Nome da Atividade
SISTEMAS DE ESGOTAMENTO SANITÁRIO E TRATAMENTO DE EFLUENTES
CÓDIGO
22000538
Carga Horária
60 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
2
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
2
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
CRÉDITOS
4
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Saneamento básico como direito humano e ambiental. Caracterização de águas residuárias. Padrões. Autodepuração. Sistemas de esgotamento sanitário: Concepção e dimensionamento de rede coletora; Interceptor; Emissário; Sifão invertido; Tubulações; Estação elevatória. Fundamentos dos processos e operações unitárias de tratamento de águas residuárias.Processos biológicos, químicos e físico-químicos para tratamento de águas residuárias. Desinfecção de águas residuárias. Tratamento e disposição de lodos gerados em estações de tratamento de águas residuárias.

Objetivos

Objetivo Geral:

Capacitar os estudantes para a concepção de sistemas de esgotamento sanitário e operações unitárias, principais processos e dimensionamento de tratamento de águas residuárias.

Conteúdo Programático

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS - ABNT. NBR9648, NBR9649, NB568, NB569 e NB570.
  • DAVIS, M. Tratamento de águas para abastecimento e residuárias princípios e práticas. Rio de Janeiro GEN LTC 2016 1 recurso online ISBN 9788595155633.
  • JORDÃO, E. P.; PESSÔA, C. A. Tratamento de esgotos domésticos. São Paulo, SP: ABES, 5ª ed. 2009. 941p.
  • METCALF & EDDY, Inc. Wastewater Engineering: Treatment, Disposal and Reuse. 4a. Edição. Mc. Graw-Hill, New York, 2002, 1820p.
  • NUVOLARI, A (Org.). ESGOTO sanitário: coleta, transporte, tratamento e reúso agrícola. São Paulo: Edgard Blucher, 2003. 645 p. ISBN 9788521203148.
  • von SPERLING, M. Princípios do Tratamento Biológico de Águas Residuárias. Volume 4: Lodos Ativados. ABES. 1996.
  • ALEM SOBRINHO, P. & TSUTIYA, M. T. P. Coleta e Transporte de Esgoto Sanitário. São Paulo: Epusp/ Escola Politécnica da USP, PHD. 1999.

Bibliografia Complementar:

  • von SPERLING, M. Introdução à qualidade das águas e ao tratamento de esgotos. 3.ed. Departamento de Eng. Sanitária e Ambiental; Universidade Federal de Minas Gerais. 2005.
  • von SPERLING, M. Princípios básicos do tratamento de esgotos. 4.ed. Departamento de Eng. Sanitária e Ambiental; Universidade Federal de Minas Gerais. 2001.
  • von SPERLING, M. Princípios do Tratamento Biológico de Águas Residuárias. Volume 2: Princípios Básicos do Tratamento de Esgotos. ABES, 1996.
  • von Sperling, M. Princípios do Tratamento Biológico de Águas Residuárias. Volume 3: Lagoas de Estabilização. ABES, 1996.
  • WEBER Jr., W. J. Physico-Chemical Processes for Water Quality Control, John Wiley & Sons, New York, 1972. 640p.

Disciplinas Equivalentes

Disciplina Curso
SISTEMA DE TRATAMENTO DE EFLUENTES Engenharia Hídrica (Bacharelado)

Página gerada em 23/07/2024 06:40:47 (consulta levou 0.127789s)