Nome da Atividade
PATOLOGIA ESPECIAL VETERINÁRIA
CÓDIGO
02530008
Carga Horária
90 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CRÉDITOS
6
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
4
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
2
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
6
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Visa ministrar aos estudantes, desde a teoria até a prática das alterações patológicas que envolvem os seguintes sistemas: cardiovascular, respiratório, digestivo, hepático, hematopoetico, urinário, sistema nervoso central, tegumentar, músculo-esquelético, genital masculino e feminino. Etiologia e patogenia das doenças. Aspectos macro e microscópicos, Diagnóstico das principais doenças de acordo com o sistema estudado, Técnicas de necropsia, colheita e remessa de material para o diagnóstico.

Objetivos

Objetivo Geral:

Fornecer aos acadêmicos os conhecimentos básicos sobre os processos patológicos específicos de cada órgão e de cada sistema, analisando-se a formação, aspecto e evolução das alterações patológicas, bem como, aspectos epidemiológicos, patogenia, diagnóstico, prognóstico, controle e profilaxia das principais enfermidades dos animais domésticos.
- O acadêmico estará capacitado para descrever com critério científico as alterações patológicas que ocorrem nos animais domésticos, em consequência da enfermidade.
- O acadêmico deverá dominar as técnicas de necropsia nas diferentes espécies animais.

 

Objetivos Específicos:

- O acadêmico estará capacitado para descrever com critério científico as alterações patológicas que ocorrem nos animais domésticos, em conseqüência da enfermidade.
- O acadêmico deverá dominar as técnicas de necropsia nas diferentes espécies animais.

Conteúdo Programático

Patologia do Sistema Cardiovascular
CORAÇÃO
a) Anatomia e histologia
b) Exame do coração
c) Insuficiência cardíaca: aguda e crônica
d) Anomalias congênitas:
- Persistência do ducto arterioso
- Estenose da válvula semilunar pulmonar
- Estenose aórtica e subaórtica
- Defeito do septo interventricular
- Defeito do septo interatrial
- Tetralogia de Fallot
- Persistência do arco aórtico direito
- Ectopia cordis
- Hematocistos ou hematomas valvulares
MIOCÁRDIO
a) Alterações circulatórias: Hemorragia, Trombose, Embolia e Infarto
b) Doenças degenerativas e necróticas do miocárdio:
b 1) Defici6encia de vitamina E e Selênio(doença dos músculos brancos)
b.2) Intoxicação por Senna occidentalis (fedegoso)
b.3) Intoxicação por gossipol
b.4) Intoxicação por antibióticos ionóforos
c) Miocardite
d) Parasitas
e) Tumores

PERICÁRDIO
a) Hidropericárdio: causas e conseqüências
b) Hemopericárdio: causas e conseqüência
c) Pericardites: Pericardites fibrinosas e purulentas

ENDOCÁRDIO
a) Calcificação: causas e conseqüências
b) Endocardiose
c) Endocardites

