Nome do Projeto
Impacto da suplementação de Vitamina C sobre parâmetros de estresse oxidativo e imunidade em camundongos com imunossupressão induzida por ciclofosfamida
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
15/10/2015 - 31/08/2016
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências da Saúde - Nutrição - Bioquímica da Nutrição
Resumo
A imunossupressão provocada pelo quimioterápico ciclofosfamida (CLF) é um efeito colateral indesejado muito comum no tratamento do câncer atualmente, e pode levar o paciente oncológico a uma maior suscetibilidade a infecções oportunistas, reações gastrointestinais, cistite hemorrágica, esterilidade, bem como malformações congênitas e alopecia, que prejudicam o seu desfecho clínico. A CLF provoca diminuição na celularidade de forma inespecífica, agindo em células com alto índice mitótico e demonstrando propriedades inibitórias sobre as respostas imunes tanto humoral quanto celular. A CLF é metabolicamente ativada através de microssomas hepáticos formando dois metabolitos ativos, a fosforamida mostarda e a acroleína. O último é responsável pelos efeitos tóxicos da CLF, uma vez que induz a formação de espécies reativas de oxigênio (ERO). Após sua metabolização, os efeitos citotóxicos da CLF são primariamente devido a sua capacidade de ligar-se a cadeias de DNA e efetuar ligações cruzadas. O organismo possui defesas antioxidantes enzimáticas, como a superóxido dismutase (SOD), a catalase (CAT) e a glutationa peroxidase (GPX), além de um importante antioxidante não enzimático, como o tripeptídio glutationa (GSH). Além disso, é possível prevenir este desbalanço entre as moléculas antioxidantes e pró-oxidantes através da dieta, ofertando-se nutrientes com alto poder antioxidante, como a viatmina A, C e E e polifenóis. A vitamina C (Ácido Ascórbico) é um antioxidante não enzimático essencial, ou seja, requerido através da dieta, hidrossolúvel, economicamente acessível, muito importante tanto para defesa direta contra os danos causados pelo estresse oxidativo, quanto no favorecimento da atividade imunológica. A suplementação desta vitamina, dentro do limite diário recomendado, pode propiciar um estado redox favorável. Dados prévios sugerem que a hepatotoxicidade induzida pela CLF ocorre através da diminuição da atividade enzimática antioxidante da SOD, CAT, GPX, e GST, bem como a alteração dos marcadores de oxidativo estresse como aumento da lipoperoxidação e de óxido nítrico, com diminuição da GSH e aumento do nível de citocinas pró-inflamatórias, TNF-α, portanto a utilização de nutrientes antioxidantes dietéticos exógenos pode beneficiar o organismo. No presente estudo, serão investigados os efeitos da administração intravenosa de Vitamina C em camundongos sobre parâmetros de estresse oxidativo e capacidade imunológica em camundongos imunossuprimidos por CLF.

Objetivo Geral

Avaliar o impacto da suplementação de ácido ascórbico sobre parâmetros de estresse oxidativo e imunidade em ratos Wistar com imunossupressão induzida por ciclofosfamida.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANA PAULA MAIA ALMEIDA215/10/201531/08/2016
AUGUSTO SCHNEIDER115/10/201531/08/2016
BETINA FERNANDA DAMBROS215/10/201531/08/2016
EVELYN DE SOUSA ARAUJO415/10/201531/08/2016
ROSANE SCUSSEL GARCIA415/10/201531/08/2016
SIMONE PIENIZ115/10/201531/08/2016
YASMIM SALENAVE RIBEIRO215/10/201531/08/2016

Página gerada em 19/10/2019 00:12:30 (consulta levou 0.077098s)