Nome do Projeto
FORMAÇÃO DE BIOFILME POR Staphylococcus spp. ISOLADOS DE CASOS DE MASTITE BOVINA E PERFIL DE SUSCETIBILIDADE A DESINFETANTES CONVENCIONAIS E NOVOS COMPOSTOS
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/05/2019 - 30/04/2021
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Biológicas - Microbiologia
Resumo
O leite é um alimento de alto valor nutritivo que pode favorecer o desenvolvimento de micro-organismos indesejáveis, e estes muitas vezes estão relacionados a casos de mastite no rebanho. A maioria destes casos é relacionada a mastite subclínica, quando não é possível ter uma visualização macroscópica do problema, sendo necessário fazer testes diagnósticos, como por exemplo, o California Mastitis Test (CMT). Os Staphylococcus spp. estão entre os envolvidos nos casos de mastite e possuem a capacidade de formação de biofilme, fator de resistência que dificulta a eliminação destes das superfícies. Por este motivo é importante que os produtos utilizados para higienização e desinfecção na produção do leite sejam eficazes. O objetivo do estudo é verificar a capacidade de formação de biofilme por Staphylococcus spp. isolados de mastite subclínica bovina em material plástico de ordenhadeira, além de verificar sua suscetibilidade frente aos desinfetantes disponíveis no mercado. As amostras serão obtidas do Laboratório de Inspeção de Produtos de Origem Animal a partir de isolados de casos de mastite bovina subclínica que apresentarem resultado positivo ao CMT. Para verificação da formação de biofilme nas mangueiras será utilizada a metodologia descrita por Peralta et al. (2015) com a utilização de corpos de prova que contenham fragmentos de mangueira de 1 cm. Para avaliar a ação dos desinfetantes na inibição da formação de biofilme serão utilizados o ácido láctico, iodo, clorexidina e cloro através da metodologia de Peralta et al. (2015) com modificação, onde os Staphylococcus spp. serão expostos por 10 min aos desinfetantes, ao invés de serem lavados com solução salina. Também serão utilizados três compostos de diidropirimidinonas para avaliação da capacidade antibacteriana antibiofilme. A partir dos testes que serão realizados, espera-se identificar Staphylococcus spp. formadores de biofilme que dificultarão a ação dos desinfetantes utilizados na sala de ordenha, salientando assim, a importância dos cuidados com a higienização e com a desinfecção adequada nestes locais.

Objetivo Geral

Verificar a formação de biofilme, in vitro, por Staphylococcus spp. oriundos de mastite bovina e sua suscetibilidade frente a desinfetantes e novos compostos.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALLISON CARLOS ASSUNÇÃO SILVA201/05/201930/04/2021
BRUNA VALADAO FOUCHY401/11/202030/04/2021
CLAUDIO MARTIN PEREIRA DE PEREIRA101/05/201930/04/2021
CRISTIANE BERWALDT GOWERT401/11/202030/04/2021
HELENICE GONZALEZ DE LIMA101/05/201930/04/2021
KEVIN EDUARDO RIBEIRO PALHARES401/05/201931/08/2020
PATRIQUE DOS SANTOS ACOSTA201/05/201931/08/2019
PAULA KERN DA SILVA201/05/201931/08/2019
PEDRO RASSIER DOS SANTOS1001/05/201930/04/2021
ROSANA BASSO KRAUS201/05/201930/04/2021

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPES/PROAPR$ 2.000,00

Página gerada em 27/05/2022 23:06:38 (consulta levou 0.042200s)