PATOLOGIA DOS VASOS
- Morfologia normal
- Reação às agressões
- Alterações pós mortais
- Artérias: Aneurisma; Ruptura; Hipertrofia; Degeneração e necrose: Arterites e Neoplasias
- Veias: Flebites
- Vasos linfáticos: Linfangite, Hipoplasia linfática
PATOLOGIA DO SISTEMA RESPIRATÓRIO
- CONSIDERAÇÕES GERAIS
a) Características dos componentes do sistema:
a.1) Fossas nasais
a.2) Nasofaringe
a.3) Laringe
a.4) Traquéia e brônquios
a.5) Bronquíolos
a.6) Parênquima alveolar
a.7) Defesas pulmonares
b) Padrões de doença Respiratória:
b.1) Agressão aerógena
b.2) Agressão hematógena
b.3) Outras
- CAVIDADE NASAL E SEIOS:
a) Anomalias congênitas
b) Distúrbios metabólico
c) Distúrbios circulatórios
c) Inflamações da cavidade nasal: rinites
d) Formas dos processos inflamatórios quanto ao exsudato: catarral, purulenta, fibrinosa e granulomatosa
e) Inflamação dos seios: sinusites
f) Rinites específicas:
g.1) Rinite atrófica dos suínos
g.2) IBR
g.3) Complexo de doença respiratória felina
g.4) Garrotilho
h) Rinites granulomatosas
h) Rinite alérgica
i) Doenças parasitárias da cavidade nasal e seios
j) Tumores da cavidade nasal e seios
- FARINGE E BOLSAS GUTURAIS
- LARINGE E TRAQUÉIA
a) Malformações
b) Paralisia laringeana
c) Alterações circulatórias
d) Inflamações
e) Parasitoses
f) Tumores
- BRÔNQUIOS E BRONQUÍOLOS
a) Inflamações
b) Alterações da luz bronquial
- PULMÕES
a) Alterações pós morte
b) Malformações
c) Alterações circulatórias: hipostase (alt. Pós morte), hiperemia, estase, edema, embolia, hemorragias
d) Anormalidades da inflamção: atelectasia (congênita, adquirida) enfisema (alveolar, intersticial)
e) Alterações metabólicas: calcificação, hemossiderose
f) Pneumoconiose
g) Inflamções:
g.1) Considerações gerais
g.2) Classificação: 1-Vias de infecção
2- Curso clínico
Tipo de inflamação: exsudativas e proliferativas
3- Agente etiológico
4- Quanto à distribuição das lesões
5- Quanto à morfologia
h) Formas especiais de Pneumonia:
h.1) Gangrenosa
h.2) Por aspiração
h.3) Pneumonia urêmica
h.4) PN granulomatosa
i) PN infecciosas específicas: virais, bacterianas, mycoplasmas, clamydia, rickettsias, micóticas, protozoários e parasitárias
j) Neoplasias
PATOLOGIA DO SISTEMA HEMOPOÉTICO
- INTRODUÇÃO: Características dos tecidos que compõem o sistema
- FUNÇÕES E REAÇÕES GERAIS DA MEDULA ÓSSEA
- DISTÚRBIOS DOS ERITRÓCITOS:
a) Eritropoese
b) Eritrocitose
c) Anemia: Conceito; Sinais clínicos; Classificação das anemias: morfológica, etiológica: Por produção deficiente de células, anemia por deficiente produção de eritrócitos, por produção deficiente de Hemoglobina, por destruição excessiva dos eritrócitos (hemolíticas), anemia por hemorragias agudas ou crônicas.
d)Distúrbios mieloproliferativos
e) Os tecidos linforreticulares
- TIMO:
a) Doenças do desenvolvimento
b)Inflamações
c) Neoplasias
- LINFONODOS:
a)Reações gerais: hiperplasias, linfoadenopatias
b) Lesões degenerativas: atrofia, pigmentações, enfisema
c) Alterações circulatórias: hemorragias
d) Inflamações: linfadenite caseosa, granulomas
e) Parasitoses
f) Neoplasias
- BAÇO:
a) Lesões degenerativas: atrofia senil, amiloidose, hemossiderose, doenças de arnazenamento
b) Esplenomegalia
c) Ruptura e torção
d) Distúrbios circulatórios
e) Inflamações
f) Neoplasias
- PATOLOGIA DO SISTEMA DIGESTIVO
- Alterações pós-mortais, Não Lesões e Lesões de pouca importância clínica (lesões incidentais): Descarga do conteúdo gastrintestinal, Prolapso retal, Melanose, Embeição por hemoglobina, Embeição biliar, Hipertrofia idiopática da porção distal do esôfago, Desprendimento da mucosa do rúmen, Hiperemia gástrica, Rupturas gástricas pós-mortais, Dilatação segmentar do intestino com ou sem dispedese, Intussuscepção (invaginação) pós-mortal.
- Patologia da Cavidade Oral: Anomalias; Corpos estranhos; Inflamações: Doenças associadas a estomatite superficial: Estomatites vesiculares a vírus; Estomatite papular dos bovinos; Ectima contagioso dos ovinos; Estomatites erosivas e ulcerativas; Doenças associadas a estomatite profunda: Necrobacilose; Actinobacilose. Neoplasias: papilomatose oral, carcicoma de células escmosas, melanoma maligno.
- Patologia do Esôfago:
a) Defeitos congênitos: agenesia, megaesôfago, acalasia
b) Alterações da luz: estenose por compressão externa, por retração cicatricial
c) Inflamações (esofagites): doenças a vírus; esofgites micóticas; intoxicações; doenças parasitárias; alterações circulatórias; tumores.
- Patologia dos Pré-Estômagos:
a) Alterações pós-mortais: timpanismo ou meteorismo post-mortem; maceração da mucosa ruminal; ruptura do rúmen
b) Corpos estranhos: reticulopericardite traumática e suas complicações; alotriofagia; ingestão acidental
Dilatação do rúmen e teículo: Timpanismo ou meteorismo: primário e secundário
c) Inflamações: Ruminite, reticulite, omasite.
- Patologia do Estômago:
a) Timpanismo port-mortem
b) Dilatação, deslocamento e ruptura: dilatação gástrica no eqüino, dilatação gástrica e volvo em caninos, volvo gástrico em suínos, deslocamento e volvo de abomaso em bovinos
c) Inflamações (gastrites): gastrite urêmica; aguda, fibrino-necrótica e crônica
d) Úlcera gástrica: em eqüinos, em suínos, em caninos
e) Neoplasias: adenocarcinoma de estômago de caninos, carcinoma de células escamosas em eqünios, linfossarcoma (leucose bovina).
- Patologia do Intestino
a) Estenose e Obstrução: Etenose, Corpos estranhos, Enterólitos, Cíbalos, Fitobezoários
b) Alterações da posição: Intussuscepção intestinal; Volvo ou vólvulo intestinal
c) Hérnias
d) Inflamação (enterite): Classificação de acordo com o segmento atingido; Quanto ao exsudato: catarrais, hemorrágicas, purulentas, fibrinosas, granulomatosas.
e) Neoplasias: linfossarcoma (principalmente)
PATOLOGIA DO FÍGADO E DA VESÍCULA BILIAR
- Considerações Gerais:
a) Estrutura: tratos portais, veia central, sinusóides vasculares e hepatócitos
b) Funções: síntese, secreção, excreção, armazenamento, biotransformação e metabolismo
c) Manifestações clínicas de doença hepática: colestase, icterícia, fotossensibilização, encefalopatia hepática, hemorragia e edema.
- Reação do Fígado à Agressão:
a) Degeneração gordurosa
b) Necrose: necrose individual de células, necrose centrolobular, necrose mediozonal, necrose periportal e massiva
c) Reparativas: regeneração, fibrose.
- Inflamações: hepatites - bacterianas, virais e parasitária
a) Hepatite infecciosa canina
b) Hemoglobinúria bacilar
c) Abscessos hepáticos
d) Fasciolose
- Doenças Tóxicas do Fígado:
a) Alcalóides pirrolizidínicos
b) Verbanaceae
c) Solanaceas
d) Aflatoxinas
- Neoplasias: Colangioadenoma, Colangiocarcinoma, Adenoma hepatocelular, Carcinoma hepatocelular, Hemangiossarcoma e Tumores metastáticos
Vesícula Biliar e Vias Biliares: Coletlitíase, Colecistites e Colangites
PATOLOGIA DO SISTEMA URINÁRIO
- Considerações Gerais: Rim (características fisio-anatômicas); Trato urinário inferior
- Anomalias do desenvolvimento:
a) Agenesia renal
b) Hipoplasia
c) Displasia
d) Disgenesia
e) Cistos renais
- Distúrbios Circulatórios: Hemorragias, Infarto
- Doenças Tubulares: Necrose tubular aguda isquêmica e nefrotóxica
- Doenças Glomerulares: glomerulites
a) Glomerulite viral
b) Glomerulite supurativa
c) Glomerulite imunomediada (anticorpo antimembrana basal, deposição de imunocomplexos)
- Alterações do Interstício: nefrite intersticial
a) Nefrite intersticial aguda: não supurativa e supurativa (embólica)
b) Nefrite intersticial granulomatosa
- Pielonefrite
- Hidronefrose
- Fibrose Rena
- Doenças Parasitárias: Dioctophyma renale e Stephamurus dentatus
- Neoplasias: Adenomas renais, Carcinomas renais e Nefroblastomas
- Funções Renais: Excretora e Endócrina
- Insuficiência Renal: Pré-renais, renais, pós-renais
a) Aguda e Crônica
b) Conceitos: Azotemia e Uremia
c) Sinais clínicos
d) Lesões estra-renais na uremia e mecanismo
- Trato Urinário Inferior: Ureteres, Vesícula urinária (bexiga) e Uretra
a) Anomalia do desenvolvimento: úraco persistente
b) Urolitíases
c) Inflamções
d) Neoplasias: Hematúria enzootica
PATOLOGIA DO SISTEMA NERVOSO CENTRAL
- Considerações Gerais:
a) Exame macroscópico do Sistema Nervoso Central
b) Estrutura histológica do SNC
- Alterações Pós mortais, Não Lesões e lesões de pouca importância
- Reações Gerais do SNC à Agressão: Neurônios, Astrócitos, Oligodendrócitos, Micólia, Vasos sangüíneos e Mielina
- Patologias:
a) Malformações: Hidrocefalia (congênita e obstrutiva), Hidranencefalia, Ciclopia, Hipoplasia do cerebelo, Anomalias disráficas, Anencefalia, Crânio bífido e Spina bífida
b) Ventrículos e Plexo coróide
c) Distúrbios circulatórios: Edema, Congestão, Hemorragia, Trombose e Embolia, Isquemia e Infarto
d) Traumatismos e Lesões que ocupam espaço
e) Doenças Degenerativas e Necróticas do Sistema nervoso central:
e.1) Doenças com lesões macroscópicas (malácia): Polioencefalomalácia por deficiência de tiamina, Leucoencefalomalácia em equüinos (intoxicação por milho mofado), Encefalomalácia focal simétrica dos ovinos
e.2) Doenças Degenerativas sem lesão macroscópica: Doença do Edema dos Suínos, Intoxicação por sal ou síndrome de privação hídrica, Intoxicação por Solanum fastigiatum, Intoxicação por Claviceps paspali, Intoxicação por chumbo, Doenças do armanezamento
f) Doenças inflamatórias do Sistema nervoso central:
f.1) Nomenclarua
f.2) Vias de infecção
f.3) Classificação das inflamações quanto ao exsudato
f.4) Infecções supurativas (bacterianas):
1. Listeriose, Meningite Streptocócica
2. Infecções não-supurativas (virais): Raiva, IBR, FCM, PSC, Pseudo-raiva, Encefalopatias espongiformes, Cinomose
3.Infecções micóticas
4. Infecções por protozoários
5. Infecções parasitárias
g) Tumores do sistema nervoso central
PATOLOGIA DO TECIDO ÓSSEO

