Nome do Projeto
Avaliação do Centro de Atenção Psicossocial InfantoJuvenil do Estado do Rio Grande do Sul (CAPSi-Sul)
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
02/07/2020 - 31/12/2023
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências da Saúde - Enfermagem - Enfermagem Psiquiátrica
Resumo
São notórios os avanços obtidos nas políticas públicas de saúde mental referentes à infância e adolescência e o crescente aumento da implantação dos Centros de Atenção Psicossocial Infantojuvenil (CAPSi) no Brasil, muito embora ainda haja necessidade de consolidar a atenção a esta população. Durante muito tempo o cuidado esteve voltado para a população adulta deixando de lado políticas específicas de cuidado às crianças e adolescentes. A implantação dos CAPSi é recente, tornando-se extremamente relevante a avaliação desses serviços como fundamental no que tange sua estruturação e reestruturação para atendimento à demanda. Sendo assim, este projeto de pesquisa tem como objetivo geral: avaliar qualitativamente e quantivamente o CAPSi do Estado do Rio Grande do Sul. O local de coleta de dados quantitativos serão os 28 CAPSi do Estado do Rio Grande do Sul. Será aplicado questionários aos coordenadores, profissionais, familiares e usuário do CAPSi. A partir dos dados obtidos pela avaliação quantitativa de estrutura-processo-resultado será selecionado um CAPSi que se destaque como um serviço que desenvolve boas práticas (rede estruturada e adequado as portarias que regula a atendimento as criança e adolescente) no qual será desenvolvido o estudo qualitativo. Neste estudo qualitativo será utilizada para coleta de dados a metodologia da Avaliação de Quarta Geração, desenvolvida por Egon G. Guba e Yvona S Lincoln (1985, 1988, 1989), que norteará o processo teórico-metodológico desta pesquisa e os instrumentos de coleta de dados serão entrevistas semiestruturadas com o grupo coordenadores, equipe, familiares do CAPSi, definidos como grupos de interesse para compor o círculo hermenêutico-dialético. Também se identificou os usuários como grupo de interesse, mas, por se tratar de crianças e adolescentes, será utilizado como instrumento de coleta de dados o Fotovoice. Será realizada uma observação de campo configurando-se numa etnografia prévia. Através dessa pesquisa pretende-se colaborar com a organização, expansão, consolidação e fortalecimento das políticas públicas no município estudado em relação à assistência a criança e a adolescência. Assim como, propiciar subsídios para transformações do modelo assistencial e fortalecimento do modelo de atenção psicossocial, principalmente no que se refere ao cuidado a criança e adolescência, a partir dos dados gerados pela participação dos grupos de interesse envolvidos na avaliação.

Objetivo Geral

Objetivo Geral da Pesquisa: Avaliar qualitativamente e quantitativamente os CAPSi do Estado do Rio Grande do Sul. Objetivos do Estudo quantitativo: Geral - Avaliar a Estrutura-Processo-Resultado dos CAPSi do Estado do Rio grande do Sul na perspectiva dos familiares, profissionais e coordenadores. Específicos - Caracterizar perfil sócio demográfico e econômico dos usuários, familiares, profissionais e coordenadores; Identificar a frequência e a prevalência de diferentes transtornos psíquicos diagnosticados das crianças, adolescentes e jovens usuários que frequentam o CAPSi, a partir dos prontuários; Caracterizar o perfil da formação dos coordenadores e profissionais de saúde que trabalham no CAPSi; Descrever a estrutura física dos CAPSi; Identificar a realização de atividades fora do CAPSi; Identificar a presença de transtornos psiquiátricos menores em familiares, profissionais e coordenadores; Identificar o tipo, a frequência de ouvir vozes e estratégias para lidar com as vozes escutadas por crianças, os adolescentes e os jovens usuários que frequentam o CAPSi; Identificar o tipo, a frequência de uso e a prevalência do uso dos medicamentos prescritos para as crianças, os adolescentes e os jovens usuários que frequentam o CAPSi, a partir do prontuário; Verificar a frequência de uso de drogas licitas e ilícitas das crianças, adolescentes e jovens usuários que frequentam o CAPSi, a partir do prontuário; Identificar o tipo, a frequência e a prevalência de violência sofrida pelas crianças, os adolescentes e os jovens usuários que frequentam o CAPSi; Verificar a taxa de alta do serviço, a taxa de permanência e a taxa de abandono do tratamento das crianças, adolescentes e jovens usuários que frequentam o CAPSi, a partir do prontuário; Analisar a satisfação dos usuários e familiares de usuários do CAPSi com o atendimento recebido no serviço, e além disso, também gostaríamos de verificar a satisfação dos profissionais com o trabalho realizado.Objetivos do Estudo Qualitativo: Geral - Avaliar qualitativamente um CAPSi. Específicos - Realizar um processo avaliativo participativo e construtivista em um CAPSi que possibilite a compreensão do objeto avaliado conjuntamente com os sujeitos envolvidos; Analisar a dinâmica de funcionamento de um CAPSi, as relações, contradições e subjetividades dos envolvidos; Descrever a rede de atenção a criança e adolescente do município escolhido

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANDRÉIA SIMONE FERREIRA BRETANHA401/07/201701/07/2020
ARIANE DA CRUZ GUEDES201/07/201701/07/2020
CLARISSA DE SOUZA CARDOSO801/07/201701/07/2020
GIOVANA CÓSSIO RODRIGUEZ401/07/201701/07/2020
JANAINA QUINZEN WILLRICH201/07/201701/07/2020
JUANA MARIA FRAGA LARROSA401/07/201701/07/2020
KARINE LANGMANTEL SILVEIRA801/07/201701/07/2020
LUCIANE PRADO KANTORSKI201/07/201701/07/2020
MICHELE MANDAGARA DE OLIVEIRA401/07/201701/07/2020
NAIANA ALVES OLIVEIRA401/07/201701/07/2020
PATRÍCIA PEDROTTI SOARES801/07/201701/07/2020
PAULA SHAKIRA ARAUJO PEREIRA2001/08/201931/07/2020
VANDA MARIA DA ROSA JARDIM201/07/201701/07/2020
VIVIANE RIBEIRO PEREIRA801/07/201701/07/2020

Página gerada em 20/10/2019 06:04:27 (consulta levou 0.171537s)