Nome do Projeto
UFPEL FRONTEIRA - NÚCLEO DE DESENVOLVIMENTO PARA PECUÁRIA DE FRONTEIRA
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
15/05/2017 - 31/12/2020
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias
Eixo Temático (Principal - Afim)
Tecnologia e Produção / Trabalho
Linha de Extensão
Desenvolvimento regional
Resumo
A pecuária brasileira vem sendo discutida quanto às questões de sustentabilidade, aquecimento global e balanço de carbono, visto que a lucratividade e a viabilidade de um negócio passam pela atenção ao meio-ambiente e pela responsabilidade social. Além disso, a pecuária passa por uma necessidade contínua de aprimoramento, aumento de produtividade, eficiência e lucratividade. Nisto se baseia o slogan do projeto “UFPEL FRONTEIRA-RS: A pecuária sustentável como ferramenta do desenvolvimento sócio-ambiental na fronteira”. Neste contexto, o Projeto UFPEL FRONTEIRA-RS trata-se de um mecanismo de Desenvolvimento Social, através do desenvolvimento de técnicas e metodologias reaplicáveis, geradas em interação com a comunidade e que representem efetivas soluções de transformação social. Assim, este projeto trata-se de uma proposta inovadora de desenvolvimento da pecuária gaúcha que permitirá o diagnóstico e a proposição de soluções para problemas de produtores rurais, de forma a favorecer aspectos ligados ao desenvolvimento sustentável e à competitividade nos mercados nacional e internacional de produtos de origem animal (carne, leite, couro e derivados).

Objetivo Geral

Geral
• Estabelecer um programa integrado de diagnóstico, para determinar os principais problemas enfrentados pelos sistemas pecuários de produção de carne e leite no Estado do Rio Grande do Sul e os países limítrofes de sua fronteira no Mercosul.
• Desenvolver projetos de pesquisa e extensão, através de professores e alunos da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), para gerar soluções sustentáveis aos sistemas pecuários da região da fronteira.

Específicos
- Ensino e Treinamento
- Oferta de cursos e estágios para produtores rurais, estudantes de nível técnico, graduandos, pós-graduandos e profissionais do setor pecuário;
- Promover o intercâmbio de estudantes de instituições nacionais e/ou internacionais, para troca de conhecimentos e experiências inerentes à produção e à sanidade animal;
- Proporcionar treinamentos à distância, por videoconferência;
- Treinar os agentes integrantes do projeto, realizar a transferência das tecnologias geradas para empresas e produtores da área;
- Utilizar experiências identificadas como bem sucedidas de forma a difundi-las na área de atuação do projeto bem como no site do projeto;
- Formação de recursos humanos nas técnicas de contenção, manejo nutricional, reprodutivo, sanitário e experimentação animal;
- Formação de recursos humanos na área de bem estar e comportamento animal;
- Realizar workshops, dias de campo e estudos de casos como forma de difundir tecnologias, bem como apresentar exemplos de experiências bem sucedidas (benchmark);
- Difundir o projeto no meio acadêmico como forma de preparar os futuros profissionais das ciências agrárias para atuarem como agentes difusores da cultura de desenvolvimento de ações sócio-ambientais no meio pecuário gaúcho;
- Promover o intercâmbio e troca de experiências entre profissionais e produtores rurais do Brasil, Uruguai e Argentina, tendo a UFPel como pólo referencial.

- Prestação de Serviços
- Criar o selo “UFPEL FRONTEIRA-RS” através do qual as propriedades participantes do projeto possam agregar valor aos seus produtos tanto no mercado interno como externo;
- Desenvolver e validar técnicas de diagnóstico de doenças animais, vacinas e medicamentos veterinários;
- Dar suporte às análises químicas (caracterização e quantificação) de moléculas orgânicas e espécies inorgânicas componentes de medicamentos e/ou suplementos alimentares;
- Realizar treinamentos e suporte técnico para produtores rurais durante a implantação das novas tecnologias desenvolvidas e/ou transferidas pelo UFPEL FRONTEIRA-RS;
- Desenvolver atividades ligadas à farmacovigilância veterinária, servindo como referência para empresas fabricantes de produtos veterinários e também para órgãos fiscalizadores do setor;
- Estruturar-se como um centro colaborador do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) na validação e certificação de produtos destinados à produção animal;
- Interagir com órgãos de Defesa Sanitária Animal e de Fiscalização de Insumos Pecuários e com a Comissão Nacional de Biossegurança;
- Oferecer consultorias ad hoc para órgãos de pesquisa ligados às atividades desenvolvidas pelo UFPEL FRONTEIRA-RS.
- Participar em grupos de trabalho para o desenvolvimento de metodologias oficiais de análises (Validação e Certificação);
- Ter subsídios para participar em grupos de trabalho e comissões para elaboração de normas técnicas.