- Considerações Gerais: Histofisiologia, Paratormônio, calcitonina e vitamina D
- Doenças Metabólicas do Tecido Ósseo:
a) Caracterizadas por Osteropenia:
1. Osteoporose
2. Raquitismo/Osteomalácia
3. Osteodistrofia fibrosa
4. Osteonecrose
b) Caracterizadas por Osteomegalia:
1. Osteopetrose
2.Osteodistrofia fibrosa “curada”
- Inflamação: Osteíte, Periostite e Osteomielite
a)Causas
b)Vias de penetração
- Neoplasias
PATOLOGIA MUSCULAR
- Considerações Gerais
- Resposta dos Músculos às agressões: Degeneração, Necrose e Regeneração
- Alterações nas Dimensões da Miofribra: Atrofia, Hipertrofia
- Distúrbios Circulatórios: Congestão, Isquemia
- Miosites:
a) Miosites bacterianas: Gangrena gasosa, Carbúnculo sintomático
b) Miosite de patogenia desconhecida: Miosite eosinofilica
c) Miosites parasitárias: Toxoplasmose, Sarcocistose, Cisticeercose
- Miopatias
a) Miopatias tóxicas
b) Miopatia por esforço (cavalos)
c) Miopatica nutricional
- Trumatismos
- Neoplasias
PATOLOGIA DA PELE
- Considerações Gerais
- Distúrbios da Pigmentação: Hiperpigmentação adquirida, Hipopigmentação: albinismo, hipopigmentação adquirida
- Doença de Ordem Genética: Dermatose hereditária dos búfalos
- Distúrbios Físico-químicos: Agentes físicos, Agentes químicos
- Doenças Actínicas: Câncer de pele, Fotossensibilização
- Doenças Nutricionais
- Doenças Endócrinas
- Dermatoses imunomediadas: Dermatoses alérgicas, Distúrbios auto-imunes
- Doenças Víricas
- Doenças Bacterianas: Piodermites superficiais, Piodermites profundas
- Micoses: Cutâneas, Subcutâneas e Profundas
- Doenças Parasitárias: Artrópodes ectoparasitas
- Tumores da pele: Epiteliais, de Melanócitos, Mesenquimais

