Nome do Projeto
Pensando com e sobre as crianças em espaços não-formais de educação
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
30/11/2023 - 30/06/2025
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Humanas
Resumo
O presente projeto tem como objetivo desenvolver ações pedagógicas em espaços não-formais de educação. Esses, são definidos como pontos em que ocorrem atividades educacionais que não se inserem dentro do sistema formal de ensino, ainda que possam operar em consonância ou de forma a complementá-lo. As atividades englobadas pela educação não-formal são planejadas e efetivadas para atender um grupo específico, com objetivos de aprendizado bem delineados. Este conceito está ligado “fortemente a aprendizagem política dos direitos dos indivíduos enquanto cidadãos e à participação em atividades grupais, sejam esses adultos ou crianças” (GADOTTI, 2005, p.3). São múltiplos os espaços que podem ser definidos como não-formais. Além das próprias escolas (onde podem ser oferecidas atividades de educação não-formal), pode-se mencionar: organizações não-governamentais, instituições religiosas, sindicatos, partidos, a mídia, as associações de bairros, etc. Este projeto, centrará suas ações na Ong Alimentar e em espaços de acolhimento infantil das cidades de Pelotas, Rio Grande Canguçu.

Objetivo Geral

Desenvolver ações pedagógicas e a metodologia da escuta de crianças em instituições de acolhimento, das cidades de Pelotas, Rio Grande e Canguçu, e na Ong Alimentar

Justificativa

Espaços não-formais de educação são pouco abordados como lugares de atuação do(a) pedagogo(a) com as crianças. Todavia, apresentam vasta potencialidade de fazeres educacionais. Acredita-se que, as experiências proporcionadas por este projeto podem contribuir para a formação dos graduandos(as) do curso de Pedagogia da UFPel, assim como, para o protagonismo das infâncias.

Metodologia

A inserção dos(as) graduandos(as) em espaços não-formais será precedida por leituras, discussões e planejamento coletivo dentro do Grupo de Estudos e Pesquisas das Infâncias (GEPI).

Indicadores, Metas e Resultados

Ao final deste projeto, espera-se que a construção de análises sobre as infâncias em espaços não-formais gere um retorno à formação dos graduandos(as) envolvidos, à comunidade (através das atividades pedagógicas) e a produção do conhecimento científico (por meio de publicações e participações em eventos).

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
CARLA CRISTINA CASTRO PEREIRA DA SILVA
CAROLINE TERRA DE OLIVEIRA1
CELIANE DE FREITAS RIBEIRO
FERNANDA DUTRA SILVEIRA
HARDALLA SANTOS DO VALLE1
JAQUELINE DE MATOS CORREA
KASSANDRA DE MOURA
KETHLEN BOHM OLIVEIRA
Kessia Peres dos Santos
LAIS FUNARI HARTWIG
LILIAN LORENZATO RODRIGUEZ1
LIVIA DA SILVEIRA LAPUENTE
SOL ANDRADE
VITOR SAQUETE RODRIGUES

Página gerada em 18/04/2024 02:01:44 (consulta levou 1.376152s)