Nome do Projeto
AVALIAÇÃO DA ESTABILIDADE DO CONHECIMENTO EM ESCULTURA DENTAL AO LONGO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA
Ênfase
ENSINO
Data inicial - Data final
29/05/2017 - 31/12/2017
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências da Saúde - Odontologia
Resumo
A Anatomia é uma disciplina de muita utilidade porque constitui o alicerce de todas as disciplinas clínicas dentro do curso de Odontologia. Conhecê-la bem é mais que uma necessidade, passa a ser uma obrigação. A característica forte da disciplina de Anatomia é a descrição da forma. As variações anatômicas da forma fazem com que a disciplina de Anatomia deixe de ser uma ciência “exata”. Esta disciplina por ser apenas morfológica, faz com que seu estudo passe a ser menos dinâmico e exige do aluno muita memorização devido à extensa nomenclatura anatômica. Corresponde a uma série de dados que seriam imutáveis não fossem as constantes variações anatômicas da forma definidas pelos diferentes biótipos e a involução do aparelho mastigador devido os desgastes pelo uso. Daí se deduz que ela não é auto-motivadora como as disciplinas mais dinâmicas, principalmente as clínicas. O docente não deve ficar alheio às novas tecnologias de ensino, mas deve saber empregá-las segundo as necessidades reais do ensino. A avaliação discente ou avaliação do rendimento escolar deve ser entendida como momentos de reflexão sobre os objetivos educacionais e sobre os conhecimentos adquiridos, de forma a possibilitar a adequação do processo relativo ao ensino e ao aprendizado. A ampla variedade de técnicas de ensino está à disposição de qualquer professor, que a utilizará se for compatível com o seu estilo de ensino e se for adequada às características do grupo de alunos e da sala de aula (GODOY, 1988). A correta reconstrução da anatomia dental deve ser um dos principais objetivos dos tratamentos restauradores. A restauração da forma e da função dos dentes permite apropriado funcionamento da articulação temporomandibular (ATM), resultando na melhora da saúde e da qualidade de vida dos pacientes. Isso, adicionalmente, facilita a mastigação e a higiene oral, preservando a fisiologia periodontal e propiciando longevidade clínica das restaurações (KISSOV et al., 2008; YU et al., 2008).

Objetivo Geral

Avaliar a estabilidade do conhecimento anatômico dos estudantes através da escultura dental.

Justificativa

O método geométrico que dá ao aluno, no aprendizado da prática de escultura dental, a visão espacial do dente a ser esculpido, é um método consagrado. Um estudo conduzido em 2007 concluiu que o referido método, como auxiliar no ensino da escultura dental, possibilita melhores resultados, favorecendo o aprendizado da técnica, assim como a reprodução da anatomia dental. Dessa forma, com o treinamento manual e a percepção de detalhes anatômicos dos dentes que é exigida dos estudantes, melhora-se a percepção de proporção entre esses elementos. Estudantes com maiores habilidades iniciais têm melhor aproveitamento do método, conseguindo resultados finais superiores aos daqueles menos habilidosos, porém, mesmo esses menos habilidosos conseguem atingir formas satisfatórias (BODI et al., 2007).
Na Faculdade de Odontologia da UFPel, a anatomia dental é ministrada junto com a Disciplina de Anatomia da Cabeça e Pescoço e, por essa razão, apresenta um conteúdo extremamente extenso. Este estudo também pretende investigar o quanto de conhecimento, do conteúdo ministrado nessa disciplina, é perdido ou não no decorrer do curso.

Metodologia

Os alunos do curso de Odontologia da UFPel do 3o semestre (alunos que tiveram aula de escultura no semestre anterior) serão incluídos e distribuídos aleatoriamente no estudo (Grupo 1 - G1). Da mesma forma estudantes que tiveram aulas de escultura dental e cursam o 80 semestre
( Grupo 2 - G2).
Além disso será constituído um grupo de estudantes do 9 semestre (Grupo 3 - G3), que participaram do estudo de Azevedo e Cols 2014, os quais serão novamente avaliados através de esculturas dentais, das mesmas peças dentais.
Avaliação da escultura dental
Os macro modelo aplicados aos grupos G1 e G2, serão de gesso pedra com cavidades pré estabelecidas. Os dentes incluídos no estudo serão: primeiro pré-molar superior (14), primeiro molar superior (16), segundo pré-molar inferior (45) e primeiro molar inferior (46), a escolha de apenas dentes posteriores justifica se por serem os responsáveis pela manutenção da dimensão vertical e são os que apresentam mais detalhes anatômicos. As cavidades serão preenchidas e esculpidas com cera 7 de acordo com a técnica usada nas aulas de escultura dental.
As esculturas de ambos os grupos (G1 e G2) serão avaliadas por um único professor da disciplina de Anatomia da Cabeça e Pescoço da UFPel. Previamente à avaliação das esculturas, esse avaliador passará por um processo de treinamento e calibração, onde a concordância intraexaminador será aferida através da estatística Kappa, sendo considerado satisfatório um valor igual ou superior a 0,6.
Para evitar qualquer tipo de influência, os modelos serão numerados, e essa numeração não será revelada ao examinador. Para cada grupo (G1 e G2), a avaliação será feita de acordo com critérios e escores pré-estabelecidos.

Resultados Esperados

As Hipóteses são:
1) Não haverá perda de conhecimento anatômico adquirido no início do curso, mas haverá perda de qualidade na escultura dental durante o decorrer do curso.
2) Não haverá diferença na percepção dos detalhes anatômicos nos dentes esculpidos pelo grupo de alunos.