PATOLOGIA DO SISTEMA REPRODUTOR DA FÊMEA
- Anomalias do Desenvolvimento e da Diferenciação Sexuais: Hermafroditismo, Freemartinismo
- Vulva e Vagina:
a) Tumefação da vulva e vagina
b) Doenças inflamatórias da vulva e vagina (vulvovaginites)
c) Vaginite e Vulvite necróticas: Vulvovaginite necrótica, Cérvico-vaginite necrótica
- Neoplasias da Genitália Tubular: Leiomioma e leiomiossarcoma, Tumor venéreo transmissível, Fibropapiloma de vulva, Adenocarcinoma do Endométrio
- Ovário:
a) Lesões variadas
b) Cistos ovarianos-atresia folicular
c) Doença ovariana cística
d) Neoplasias de ovário
- Trompas:
a) Hidrossalpinge
b) Salpingite
c) Piossalpinge
- Útero:
a) Alterações da posição e soluções de continuidade: Torção, Hérnias, Prolapso, Ruptura e Perfuração
b) Distúrbios do crescimento do endométrio: Atrofia, Hiperplasia, Adenomiose, Metaplasia escamosa do epitélio uterino
c) Hidrometra e mucometra
d) Alterações inflamatórias do útero: Endometrite, Metrite, Perimetrite e Parametrite
e) Piometria: Na cadela e na gata, na vaca
PATOLOGIA DO SISTEMA GENITAL DO MACHO
- Túnica vaginal
- Pênis e Prepúcio: Inflamações (balanopostites), Neoplasias do pênis e prepúcio
- Testículo:
a) Hipoplasia testicular
b) Criptorquidismo
c) Distúrbios circulatórios: Edema, Trombose, Inflamações vasculares (arterite)
d)Degeneração testicular
e) Inflamação dos testículos (orquite): Orquite intersticial, intratubular, necrosante e específicas
f) Neoplasias do testículo: Tumor de células interesticiais, tumor de células de Sertoli, Seminoma e Teratoma
- Epidídimo:
a) Inflamações do epidídimo
b) Granuloa espermático
- Vesícula Seminal:
Vesiculite seminal dos bovinos
- Próstata:
a) Metaplasia e Hiperplasia da próstata
b) Neoplasia da próstata.
AULAS PRÁTICAS
- Técnica de necropsia
- Exames de órgãos de acordo com o sistema apresentado nas aulas teóricas
- Descrição da necropsia e Laudo de necropsia
- Colheita de material para realizar diagnóstico de enfermidades e fixação do material para exame microscópico
- Exame microscópico de algumas enfermidades dos animais domésticos

