Nome do Projeto
O EFEITO DO PROGRAMA BODY-RELAX DO SISTEMA MIHA SOBRE O PROCESSO DE DOR/DESCONFORTO EM UMA ATLETA DE ALTO RENDIMENTO DA CIDADE DE PELOTAS/RS: REVISÃO SISTEMÁTICA E ESTUDO DE CASO
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
31/05/2023 - 05/06/2025
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Biológicas
Resumo
O exercício físico tem a capacidade de ativar até 300 músculos ao mesmo tempo em uma atividade de apenas 20 minutos. Neste sentido, o MIHA consiste em um sistema de eletromiomestimulação de corpo inteiro (WB-EMS) que trabalha conforme o interesse do usuário e/ou profissional, ou seja, seguindo os objetivos de fortalecimento muscular, hipertrofia, analgesia e reabilitação. Sendo assim, o presente estudo se divide em duas etapas: primeiramente, a realização de uma revisão sistemática a respeito dos mecanismos de ação e dos efeitos do sistema MIHA e, após, um estudo de caso com intervenção experimental para avaliar o efeito do programa Body-Relax do MIHA sobre o processo de dor/desconforto em uma atleta adulta de alto rendimento. A metodologia da primeira etapa é conduzida de acordo com os critérios do PRISMA, por meio das bases de dados científicas Lilacs, Scielo, Pubmed e Embase, no período compreendido entre os anos de 2013 e 2023 e nos idiomas português e inglês, sendo excluídos os artigos de revisão, bem como, estudos que utilizem outros métodos de intervenção que não seja o sistema MIHA. Já na segunda etapa, após aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos, serão disponibilizados à atleta o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE), logo após, os questionários autoaplicáveis e, então, serão realizadas as coletas de sangue antes dos treinos e, antes e após a aplicação do programa Body-Relax do sistema MIHA. Os marcadores fisiológicos e bioquímicos (creatina-quinase, lactato desidrogenase, cortisol, ocitocina, estradiol, testosterona, BDNF e mTOR) serão analisados conforme o protocolo de seus fabricantes e todos os dados do estudo serão computados. Diante do exposto, o estudo tem por finalidade ampliar e atualizar o conhecimento sobre a ação e os efeitos do sistema MIHA de eletromioestimulação e aperfeiçoar a minimização de dor/desconforto e consequente relaxamento em atletas, concedendo novos dados ao meio científico.

Objetivo Geral

Investigar os mecanismos dos efeitos analgésicos e miorrelaxantes do sistema MIHA por meio de revisão de literatura e estudo de caso em uma atleta de alto rendimento.

Justificativa

A ideia do presente estudo surgiu de uma associação de fatores entre o cotidiano profissional e o propósito pessoal acerca do ambiente esportivo, da facilidade de acesso a uma tecnologia avançada e a busca pelo melhor desenvolvimento de atletas de alto rendimento da categoria feminina.
Estima-se que, atualmente, a cidade de Pelotas/RS disponha de cinco equipamentos de eletromioestimulação de corpo inteiro (MIHA - WB-EMS), o qual permite ativar até 300 músculos em uma sessão de apenas 20 minutos, atendendo pessoas que buscam agilidade, facilidade e resultados na sua saúde, estética e bem-estar. Entretanto, suponha-se que a utilização sistematizada do MIHA em atletas de alto rendimento da região sul do estado gaúcho seja inexplorada. Além disso, ressalta-se, principalmente, a baixa difusão de estudos que avaliam e analisam a utilização específica do programa Body-Relax, o qual é aplicado no intuito de promover relaxamento e analgesia aos usuários.