Estes resultados influenciarão ou não mudanças no ensino da escultura dental, para o curso de Odontologia da UFPel, visando melhoras na absorção do conteúdo pelos estundantes.

Indicadores, Metas e Resultados

Contribuição do Projeto para o ensino de Graduação e para o Projeto Político-Pedagógico do Curso:

O programa tem como meta estimular uma maior conexão entre universidade-sociedade, como previsto, tanto no
Programa de Desenvolvimento Institucional (PDI), quanto no projeto didático-pedagógico do curso de Odontologia da
UFPel (PPP-FO, Portaria 21/10/1941-Decreto número 8.082).
Portanto, este Programa objetiva integrar ações na extensão, ensino e pesquisa. Para isso, os acadêmicos do curso de odontoga da UFPel, através de diferentes ações propostas neste projeto,
reforçarão os conteúdos aprendidos nas disciplinas existentes na grade curricular obrigatória, entre essas: Anatomia e Dentística Restauradora.

Complementação Acadêmica na formação dos estudantes:

Desenvolvimento das suas capacidades de organização, responsabilidade acadêmica e habilidade docentes frente ao desafio de atuar em um projeto de ensino envolvendo anatomia e escultura dental. Neste projeto, se pretende observar nitidamente o ganho de responsabilidade e autoconfiança que o aluno de graduação envolvido no projeto adquirirá participando das atividades do mesmo.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ADEMAR FONSECA829/05/201731/12/2017
ALANA GEISIANE DA ROSA AQUINO327/06/201727/06/2017
ALEXANDRE MONTEIRO SOARES327/06/201727/06/2017
ALINE DE BASTOS DA SILVA305/06/201705/06/2017
ALISSON ANDRE ROBE FONSECA829/05/201731/12/2017
ANDRE RODRIGUES MORAES327/06/201727/06/2017
ANDRESSA DA SILVA BARBOZA305/06/201705/06/2017
ANDRESSA PRIEBE FIGUEIRO327/06/201727/06/2017
ANTONIO CESAR BORTOWISKI ROSA LEITES229/05/201731/12/2017
BERNARDO FRANCO DA SILVA327/06/201727/06/2017
BRUNA DA SILVA BARRAGANA VERA305/06/201705/06/2017
BRUNA OLIVEIRA SOUZA327/06/201727/06/2017
BÁRBARA OLIOSI DE MORAES305/06/201705/06/2017
CAMILA RAUBACH DIAS327/06/201727/06/2017
CAMILA THUROW BECKER327/06/201727/06/2017
CAROLINA SAMPAIO DE AZEVEDO327/06/201727/06/2017
DIEGO ABREU PASTORINO305/06/201705/06/2017
EFIGÊNIA MAXIMINO DA SILVA MESQUITA327/06/201727/06/2017
ELIZA RODRIGUES PEREIRA305/06/201705/06/2017
FERNANDA GONCALVES DA SILVA327/06/201727/06/2017
FERNANDA SRYNCZYK DA SILVA327/06/201727/06/2017
FERNANDA VIEIRA ALMEIDA327/06/201727/06/2017
GABRIELA CARDOSO VIDAL327/06/201727/06/2017
HAIESCA MARIN SIQUEIRA327/06/201727/06/2017
INDYARA CERUTTI2029/05/201731/12/2017
ISADORA VILAS BOAS CEPEDA327/06/201727/06/2017
JULIA MACLUF TORRES327/06/201727/06/2017
JULIA ZUCUNI GUASSO327/06/201727/06/2017
JULIANA BARZONI LUCAS305/06/201705/06/2017
JULIANA GARCIA ALTMAM327/06/201727/06/2017
LAIZA FLORES DA SILVA305/06/201705/06/2017
LARYSSA SOUZA FRANCO327/06/201727/06/2017
LAURA DOMBROWSKI BAULER327/06/201727/06/2017
LAURA KROETZ FANG305/06/201705/06/2017
LETICIA CARNEIRO327/06/201727/06/2017
LUANE MORALES DE OLIVEIRA327/06/201727/06/2017
LUIZ FERNANDO SCHENQUE TAVARES829/05/201731/12/2017
LUIZ PAULO NIKRASZEWICZ DE SOUZA327/06/201727/06/2017
MARCELO PEREIRA DA SILVA327/06/201727/06/2017
MARCIELI DIAS FURTADO305/06/201705/06/2017
MARIA LUIZA MARINS MENDES305/06/201705/06/2017
MARIANE DIAS327/06/201727/06/2017
MARIANE DUTRA JOANOL327/06/201727/06/2017
MARTHA DA SILVA AMARAL327/06/201727/06/2017
MIGUEL KONRADT MASCARENHAS305/06/201705/06/2017
NADINE BARBOSA FERREIRA327/06/201727/06/2017
PAULO RICARDO RAMSES MACHADO RIBEIRO327/06/201727/06/2017
RAFAEL GUERRA LUND129/05/201731/12/2017
RENATA ULIANA POSSER327/06/201727/06/2017
RENATO AZEVEDO DE AZEVEDO229/05/201731/12/2017
THAÍS PICCOLO CARVALHO305/06/201705/06/2017
VICTORIA BURMANN DA SILVA GUIMARÃES829/05/201731/12/2017
VÍCTOR DE ORNELAS PERAÇA305/06/201705/06/2017
WAGNER DA SILVA NOLASCO327/06/201727/06/2017

Página gerada em 18/06/2019 06:11:32 (consulta levou 0.063722s)