Nome do Projeto
SESC-UFPEL: perspectivas artísticas, científicas e culturais
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
18/08/2022 - 18/08/2026
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Linguística, Letras e Artes
Eixo Temático (Principal - Afim)
Cultura / Cultura
Linha de Extensão
Artes integradas
Resumo
Projeto para dar continuidade ao desenvolvimento de ações e, consequentes, atividades da UFPEL realizadas em parceria com o SESC. A partir do Acordo de Cooperação Técnica, Científica e Cultural, nº 10/2017, assinado com o SESC, em setembro de 2017, cuja nova versão objetiva-se elaborar e assinar em 2022, a Pró-Reitoria de Extensão e Cultura propõe, através da nova proposição deste projeto de unificado, com ênfase em extensão SESC-UFPEL: perspectivas artísticas, científicas e culturais, oferecer à comunidade acesso e participação às atividades que forem desdobradas e realizadas em parceria com o SESC, potencializando a interação, qualificando-se como instituição, formando público às áreas em cuja formação investe e impulsionando a produção e a inovação tecnológica.

Objetivo Geral

A partir da execução de oficinas, workshops, seminários, comunicações, produções artísticas e interações culturais, o projeto busca oportunizar capacitações técnicas, artísticas e culturais das potencialidades da comunidade discente, docente e técnica-administrativa da UFPEL a partir da interação com a comunidade em geral, especialmente no que tange:
- formação musical, cênica, visual, performática, cinematográfica, circense e de produção cultural;
- gerar cultura e formação de público para a música, dança, teatro, artes visuais, cinema, circo e interações culturais;
- incentivar as expressões populares;
- incentivar atividades de esporte e lazer;
- valorizar este escopo na formação do cidadão e da cidadã em idade escolar.

Justificativa

A artes e as práticas culturais, como fenômeno universal, são formadas por signos e significados que tem força de criar senso de pertencimento, laços afetivos e sensíveis e identificações entre grupos sociais. De acordo com a literatura, são traços muito expressivos de união e expressão entre os povos. pelas experiências artísticas e culturais sujeitos, independente de idade, colocam suas
emoções, sensações e percepções em relação a si mesmo e ao mundo.

Com a proposta de apresentar a diversidade e a potencialidade da produção artístico-cultural produzida pela UFPEL, em seus âmbitos acadêmicos de ensino, pesquisa,
extensão e inovação, na relação com o que a sociedade produz, projeta e frui, e visando a promoção, circulação e a formação de público para as manifestações artísticas culturais, a presente proposta
justifica-se pela proposição de integração entre artistas e sociedade valorizando, incrementando e potencializando o papel importantíssimo que instituições como SESC promovem também nesta direção. A realização de tal projeto surgiu a partir da experiência de apoio aos Festivais
Internacionais SESC de Música realizados em Pelotas e mostra o quanto, já no período de vigência do Acordo de Cooperação de 2017 a 2021, a parceria entra a UFPel e SESC potencializam não apenas ações com a música mas com as demais expressividades artísticas e interações culturais que acontecem em Pelotas e região. As expressão das potencialidades dos recursos humanos da UFPEL, com a parceria da equipe do SESC, já configura e poderá configurar ainda mais um conjunto de ações artísticas e culturais envolvendo a comunidade dentro do conceito de circuitos culturais, caracterizados pela sua
mobilidade, descentralização e multiplicidade em suas articulações e interdependências.

Metodologia

Propõe-se como estratégia metodológica a aplicação e o desenvolvimento do conceito de trama cultural. Um conceito que se define pela oposição, direcionando e redirecionando os significados e significantes culturais na sua relação de proximidade com a vida e com a estética da existência na qual a diferença se afirma como um modo de ser aliado ao sensível. A estratégia metodológica segue pela metáfora da trama sendo coerente com os trabalhos que se vem desenvolvendo na Universidade Federal de Pelotas em parceria com o SESC identificando os traços de singularidades e diferenças.
Em síntese:
1. Identificação das ações/atividades e demandas para execução;
2. Formação dos agentes/ministrantes/mediadores;
3. Cronograma das atividades;
4. Inscrições de interessados;
5. Execução das atividades;
6. Relatório;
7. Avaliação e replanejamento.

Indicadores, Metas e Resultados

Indicadores
- Ações relacionadas ao Festival Internacional SESC de Música;
- Ações relacionadas a atividades voltadas para dança, teatro, artes visuais, performance, circo, cinema e interações culturais de diferentes naturezas;
Metas
- Apresentações, mostras, exposições e interações artístico-cultuais, seminários e cursos de extensão.
Resultados
- Qualificação, quantificação e integração dos envolvidos.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ELEONORA CAMPOS DA MOTTA SANTOS3
EVERTON IBERSE
RAQUEL SILVEIRA RITA DIAS3
ROBERTA LOCATELI RAMIREZ

Página gerada em 28/02/2024 22:33:41 (consulta levou 0.121705s)