Metodologia

Metodologia da 1ª etapa: será realizada uma revisão sistemática da literatura por meio de pesquisa nas bases de dados científicas: Lilacs, Scielo, Pubmed e Embase. Esta busca será realizada por meio das palavras-chave: eletromioestimulação de corpo inteiro, analgesia, relaxamento, marcadores biológicos, vias de sinalização e sistema nervoso central. O método será seguido conforme as diretrizes do Preferred Reporting Items for Systematic Reviews and Meta-Analyses (PRISMA), no período compreendido entre os anos de 2013 e 2023 e escritos em inglês e português. Como critérios de exclusão, considera-se os artigos de revisão e os estudos que utilizem outros métodos de intervenção que não seja o sistema MIHA.
Metodologia da 2ª etapa:
a. Delineamento: trata-se de estudo de caso com intervenção experimental MIHA.
b. Protocolo experimental: Em um segundo momento, obtendo aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos, será dado início ao estudo de caso disponibilizando o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE) (Anexo 1) à atleta convidada. Logo após, serão disponibilizados à atleta questionários autoaplicáveis acerca do perfil sociodemográfico (Anexo 2), de mensuração de dor (Anexo 3), da capacidade funcional associada à dor (Anexo 4), de questões associadas à ansiedade (Anexo 5) e de qualidade de sono (Anexo 6).
Na sequência, anteriormente ao início do treino esportivo serão realizadas as coletas de sangue, executadas por profissional experiente e capacitado, e amostras armazenadas adequadamente. Após o treino esportivo, imediatamente serão realizadas novas coletas. Então, será aplicado o programa Body-Relax do sistema MIHA com duração de 10 minutos. O sistema citado necessita que o usuário utilize um traje funcional de alta tecnologia (em formato que se aproxima de uma camiseta e uma bermuda), assim como possui cabos magnéticos que se conectam aos eletrodos, os quais se localizam nas coxas, braços e glúteos e nas regiões de peitoral, abdominal, torácica superior, torácica inferior e lombar através de um colete (conforme Figura 1). Além disso, o equipamento permite manusear a intensidade geral e específica de cada região trabalhada, sendo assim, a intensidade, por ser algo subjetivo, ou seja, sentida e referida de forma diferente por cada indivíduo, será manuseada durante os 10 minutos de aplicação conforme o relato da atleta, e assim, descrita detalhadamente conforme o desenvolvimento do projeto.
Decorrido então o tempo de uma hora após a aplicação do sistema MIHA, serão realizadas novas coletas de sangue, assim como a reaplicação dos questionários. Por fim, 24 horas depois, serão realizadas as últimas coletas de sangue. Posteriormente, serão executadas as análises acerca dos resultados obtidos, comparando os marcadores fisiológicos e bioquímicos e as sensações subjetivas antes e após a aplicação da intervenção do sistema MIHA. Ressaltamos que o protocolo descrito anteriormente será realizado uma vez por semana, no período compreendido de 10 semanas, havendo novas coletas imediatamente após a última aplicação bem como 24 horas depois da mesma.
c. Perfil da atleta:
● Sexo feminino;
● Atualmente com 32 anos de idade;
● Atleta profissional de pádel desde os 24 anos de idade;
● Disputa competições em nível estadual, nacional, sulamericano e mundial.
d. Questionários aplicados:
● Questionário Demográfico (Anexo 2)
● Escala Visual Analógica (Anexo 3)
● Escala para avaliar a capacidade funcional de pacientes com dor crônica (Anexo 4)
● Inventário de Ansiedade TRAÇO - ESTADO (IDATE) (Anexo 5)
● Índice de Qualidade do Sono de Pittsburgh (PSQI - BR) (Anexo 6)
* O primeiro questionário citado será aplicado apenas no início do estudo e, todos os demais, serão aplicados sempre anteriormente aos treinos realizados antes das intervenções.

e. Intervenção: Programa Body-Relax do sistema de eletromioestimulação de corpo inteiro MIHA (WB-EMS) com duração máxima de 10 minutos, frequência de 100Hz, duração dos impulsos elétricos de 1 segundo com pausa dos impulsos de mesma duração, sem aumento dos mesmos e com uma largura de impulso de 150µs. Reitera-se que a intensidade geral e específica de cada região corporal será manuseada conforme relato da atleta pois se trata de algo subjetivo, sendo sentido e referido de forma diferente por cada indivíduo, porém todas as intensidades serão anotadas durante o protocolo.

