Nome da Disciplina
INTRODUÇÃO À ANTROPOLOGIA
CÓDIGO
10910014
Carga Horária
60 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CRÉDITOS
4
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
4
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%

Ementa

Métodos e procedimentos. Teorias antropológicas. Cultura e sociedade. Homem e produção simbólica. Pólos teóricos da Antropologia Contemporânea.

Objetivos

Objetivo Geral:

Ministrar conhecimentos teóricos, metodológicos e da produção simbólica relacionados à área da Antropologia. Subsidiar projetos, pesquisas, análises, escritura de textos, produção iconográfica e museológica que abordam a diversidade de sociedades humanas marcadas tanto pelo fenômeno da tradição como da globalização.

Conteúdo Programático

Unidade I ― Introdução à Antropologia
‒ cultura;
‒ etnocentrismo;
‒ relativismo;
‒ alteridade;
‒ etnografia;
‒ olhar;
‒ ouvir;
‒ escrever;
‒ pensamento simbólico;
‒ identidade;
‒ sociedade e coletivo.

Unidade II ‒ A Mitologia
– sistema de reciprocidade e hierarquia;
– natureza/cultura;
– continuidade/descontinuidade;
– consciente/inconsciente;
– diacronia/sincronia;
– simetria/assimetria;
– mitologia;
– narrativa;
– determinismo vertical e horizontal;
– objetos;
– símbolos;
‒ ritual;
‒ mitologia.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • CORREA, Alexandre Fernandes. “O que você gostaria de saber sobre Antropologia”. HTTP://www.antropologia.com.br/colu/colu10.html ‒DAMATTA, Roberto. Você tem cultura?Jornal da Embratel, Rio de Janeiro, 1981. http://www.arq.ufsc.br/urbanismoV/artigos/artigos_mr.pdf RIBEIRO, Angelita Soares. Bruxas, Lobisomens, Anjos e Assombrações na Costa Sul da Lagoa dos Patos – Colônia Z3, Pelotas: Etnografia, mitologia, gênero e políticas públicas. Pelotas: PPGCS/UFPel (Dissertação de Mestrado), 2012, p. 40-112. http://www2.ufpel.edu.br/isp/ppgs/dissertacoes/2010/dissertacao_angelita-soares-ribeiro.pdf LAGROU, Els. Arte ou Artefato? Agência e significado nas artes indígenas. Revista Proa, n°02, vol.01, 2010 http://www.ifch.unicamp.br/proa

Bibliografia Complementar:

  • BOAS, Franz. Antropologia cultural. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed. , 2004. BONETTI, Alinne, FLEISCHER, Soraya. Entre Saias Justas e Jogos de Cintura. Florianópolis: Editora Mulheres; Santa Cruz do Sul: EDUNISC, 2007. BRANDÃO, Carlos Rodrigues. Diário de Campo. A Antropologia como Alegoria. São Paulo: Brasiliense, 1982. CASCUDO, Câmara. Geografia dos Mitos Brasileiros. São Paulo: Editora Global, 2002, p. 44; 122-143; 327-334. DA MATTA, Roberto. Trabalho de Campo. In: Relativizando: Uma Introdução à Antropologia Social. Petrópolis: Vozes, 1984 (4ª. Edição), pp. 143-173. DA MATTA, Roberto. O que faz o Brasil, Brasil? Rio de Janeiro: Rocco, 1986. DURHAM, Eunice Ribeiro. A dinâmica da cultura: ensaios da Antropologia. São Paulo: Cosac Naify, 2004. DURKHEIM, Émile, MAUSS, Marcel. Algumas Formas Primitivas de Classificação. In: Durkheim. São Paulo: Editora Ática, 1978, p. 184-203. GALLOIS, Dominique Tilkin. Mairi Revisitada ― a reintegração da Fortaleza de Macapá na tradição oral dos Waiãpi. São Paulo: NHII/USP/FAPESP, 2003, p. 17-60. GEERTZ, Clifford. A Interpretação das Culturas. Rio de Janeiro: LTC, 1989, p. 03-40. HARTMANN, Luciana. Gesto, Palavra e Memória: performances de contadores de causos. Florianópolis, Ed. da UFSC, 2011, p. 95-126. KUPER, Adam. Cultura: a visão dos antropólogos. Bauru (SP): Edusc, 2002. LARAIA, Roque de Barros. Cultura: um conceito antropológico. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2009. LEACH, Edmund Ronald. Sistemas Políticos da Alta Birmânia. São Paulo: EDUSP, 1996, p. 125-144; 159-190; 307-319. LÉVI-STRAUSS, Claude. Antropologia Estrutural. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1996. LÉVI-STRAUSS, Claude. Antropologia Estrutural Dois. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1993. LÉVI-STRAUSS, Claude. O Cru e o Cozido. São Paulo: Cosac Naify, 2004, p. 19-104.

Turmas Ofertadas

Turma Período Vagas Matriculados Curso / Horários Professores
T1 2019 / 2 35 22 Museologia (Bacharelado)
Horários
ManhãTardeNoite
QUA08:00 - 08:50
08:50 - 09:40
10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
DANIELE BORGES BEZERRA
Professor responsável pela turma

Disciplinas Equivalentes

Disciplina Curso
INTRODUÇÃO À ANTROPOLOGIA Museologia (Bacharelado)
INTRODUÇÃO À ANTROPOLOGIA Antropologia (Bacharelado)

Página gerada em 13/11/2019 08:07:30 (consulta levou 0.165819s)