Nome do Projeto
UFPel na Fenadoce
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
30/05/2018 - 29/06/2018
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Multidisciplinar
Eixo Temático (Principal - Afim)
Comunicação / Cultura
Linha de Extensão
Comunicação estratégica
Resumo
A Feira Nacional do Doce — Fenadoce — é um evento anual promovido pelo Centro de Diretores Lojistas da cidade de Pelotas, cujo foco é promover a cultura doceira no seu potencial de geração de renda, emprego e desenvolvimento social. O evento, que vem ocorrendo regularmente desde 1986 (portanto, encontras-se na sua 32a. edição), recebeu no ano de 2017 cerca de 270 mil visitantes, dentre os quais pessoas dos países vizinhos e de outros estados do Brasil. Além da comercialização dos produtos referentes ao doce, há intensa atividade cultural e de entretenimento. Na Feira, outras instituições educativas se fazem presentes. O estande da UFPel colocará suas dimensões de ensino, pesquisa e extensão em contato com este público amplo e diversificado que o visitará. Oferecendo oficinas, atividades culturais e ações referentes à ciência, o contato contribuirá para divulgar a produção acadêmica, os cursos de graduação e pós-graduação e os setores educativos (como os museus) que estão à disposição da sociedade. A ocupação do estande de modo a mantê-lo ativo com a oferta de ações diversificadas, objetiva atingir a divulgação, integração e interatividade com o público, assim como, gerar interesse pela Instituição e fomentar a imagem de uma universidade aberta, acolhedora e integrada à comunidade.

Objetivo Geral

Divulgar a produção acadêmica da UFPel, bem como os seus cursos de graduação e pós-graduação e os setores educativos que estão à disposição da sociedade, fazendo uso de atividades integradoras e interativas com o público.

Justificativa

Há alguns anos, devido ao custo de arrendamento do estande para permanência nos 16 dias do evento, a UFPel já não se fazia presente. No entanto, com a representação da UFPel no Conselho de Turismo e Cultura, foi possível obter a oferta do estande sem custo para a Universidade.
O histórico da Fenadoce, cuja primeira edição ocorreu em 1986, por iniciativa de um grupo de entidades que desejava impulsionar o setor alimentício do doce, a relaciona diretamente com o recente advento do registro do doce tradicional pelotense como bem imaterial, tutelado pelo Instituto do Patrimônio Histórico, Artístico, Nacional. A vertente essencial que relaciona os fatos é o reconhecimento da cultura doceira como elemento distinto para a identidade local e da região do entorno.
Se por um lado, a partir de 1995, quando a CDL assumiu a coordenação do evento, o caráter comercial tornou-se decisivo, por outro, novas frentes, vozes e atores surgiam em um cenário que relacionava o doce com a cultura local. Conforme a Feira consolidava-se, o evento ampliava-se. Assim, de bianual passou a ocorrer todos os anos; de ocupação de locais eventuais da cidade, conquistou endereço fixo: o Centro de Eventos Fenadoce, próximo ao principal trevo de entrada do município. Já é um evento constante no calendário nacional e tem aumento o seu público, ano a ano.
O evento incentiva fortemente a produção das cooperativas, das doceiras familiares, das confeitarias e padarias e reforça o turismo na cidade, bem como promove a qualificação do setores a ele vinculados (hoteleiro, gastronômico etc.).
Por sua vez, a UFPel, em consonância com a história da cidade, respondeu, na última década às demandas sociais advindas deste contexto, inaugurando cursos relacionados com às áreas em foco (turismo, hotelaria, gastronomia, museologia, conservação e restauração de bens culturais), além de todos os outros já existentes que concorriam para otimizar o campo.
Portanto, estar representada na Fenadoce significa dar a saber dos profundos vínculos que a instituição têm com o tema, com a cidade e com a sua comunidade, divulgando sua produção e, oportunamente, aproximando-se da cidade.

Metodologia

Organização do estande com agenda diária de atividades realizadas por grupos de docentes, alunos e técnicos vinculados aos grupos de pesquisa, ou de ensino ou de extensão ou oriundos de programas especiais.
Cada Pró-Reitoria acompanha dois dias da agenda.
As atividades são alternadas conforme disponibilidade dos grupos.
As atividades são abertas à comunidade.

Indicadores, Metas e Resultados

Número de alunos, TAs e docentes: estimativa de 100.
Número de atividades: estimativa de 36 ações.
Número de visitantes: estimativa de 10% dos visitantes da Fenadoce.

Resultados esperados:
Divulgação da produção acadêmica.
Divulgação e informação sobre os cursos de graduação e de pós-graduação da UFPel
Apresentação dos setores educativos que estão à disposição da sociedade.

Página gerada em 27/07/2021 06:07:37 (consulta levou 0.453497s)