- Pesquisa
- Desenvolver e validar vacinas, metodologias, insumos e reagentes para diagnóstico de doenças em animais;
- Desenvolver estudos na área de metabologia animal, com foco em nutrição animal;
- Desenvolver estudos na área de bem estar e comportamento animal, com foco na sustentabilidade animal;
- Desenvolver estudos com uso de telemetria para avaliação do comportamento animal;
- Desenvolver metodologias/técnicas para controle de qualidade de produtos veterinários, alimentos para animais e para controle de qualidade da multiplicação de material genético animal;
- Desenvolver protocolos e tecnologias de produção e criopreservação de gametas e embriões, visando alavancar a qualidade genética das propriedades rurais de pequeno e médio porte;
- Desenvolver técnicas para caracterização de compostos bioativos de plantas, para uso veterinário;
- Realizar ensaios in vivo para determinação de toxicidade de produtos naturais e sintéticos;
- Realizar estudos de síntese biomimética de moléculas orgânicas de interesse veterinário;
- Realizar estudos epidemiológicos e pesquisas de antigenicidade e imunogenicidade;
- Avaliar a utilização de subprodutos da produção de biocombustíveis (torta, farelo) na alimentação animal.

Justificativa

O projeto UFPEL FRONTEIRA-RS pretende contribuir para a organização do setor pecuário gaúcho de forma a difundir e aplicar efetivamente as tecnologias desenvolvidas nos centros de pesquisa e universidades, considerando o saber popular, organização social e conhecimento técnico-científico, de forma a propiciar a transferência de conhecimentos científicos que favoreçam o desenvolvimento social sustentável, dentro dos padrões sanitários internacionais, criando a partir disso o selo “UFPEL FRONTEIRA-RS” para aquelas propriedades que participaram efetivamente do projeto.

Metodologia

Serão atendidas propriedades produtoras de leite e carne da região da Fronteira do Rio Grande do Sul, as quais terão seus principais problemas monitorados através do Programa Integrado de Diagnóstico (NUPEEC-PID), tendo a atuação de professores e alunos de graduação e pós-graduação da UFPel, bem como de entidades parceiras, de acordo com a demanda. Para realização destes diagnósticos serão preenchidas planilhas de campo com dados sanitários, reprodutivos e nutricionais do rebanho e enviados para análise através de acesso à plataforma on line do NUPEEC-PID (http://www.ufpel.edu.br/nupeec). Estes dados serão analisados por profissionais da área em questão, como professores, pesquisadores e estudantes de pós-graduação, com a colaboração de alunos de graduação, vinculados ao NUPEEC (Núcleo de Pesquisa, Ensino e Extensão – Código do COCEPE: 52.75.10.34), bem como professores e pesquisadores de outros grupos de pesquisa parceiros, sendo então sugeridas propostas para a solução dos problemas técnicos.
A partir destes diagnósticos serão geradas informações sobre a região, de forma a monitorar o desempenho das cadeias de corte e leite da região da Fronteira, bem como permitirá que sejam criadas novas linhas de pesquisa baseadas nas reais necessidades da região, permitindo que os resultados gerados sejam altamente aplicáveis.
Estas pesquisas, aplicadas às necessidades da região da Fronteira, serão realizadas na Fazenda da Palma e no Centro de Diagnóstico e Pesquisa em Sanidade Animal (CEPESA) e estruturas anexas, o qual conta com laboratórios que permitem a realização de estudos nas mais diferentes áreas, como bem estar e comportamento animal, nutrição, metabologia, doenças infecciosas e inspeção de leite e carnes, entre outras.
A estrutura do CEPESA e Fazenda da Palma ainda permitirão a realização de treinamentos para produtores e profissionais da área, presenciais ou à distância, de forma a qualificar os técnicos atuantes nesta região, além de acelerar a transmissão de conhecimentos entre a Universidade e o setor produtivo. Ainda, serão realizados seminários na UFPel e expofeiras (como a Expointer), em que o público-alvo seja mais facilmente alcançado, para discussão de temas relevantes, como:
- Importância da nutrição no período de transição de vacas leiteiras sob a ótica genômica;
- Perspectivas da Cadeia Produtiva do Leite e Corte no Brasil e no Mundo;
- Transtornos metabólicos no periparto de vacas e seus impactos na reprodução.
Para manutenção deste projeto, devido ao envolvimento de transferência de tecnologia, serão solicitados financiamentos de órgãos tais como CAPES, FINEP ou mesmo companhias, cooperativas, prefeituras, governo estadual e federal (em secretarias e ministérios, voltados a Ciência, Tecnologia, Agricultura e Pecuária) de acordo com a demanda.

