Nome do Projeto
RECURSOS DIDÁTICO-PEDAGÓGICOS NO ENSINO DE GEOGRAFIA: APROXIMAÇÃO ENTRE A TEORIA E A PRÁTICA
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
30/01/2023 - 31/07/2024
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Humanas
Eixo Temático (Principal - Afim)
Educação / Educação
Linha de Extensão
Metodologias e estratégias de ensino/aprendizagem
Resumo
A Geografia escolar, como disciplina no currículo de formação dos alunos da rede básica de ensino, constitui-se um importante componente para a formação da cidadania. Por meio desta disciplina, podemos formar sujeitos capazes de pensar, refletir e intervir no espaço geográfico ao qual encontram-se inseridos. Contudo, os conteúdos quando trabalhados em sala de aula, nem sempre despertam o interesse dos alunos, seja pelo caráter descritivo, abstrato ou fragmentado (MARTINS, 2011). Em consequência disso, muitas são as dificuldades apresentadas pelos alunos frente aos conteúdos trabalhados na educação básica, os quais vão desde o senso de localização espacial, orientação, leitura, análise e interpretação sobre os elementos físicos naturais e sua interface com a sociedade. Concordamos com Pontuschka; Paganelli; Cacete (2009, p. 30), quando afirmam que: “É fundamental termos presente que a aprendizagem envolve compreensão, pois o que se aprende sem compreender não é verdadeiro”. Ou seja, os conteúdos devem ter significado aos alunos, devem partir ou até mesmo, ir ao encontro da realidade de cada um, para que a partir dali, possam fazer a leitura crítica de mundo. Nesse sentido, destaca-se a importância da utilização de diferentes metodologias ou recursos didático-pedagógicos, que propiciem e possibilitem a construção do conhecimento a partir dos conteúdos desenvolvidos pelos professores na escola.

Objetivo Geral

Elaborar recursos didático-pedagógicos que possibilitem a construção do conhecimento no que se refere ao ensino de Cartografia, Geografia Física e Humana nas diferentes etapas de formação dos alunos da rede básica de ensino.

Justificativa

Cientes das dificuldades de desenvolver determinados conteúdos de geografia nos diferentes níveis de ensino, a presente proposta traz à tona a discussão de várias temáticas que fazem parte da disciplina de Metodologia e Prática VI: Recursos Didáticos, desenvolvida no 8º semestre de licenciatura em geografia da Universidade Federal de Pelotas.
Frente à necessidade de buscar caminhos que tornem o conhecimento e o desenvolvimento temas ligados à geografia, busca-se por meio deste projeto, desenvolver e utilizar metodologias e recursos que possibilitem a construção do conhecimento no que se refere ao ensino de cartografia, Geografia Física e Humana nas diferentes etapas de formação dos alunos.
A presente proposta busca ampliar o leque de oportunidades de inserção de recursos didáticos em sala de aula, com a elaboração de maquetes, charges, fanzines, podcasts, entre outros, uma vez que tem se percebido ao longo da nossa experiência, que poucos são os professores que se apropriam dessas possibilidades.
Destaca-se ainda que por ser um projeto de extensão, o qual se desenvolve a partir do componente curricular, Metodologia e Prática VI: Recursos Didáticos, os acadêmicos matriculados estarão colocando em prática vários conceitos e procedimentos apreendidos ao longo do processo formativo no curso de licenciatura em geografia. Essa construção se dará tanto no ambiente da universidade, quanto em escolas da rede básica de ensino de Pelotas.
Nesse sentido, tem-se como pretensão, elaborar oficinas de recursos didáticos com os alunos de (EF) Ensino Fundamental anos finais; e/ou (EM) Ensino Médio; e/ou de (EJA) Educação de Jovens e Adultos, em pelo menos duas escolas de educação básica. As escolas definidas para o desenvolvimento da nossa proposta, são o Colégio Municipal Pelotense e o Instituto Estadual de Educação Assis Brasil, por serem duas escolas parceiras do Pibid Geografia, no presente edital.
Por fim, reforça-se também que, que este projeto vem a acrescentar a complementação da carga horária da formação do acadêmico, exigida no currículo.

