Nome do Projeto
Associações da atividade sérica da paraoxonase 1 e seus polimorfismos com patologias reprodutivas e ingestão de gorduras em mulheres de diferentes faixas etárias
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/06/2014 - 01/05/2016
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências da Saúde - Medicina - Ginecologia e Obstetrícia
Resumo
A Paraoxanase 1 (PON1) é uma enzima antioxidante existente na circulação e ligada à molécula de colesterol HDL. O HDL é uma lipropoteína de alta densidade predominante no fluído folicular sendo de grande relevância na função reprodutiva da mulher protegendo o oócito de possíveis danos oxidativos que podem ocorrer durante o envelhecimento diminuindo as taxas de fertilidade. O polimorfismo apresentado pela PON1 na região promotora do gene T(-107)C pode estar relacionado a uma diminuição dos efeitos oxidativos durante o processo de envelhecimento. A partir desse conhecimento, será realizado um estudo de caso-controle com 100 mulheres maiores de 18 anos categorizadas em diferentes idades (18-25, 26-32, e >32) provenientes do Ambulatório da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Pelotas, 50 mulheres saudáveis e 50 que apresentam síndrome do ovário policístico. No momento da consulta será respondido um Questionário de Freqüência Alimentar (QFA) para análise da ingestão de gorduras na dieta, coleta de saliva para posterior análise do polimorfismo da PON1 e verificação das medidas de peso, altura e IMC. Após a consulta as pacientes serão encaminhadas a um laboratório na cidade de Pelotas para fazerem a coleta de sangue para análise dos níveis de colesterol total, HDL e LDL. A atividade da PON1 será mensurada através da sua atividade arilesterase que tem mostrado precisão na representação da atividade da enzima. Assim, a associação desta variável juntamente com a relação de gorduras ingeridas na dieta e características antropométricas dessas mulheres, que possam interferir diretamente nos índices dislipidêmicos, principalmente os níveis séricos de HDL e PON1, torna-se de interesse para melhor entender o processo de redução da fertilidade com o avançar da idade.

Objetivo Geral

Pretende-se relacionar o nível de atividade da PON1 no soro de mulheres saudáveis com patologias reprodutivas, além de relacionar estes achados à avaliação da presença dos polimorfismos da PON1 e do padrão alimentar através da aplicação de questionário de frequência alimentar (QFA).

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
CARLOS CASTILHO DE BARROS201/06/201401/05/2016
FABIOLA GOETTEMS DOS SANTOS601/06/201401/05/2016
JOSE AUGUSTO ASSUMPCAO CRESPO RIBEIRO201/06/201401/05/2016
SANDRA COSTA VALLE201/06/201401/05/2016

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPESR$ 0,00
CNPqR$ 0,00

Página gerada em 09/12/2018 17:37:31 (consulta levou 0.079537s)