMIRES

Página gerada em 16/04/2024 13:24:56 (consulta levou 11.535725s)