Metodologia

O projeto de extensão pretende ser desenvolvido a partir de três ações a saber:
1ª ação (planejamento): Inicialmente, os alunos matriculados na disciplina de Metodologia e Prática VI: Recursos Didáticos, buscarão o aprofundamento do conhecimento teórico sobre a importância dos recursos didáticos como ferramentas mobilizadoras do conhecimento geográfico. Esse aprofundamento possibilitará a ampliação do diálogo e da discussão sobre alternativas de desenvolvimento de atividades/recursos didático-pedagógicos voltados à geografia escolar, nos diferentes níveis de ensino.
Em seguida, munidos do conhecimento inicial, definirão um tema específico a ser elaborado como proposta de recurso didático, advindo de demandas das escolas da rede básica de ensino, as quais os alunos poderão contatar de forma espontânea ou em parceria com o Pibid. A partir daí, os alunos deverão elaborar um plano de atividade, contendo: tema; objetivos; série a ser aplicada a proposta; material necessário para elaborar o recurso didático; procedimentos sobre a elaboração e o desenvolvimento da atividade.
2ª ação (execução): Como etapa seguinte, os acadêmicos desenvolverão oficinas pedagógicas, com a elaboração de recursos didáticos juntamente com os alunos da rede básica de ensino (em atividade previamente agendada ao longo do semestre – turma: se, anos finais do EF, ou EM, ou EJA; número de alunos), buscando atender às demandas de temáticas, elencadas pelos alunos das turmas e escolas definidas para o desenvolvimento da proposta.
Como resultado, o material didático elaborado pelos acadêmicos e alunos das escolas, será exposto nas respectivas instituições de ensino (escolas e universidade), para que a comunidade escolar e universitária conheça as atividades desenvolvidas.
Paralelamente, será gerado um banco de dados com todas as informações à respeito do material elaborado, o qual será socializado no site do LEGA/UFPel (https://wp.ufpel.edu.br/lega/). Assim, toda a comunidade e quem desejar, terá acesso ao material produzido, servindo como propostas mobilizadoras de outros recursos didáticos a serem elaborados no contexto das discussões geográficas.
3ª ação (avaliação): Por fim, e não menos importante, faremos a avaliação sobre o desenvolvimento das propostas de oficinas desenvolvidas, de forma a qualificar ainda mais o conhecimento acerca dos conteúdos de geografia escolar. Essa avaliação será realizada em duas frentes: 1ª – na escola, após a realização das atividades com os alunos (EF anos finais; e/ou EM e/ou EJA). Para tal, os alunos receberão um link do google formulário para que possam responder o conjunto de perguntas objetivas e dissertativas sobre as oficinas realizadas; 2ª – na universidade, após a realização das atividades na escola e na disciplina de Metodologia e Prática VI: Recursos Didáticos.
Na sequência, estaremos organizando um banco de dados com os recursos didáticos elaborados, os quais ficarão disponíveis para a utilização e empréstimo a alunos da licenciatura em geografia, que porventura queiram intercalar com as atividades de estágio supervisionado.

Indicadores, Metas e Resultados

Espera-se que com esta proposta, possa-se ao final da disciplina de Metodologia e Prática VI: Recursos Didáticos, contribuir com a ampliação e dinamização do conhecimento geográfico, da formação do pensamento crítico e leitura de mundo a partir das diferentes situações geográficas abordadas, por meio dos recursos didático-pedagógicos elaborados.
E no contexto da escola, espera-se que o envolvimento dos alunos na elaboração dos recursos didáticos possa ampliar os conhecimentos em geografia e valorizar esta disciplina como importante componente curricular na formação dos sujeitos.
Da mesma forma, estaremos organizando um banco de dados com os recursos didáticos elaborados, para que possam ficar disponíveis para a consulta da comunidade acadêmica e escolar, no site do Laboratório de Educação Geográfica e Ambiental (LEGA) (https://wp.ufpel.edu.br/lega/). Também pretendemos organizar os materiais físicos (recursos didáticos) no laboratório de ensino para que os acadêmicos possam usufruir durante o período de estágio ou de outras atividades curriculares que fazem parte do processo de formação.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALEXANDRA LUIZE SPIRONELLO
ANA MARIA SOUZA DE SOUZA
BERENICE MARQUES DE CARVALHO
BETINA KÖNZGEN RÖPKE
BRISA MASTRANTONIO MORAES
BRUNA JANKE DA SILVA ABRAHAO
CARLOS ALBERTO BARZ
CARLOS BRASIL ALMEIDA VILELA
CAROLINA RAMIRES
CLARA DOS SANTOS LENHARD
ELIAS LORANDI
EVA ROSANE OLIVEIRA DE OLIVEIRA
FAGNER FERNANDES DUARTE
GABRIELA DAMBROS6
GIANE SILVA DA SILVA
GILDA RODRIGUES DUARTE
GUILHERME DA SILVA CRIZEL
Gêmerson Silva dos Santos Júnior Barros
IURI DE ALMEIDA COSTA
JOAO PAULO SCHVANZ BANDEIRA
JULIA TAVARES DA SILVA
KELI SIQUEIRA RUAS
KERLEN BRUNA GONÇALVES MARTINS
KÁROLYN MACHADO DA ROSA
LAURA SHEIKHA DOS SANTOS
LIGIA CARDOSO CARLOS5
LIZ CRISTIANE DIAS5
LUIZA HELENA CORREA TYBUSCH
Mario Cesar Birguiman Crizel
NATACHA ALVES E ALVES
PEDRO ÁTILA MOREIRA SIMÕES
RENATA DUARTE NUNES
ROBERTA MANKE DE LIMA VELLAR6
RODRIGO DE OLIVEIRA PERALDO
RODRIGO RUBIRA BARBOSA
ROSANGELA LURDES SPIRONELLO11
TAÍS CASTRO GARCIA
VINICIUS ALBUQUERQUE DE LIMA
VINÍCIUS MOREIRA BARBOSA
Vanessa da Silva Schug
Vaneza Barreto Pereira
Vinícius Corrêa Teixeira

Página gerada em 21/07/2024 13:05:57 (consulta levou 0.216336s)