Nome do Projeto
Vulnerabilidade e Saúde mental: Estratégia de cuidado com atividades grupais na atenção primária em saúde.
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
01/02/2023 - 01/12/2024
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde
Eixo Temático (Principal - Afim)
Saúde / Saúde
Linha de Extensão
Saúde da família
Resumo
Trata-se de um projeto de extensão que visa promover atividades grupais em Saúde Mental para usuários em situações de vulnerabilidades na atenção primária em saúde (comunidade Dunas em Pelotas). A Metodologia se dará primeiramente pela identificação de usuários com demandas de Saúde Mental ou que estejam em situações vulnerabilidade pela equipe de saúde do Dunas, após serão oferecidos encontros quinzenais com estes usuários, visando a criação de um grupo de escuta terapêutica, rodas de conversa com temas que envolvam a saúde mental, saúde biopsicossocial, entre outras atividades grupais que envolvam a troca de experiências, a informação sobre saúde, o vínculo, a autonomia do usuário para tomada de decisões. Espera-se que este projeto seja mais um instrumento de acolhida, espaço de troca de saberes entre comunidade, equipe e universidade.

Objetivo Geral

Promover atividades grupais em Saúde Mental para usuários em situações de vulnerabilidades na atenção primária em saúde.

Justificativa

Desde de fevereiro de 2022 tenho acompanhado alunos como professora do oitavo semestre do curso de Enfermagem na Unidade de Saúde da Família do DUNAS. Como o semestre se propõem atividades de Gestão e Saúde mental, temos acompanhado casos de usuários em extrema vulnerabilidade, seja a individual (diagnósticos, comportamentos, genética), social (pobreza, ambiente, gênero, lazer, relações, cultura) e programática (baixo acesso a rede de cuidados em saúde, ficando restritos a atendimentos à situações agudas de saúde e crises) (AYRES, PAIVA, FRANÇA JUNIOR, 2012). Outra questão observada é que o grupo para usuários de saúde mental tem estado restrito a renovação de receitas de medicamentos psiquiátricos, o que fez refletir a necessidade de maior apoio a estes usuários e as equipes para trabalhar com o tema de saúde mental. A ideia é promover mais um espaço para acolhida destes usuários, objetivando um acompanhamento a suas questões de saúde e vulnerabilidade para além de somente a medicação. Desta forma, entende-se que a atividade grupal é uma estratégia de grande relevância para promoção da saúde e reabilitação psicossocial, visando a criação de vínculos e autonomia dos usuários.

Metodologia

Através da identificação de usuários com demandas de Saúde Mental ou que estejam em situações vulnerabilidade pela equipe de saúde do Dunas, após serão oferecidos encontros quinzenais com estes usuários, visando a criação de um grupo de escuta terapêutica, rodas de conversa com temas que envolvam a saúde mental, saúde biopsicossocial, entre outras atividades grupais que envolvam a troca de experiências, a informação sobre saúde, o vínculo, a autonomia do usuário para tomada de decisões.

Indicadores, Metas e Resultados

Espera-se que este projeto contribua como mais um instrumento de acolhida, espaço de troca de saberes entre comunidade, serviço de saúde e universidade. Espera-se também um acompanhamento dos usuários para suas questões de saúde e vulnerabilidade para além de somente a renovação de medicações. Reforçando a atividade grupal como uma estratégia de cuidado que promove autonomia e reabilitação psicossocial.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ADRIANE DOMINGUES ESLABÃO
ALINE BASSO DA SILVA4
AMANDA ANTONIETTI DE SIQUEIRA
ANDRIÉLE FERREIRA FALCÃO
ARIANE DA CRUZ GUEDES1
BEATRIZ FRANCHINI2
CRISTIANE KENES NUNES
DIOGO HENRIQUE TAVARES
ELITIELE ORTIZ DOS SANTOS
POLIANA FARIAS ALVES1
WENDEL FARIAS RODRIGUES

Página gerada em 21/04/2024 18:20:17 (consulta levou 0.376758s)