Nome da Disciplina
ENSINO DE PORTUGUÊS COMO LÍNGUA ADICIONAL (PLA)
CÓDIGO
20000458
Carga Horária
60 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
4
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
CRÉDITOS
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Lusofonia e políticas linguísticas referentes à promoção da língua portuguesa. Pressupostos teóricos para o ensino de PLA. Abordagens e métodos para o ensino de PLA em diferentes contextos. Desenvolvimento de projetos e materiais didáticos para o ensino de PLA. Avaliação e exames de proficiência. Ensino de PLA para surdos, indígenas e imigrantes na educação básica.

Objetivos

Objetivo Geral:

Analisar questões relacionadas ao ensino de PLA em diversos contextos;
Refletir sobre os pressupostos teóricos e metodológicos envolvidos na prática de ensino de PLA.
Discutir o desenvolvimento de políticas linguísticas relacionadas à área;
Apropriar-se das abordagens e métodos atuais para o ensino de PLA;
Analisar e elaborar materiais didáticos para contextos de ensino de PLA.

Conteúdo Programático

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • DELL'ISOLA, Regina L.P. et al. A avaliação de proficiência em português língua estrangeira: o exame CELPE-Bras. Revista Brasileira de linguística Aplicada, [s.l.], v. 3, n. 1, p.153-164, 2003.
  • FARACO, Carlos Alberto. História sociolinguística da língua portuguesa. São Paulo: Parábola Editorial, 2016.
  • MOITA-LOPES, L. P. (Org.). Global Portuguese: linguistic ideologies in late modernity. 1ed. New York: Routledge, 2015.
  • MOITA LOPES, L. P. (Org.). O português no século XXI: cenário geopolítico e sociolinguístico. São Paulo: Parábola Editorial, 2013
  • SCHOFFEN, J. R. et al. Português como língua adicional: reflexões para a prática docente. Porto Alegre: Bem Brasil, 2012.

Bibliografia Complementar:

  • CAVALCANTI, Marilda C.; MAHER, Terezinha M. (Orgs.). Multilingual Brazil: language resources, identities and ideologies in a globalized world. 1ed. Londres: Routledge, 2018.
  • DINIZ, L. R. A.. Mercado de línguas: a instrumentalização brasileira do português como língua estrangeira. Campinas: RG / FAPESP, 2010.
  • KRAEMER, F. F. Português língua adicional: progressão curricular com base em gêneros do discurso. Dissertação de Mestrado, PPG-Letras – UFRGS, 2012.
  • SCHOFFEN, Juliana Roquele et al. Resgatando a história do exame Celpe-Bras: desenvolvimento, disponibilização e estudos sobre o acervo de provas e documentos públicos do exame. Cadernos do Il, Porto Alegre, n. 55, p.86-113, dez. 2017.
  • LODI, Ana Claudia; MELO, Ana Dorziat Barbosa de; FERNANDES, Eulália (Orgs.). Letramento, bilinguismo e educação de surdos. Porto Alegre: Mediação, 2012.
  • MAHER, T. J. M. A educação do entorno para a interculturalidade e o plurilinguismo. In: KLEIMAN, A. B.; CAVALCANTI, M. C. (Orgs). Linguística Aplicada: suas faces e interfaces. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2007, p. 255-270.
  • REVISTA X. Curitiba, v. 13, n. 1, 2018. Disponível em: . Acesso em: 10 maio 2019. (volume intitulado “Português como língua adicional em contextos de minorias: (co)construindo sentidos a partir das margens).

Turmas Ofertadas

Turma Período Vagas Matriculados Curso / Horários Professores
T1 2020 / 1 36 0 Letras - Português e Alemão (Licenciatura)
Letras - Português e Espanhol (Licenciatura)
Letras - Português e Francês (Licenciatura)
Letras - Português e Inglês (Licenciatura)
Horários
ManhãTardeNoite
QUA08:00 - 08:50
08:50 - 09:40
10:00 - 10:50
10:50 - 11:40

Página gerada em 26/01/2020 01:05:42 (consulta levou 0.088206s)