f. Dosagens de marcadores: O sangue será coletado e centrifugado por 5 minutos em 5000 xg, em temperatura ambiente, para a separação do soro. As dosagens de creatina quinase (CK), lactato desidrogenase (LDH), cortisol, ocitocina, estradiol, testosterona, BDNF e mTOR serão analisadas por meio de kits comerciais de acordo com protocolo de seus fabricantes.
g. Desfechos clínicos: desfechos subjetivos de dor/fadiga, capacidade funcional, questões relacionadas ao sentimento de ansiedade e qualidade do sono.
h. Desfechos laboratoriais: níveis séricos CK, LDH, cortisol, ocitocina, estradiol, testosterona, BDNF e mTOR.
i. Processamento dos dados e análise estatística: Os dados serão computados no programa Microsoft Excel 2010, apresentados em formato de figuras e tabelas e analisados no SPSS 18.0.
Riscos: O sistema MIHA possui apenas duas contraindicações absolutas: gravidez e marca-passo. Para demais alterações de saúde, orienta-se ao usuário realizar avaliação com seu médico responsável, realizar até duas sessões por semana - sendo apenas uma sessão semanal até a sexta semana - e ter idade mínima de 16 anos. Ainda que os eletrodos não sejam colocados diretamente sobre a pele, considera-se a mínima possibilidade de irritação cutânea, como vermelhidão e coceira. Por fim, devido à necessidade do equipamento ficar ligado à corrente elétrica, considera-se não utilizá-lo se houver condições meteorológicas de descargas elétricas e/ou problemas elétricos na estrutura do local em que a sessão será realizada. Os riscos são considerados mínimos, mas salienta-se que na ocorrência de alguma lesão mais grave, a SAMU 192 será imediatamente comunicada para proceder às devidas providências.
Benefícios: Possibilidade de minimização da dor/desconforto decorrente do treinamento realizado nos dias de execução da pesquisa, gerando relaxamento e bem-estar para a atleta.
Comitê de Ética: O projeto será submetido ao Comitê de Ética e Pesquisa da Universidade Federal de Pelotas, com registro na Plataforma Brasil. Os protocolos seguem as condições estabelecidas na Resolução 466/12 do Conselho Nacional de Saúde (CNS). Conforme resolução, os questionários ficarão armazenados pelo período de 5 anos, e posteriormente serão descartados por meio de incineração.

Indicadores, Metas e Resultados

O presente projeto tem, por objetivo inicial, ampliar e atualizar o conhecimento da sociedade sobre a tecnologia do sistema MIHA de eletromioestimulação através da revisão sistemática, trazendo assim informações importantes e requalificadas que possivelmente contribuirão no meio de pesquisa como também para os profissionais e usuários desta tecnologia. Somado a isso, através do estudo de caso, temos por pretensão quantificar e relatar os benefícios fornecidos pelo programa Body-Relax do sistema MIHA em atletas de alto nível, trazendo informações minuciosas sobre marcadores biológicos bem como dados sociais e demográficos extraídos e organizados dos questionários aplicados. Esperamos pelo menos um artigo publicado e uma dissertação de mestrado.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ARTHUR DE FARIAS BETEMPS DA SILVA
CAROLINE CRESPO DA COSTA1
GIOVANA DUZZO GAMARO3
IZABEL CRISTINA CUSTODIO DE SOUZA4
Iraci Lucena da Silva Torres
Juliana Rocha Fernandes
JÉSSICA MARQUES OBELAR RAMOS
LEO ANDERSON MEIRA MARTINS
Liciane Fernandes Medeiros
RICARDO NETTO GOULART

Página gerada em 24/05/2024 01:41:13 (consulta levou 0.732217s)