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • BLOOD, D.C. & RADOSTITS, O.M. Clínica Veterinária. Ed. Guanabara Koogan AS , 7a Ed., 1991.
  • RIET-CORREA, F.; MÉNDEZ M.C. & SCHILD A.L. Intoxicações por Plantas e Micotoxicoses em animais domésticos. Uruguai: Editoria Agropecuária Hemisferio Sur S.R.L., 1993.
  • RIET-CORREA, F., SCHILD, A.L., MÉNDEZ, M.C. Doenças de Ruminantes e Eqüinos. Ed. Universitária, UFPel, 1998.

Bibliografia Complementar:

  • HUNT, J. LEA&FEBIGER. Veterinary Pathology. Philadelphia, 1983.
  • JUBB, K.W.F; KENNEDY, P.C.; PALMER, N. Patologia de los animales domesticos. Academic Press, 1993
  • MERCK & C.O. The Merck Veterinary Manual Inc Rahway, N.J., USA, 7a Ed, 1991
  • RC CURRAN. Color Atlas of Histopathology. Harvey Miller Publishers. Oxford University Press, 3a Ed., 1995
  • WILLIAM, C.D.M., McGAVIN, M.D. Patologia Veterinária Especial de Thomson. São Paulo: Manole Ltda., 1998.
  • Periodicos 1. Pesquisa Veterinária Brasileira.

Turmas Ofertadas

Turma Período Vagas Matriculados Curso / Horários Professores
M71 2020 / 1 100 74 Medicina Veterinária (Bacharelado)
Horários
ManhãTardeNoite
QUA08:50 - 09:40
10:00 - 10:50
SEG14:00 - 14:50
CRISTINA GEVEHR FERNANDES
Professor responsável pela turma

FABIANE BORELLI GRECCO
Professor Regente

Disciplinas Equivalentes

Disciplina Curso
PATOLOGIA ESPECIAL VETERINÁRIA Medicina Veterinária (Bacharelado)
PATOLOGIA ESPECIAL VETERINÁRIA Medicina Veterinária (Bacharelado)

Página gerada em 24/01/2021 09:23:09 (consulta levou 0.198691s)