Nome da Atividade
HISTÓRIA DA AMÉRICA I
CÓDIGO
10770022
Carga Horária
60 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Modalidade
A DISTÂNCIA
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
CRÉDITOS
4
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

A disciplina trata das origens do homem americano, as sociedades pré-colombianas, a expansão europeia, o descobrimento e a conquista, a organização da conquista, a colonização espanhola, a colonização inglesa e a formação dos E.U.A e a crise dos sistemas coloniais.

Objetivos

Objetivo Geral:

Possibilitar a organização, pelo aluno, de repertórios histórico-culturais que sejam capazes de contribuir na compreensão do processo histórico de formação da América;
Levar o aluno a conhecer, analisar e discutir a realidade social na qual está inserido, atuando conscientemente nela;
Capacitar o aluno a caracterizar e distinguir as relações de trabalho próprias das sociedades coloniais americanas;
Permitir que o aluno seja capaz de reconhecer as diferentes formas de relações de poder inter e intragrupos sociais na América colonial;
Desenvolver no aluno competência didática para o ensino escolar da História da América.

Conteúdo Programático

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • COLOMBO, Cristóvão. Carta de Colón Anunciando el Descubrimiento. Disponível em: http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/PesquisaObraForm.do?select_action=&co_autor=1941 - FONSECA, Thais Nivia de Lima E. Serge Gruzinski e as Dinâmicas Culturais na América Colonial.Cultura Histórica & Patrimônio. v.2, n. 1, p. 60-71, 2013. Disponível em: http://publicacoes.unifal-mg.edu.br/revistas/index.php/cultura_historica_patrimonio/article/view/05_art_v2n1_fonseca] - LANGUE, Frederique. Las Elites en América Española, actitudes y mentalidades. Revista Nuevo Mundo Nuevos Mundos [Online], fev. 2005. Disponível em: http://journals.openedition.org/nuevomundo/562

Bibliografia Complementar:

  • - GUERRA, François-Xavier. A nação na América Espanhola: a questão das origens. Revista Maracanan, Rio de Janeiro, v.1, n.1,p. 9-30, 1999. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/maracanan/article/view/13242/10116. - NADALIN, Sérgio Odilon; SCOTT, Dario. Além do Centro-Sul: por uma história da população colonial nos extremos dos domínios portugueses na América (projeto integrado). R. Bras. Est. Pop., Belo Horizonte, v.34, n.3, p.649-657, set./dez. 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbepop/a/svN9jXfCJfSLgVMTzymDdLx/?format=pdf&lang=pt - SILVA, Bruno. A construção do homem americano no século XVIII: viagens, teorias e o inventário da humanidade do Novo Mundo. Revista Maracanan, Rio de Janeiro, n.15, p. 161-180, jul/dez 2016. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/maracanan/article/viewFile/24687/17825. - PARADISO, SR. A demonização em A Conquista Espiritual (1639), de Antonio Ruiz de Montoya e na Festa de S. Lourenço (1587), de José de Anchieta. In MAGALHÃES, ACM., et al., orgs. O demoníaco na literatura [online]. Campina Grande: EDUEPB, 2012. pp. 199-214. ISBN 978-85-7879-188-9. Disponível em: https://books.scielo.org/id/y742k/pdf/magalhaes-9788578791889-15.pdf - VIANNA, Hélio. Estudos de História Colonial. Companhia Editora Nacional: São Paulo:1948 (Coleção Brasiliana- volume 261). Disponível em: https://bdor.sibi.ufrj.br/bitstream/doc/347/1/261%20PDF%20-%20OCR%20-%20RED.pdf

Página gerada em 21/04/2024 18:34:51 (consulta levou 0.062411s)