Nome do Projeto
Extração de compostos químicos de dípteros de importância forense
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
15/01/2017 - 28/12/2019
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Exatas e da Terra - Química
Resumo
Na entomologia forense os insetos podem ser utilizados como uma ferramenta em investigações de casos legais, tendo como maior aplicação na estimativa de intervalo pós-morte. Nesses casos, os insetos coletados, como larvas de dípteros colonizando o cadáver em decomposição, são evidências tão importantes quanto os outros vestígios encontrados no local de crime, como impressões digitais, fios de cabelo e projéteis de arma de fogo. Os componentes principais do revestimento lipídico cuticular de insetos adultos são frequentemente hidrocarbonetos, entre os quais alcanos metil-ramificados são os mais abundantes. No entanto, uma vasta gama de lipídeos polares tem sido identificados como constituintes da cutícula, incluindo ácidos graxos, álcoois, aldeídos, cetonas, ésteres e acilgliceróis. A composição qualitativa e quantitativa dos compostos cuticulares podem diferir entre os grupos de insetos, e às vezes nos estágios de desenvolvimento da mesma espécie. Lipídeos cuticulares também foram úteis para distinguir espécies de insetos dentro de ordens, em particular de Diptera, Hymenoptera e Orthoptera. A quimiotaxonomia pode trazer alguns avanços para facilitar o trabalho dos investigadores. Estudos analisando os compostos químicos dos insetos, sugerem a diferenciação de espécies além de serem úteis para determinar o estágio larval, auxiliando na estimativa do intervalo pós-morte. Compostos cuticulares variam entre espécies conforme região geográfica, podendo ser útil para determinar se houve deslocamento de cadáver. A identificação de vestígios entomológicos, a partir do perfil de compostos químicos, pode auxiliar em investigações forenses, haja vista que equipamentos cromatográficos são comumente utilizados em laboratórios periciais e a falta de profissionais com formação específica em taxonomia de insetos, principalmente em imaturos, é notória. Devido aos compostos químicos serem oriundos da epicutícula dos insetos, a quimiotaxonomia não inviabiliza os espécimes e, portanto, podem ser utilizados em estudos de taxonomia morfológica. A Cromatografia Gasosa e a Espectrometria de Massas serão as principais ferramentas para as análises químicas.

Objetivo Geral

Extração de compostos químicos de Chrysomyia megacephala, Lucilia sericata e Cochliomyia macellaria (Diptera, Calliphoridae) com relevância para entomologia forense; Testar e avaliar técnicas para extração de compostos químicos nas três espécies de dípteros de importância forense;
Comparar método analítico para identificação de compostos químicos em Cromatografia Gasosas e Espectrometria de Massas;
Avaliar meios de armazenamento de amostras biológicas eficazes para posterior analise química.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
KATHLEEN TAVARES WINKEL218/07/201628/02/2019
LETÍCIA BRAATZ FERREIRA118/07/201628/02/2019
LUCAS MORAES BERNEIRA118/07/201628/02/2019
MARCO AURELIO ZIEMANN DOS SANTOS118/07/201628/02/2019
ROGERIO ANTONIO FREITAG118/07/201628/02/2019
SAMANTHA COELHO DE FREITAS118/07/201628/02/2019
TONY LEANDRO REZENDE DA SILVEIRA118/07/201628/02/2019
VINICIUS FARIAS CAMPOS118/07/201628/02/2019
WILLIAN DOS SANTOS NASCIMENTO118/07/201628/02/2019

Página gerada em 18/10/2019 08:25:01 (consulta levou 0.079969s)