Indicadores, Metas e Resultados

- Criar o selo de qualidade “UFPEL-FRONTEIRA”
- Gerar conhecimento a fim de contribuir com o desenvolvimento da pecuária regional e nacional;
- Promover o desenvolvimento social em escala no BIOMA Pampa;
- Incrementar a competitividade do produto nacional;
- Avaliar a eficiência dos sistemas de produção;
- Contribuir para a sustentabilidade do setor pecuário;
- Proporcionar mecanismos que facilitem a rastreabilidade, garantindo maior segurança alimentar;
- Facilitar o acesso às novas tecnologias e serviços aos agentes que atuam no setor da produção animal;
- Constituir-se como centro de referência em diagnósticos e prevenção de doenças na pecuária;
- Consolidar um modelo de desenvolvimento sustentável para o setor pecuário;
- Fomentar a interação para troca de experiências bem sucedidas dos produtores gaúchos com os demais vizinhos do Mercosul;
- Proporcionar a transferência de tecnologia das Universidades para o produtor rural;
- Estruturar uma equipe profissional multidisciplinar, de modo que o setor pecuário se interligue com os diversos setores socioeconômicos com os quais pode criar vínculo.

Metas

Contribuir com o desenvolvimento da pecuária de corte e leite da região da fronteira do Rio Grande do Sul, considerando o desenvolvimento da responsabilidade social e respeito ao meio-ambiente, gerados por ações de transmissão do conhecimento científico para produtores desta região.

5. Metodologia
Serão atendidas propriedades produtoras de leite e carne da região da Fronteira do Rio Grande do Sul, as quais terão seus principais problemas monitorados através do Programa Integrado de Diagnóstico (NUPEEC-PID), tendo a atuação de professores e alunos de graduação e pós-graduação da UFPel, bem como de entidades parceiras, de acordo com a demanda. Para realização destes diagnósticos serão preenchidas planilhas de campo com dados sanitários, reprodutivos e nutricionais do rebanho e enviados para análise através de acesso à plataforma on line do NUPEEC-PID (http://www.ufpel.edu.br/nupeec). Estes dados serão analisados por profissionais da área em questão, como professores, pesquisadores e estudantes de pós-graduação, com a colaboração de alunos de graduação, vinculados ao NUPEEC (Núcleo de Pesquisa, Ensino e Extensão – Código do COCEPE: 52.75.10.34), bem como professores e pesquisadores de outros grupos de pesquisa parceiros, sendo então sugeridas propostas para a solução dos problemas técnicos.
A partir destes diagnósticos serão geradas informações sobre a região, de forma a monitorar o desempenho das cadeias de corte e leite da região da Fronteira, bem como permitirá que sejam criadas novas linhas de pesquisa baseadas nas reais necessidades da região, permitindo que os resultados gerados sejam altamente aplicáveis.
Estas pesquisas, aplicadas às necessidades da região da Fronteira, serão realizadas na Fazenda da Palma e no Centro de Diagnóstico e Pesquisa em Sanidade Animal (CEPESA) e estruturas anexas, o qual conta com laboratórios que permitem a realização de estudos nas mais diferentes áreas, como bem estar e comportamento animal, nutrição, metabologia, doenças infecciosas e inspeção de leite e carnes, entre outras.
A estrutura do CEPESA e Fazenda da Palma ainda permitirão a realização de treinamentos para produtores e profissionais da área, presenciais ou à distância, de forma a qualificar os técnicos atuantes nesta região, além de acelerar a transmissão de conhecimentos entre a Universidade e o setor produtivo. Ainda, serão realizados seminários na UFPel e expofeiras (como a Expointer), em que o público-alvo seja mais facilmente alcançado, para discussão de temas relevantes, como:
- Importância da nutrição no período de transição de vacas leiteiras sob a ótica genômica;
- Perspectivas da Cadeia Produtiva do Leite e Corte no Brasil e no Mundo;
- Transtornos metabólicos no periparto de vacas e seus impactos na reprodução.
Para manutenção deste projeto, devido ao envolvimento de transferência de tecnologia, serão solicitados financiamentos de órgãos tais como CAPES, FINEP ou mesmo companhias, cooperativas, prefeituras, governo estadual e federal (em secretarias e ministérios, voltados a Ciência, Tecnologia, Agricultura e Pecuária) de acordo com a demanda.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
CAROLINE OLIVEIRA FARIAS
CASSIO CASSAL BRAUNER2
CLÁUDIA FACCIO DEMARCO
EDUARDO SCHMITT2
EVANDRO SCHMOELLER
FERNANDA KEGLES
FRANCIELI DELL OSBEL
FRANCINE SIEGERT
FRANCISCO AUGUSTO BURKERT DEL PINO2
GABRIELA BUENO LUZ
JESSICA LAZZARI
JOSÉ HENRIQUE ECHENIQUE DOMINGUEZ
JULIANA PAOLA PEREIRA REHLING
JÉSSICA HALFEN
LUCAS BALINHAS FARIAS
MARCIO NUNES CORREA2
MARIANE CASTRO MAYENS
MARILISA MIBACH
MILENA BUGONI
NATHALIA PAMPLONA BARBOZA
RAFAEL HERBSTRITH KRUSSER
VIVIANE ROHRIG RABASSA4

Página gerada em 15/11/2019 13:22:39 (consulta levou 0.112700s)