Nome do Projeto
BAILAR: Núcleo de Dança na Maturidade
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
19/06/2017 - 12/07/2020
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Linguística, Letras e Artes
Eixo Temático (Principal - Afim)
Cultura / Saúde
Linha de Extensão
Artes integradas
Resumo
O projeto BAILAR Núcleo de Dança na Maturidade oportuniza vivências em processos de composição coreográfica, montagem de espetáculos e aulas práticas de dança para a maturidade. Seu planejamento se dá na participação na construção e na docência das aulas de dança do(s) grupo(s) participante(s) . Reuniões e debates sobre processos criativos e proposta de aulas. Participação em encontros, festivais, mostras, seminários, turnés a fim de acompanhar apresentações artísticas na maturidade. Participação em eventos na UFPel, aberta à comunidade em geral, com a produção feita no decorrer e andamento do projeto. Associar o mesmo à Universidade Aberta para a Terceira Idade, que está sendo implementada.

Objetivo Geral

Realizar a montagem de um espetáculo de dança com um grupo de maturidade, envolvendo diversos aspectos como preparação corporal, vivências artísticas, seminários, apresentações públicas e difusão através da divulgação de ações relacionadas à maturidade( na comunidade acadêmica e, especialmente a comunidade geral) .

Justificativa

O trabalho com a maturidade vem crescendo no Brasil e a intenção com esse projeto é mostrar que adultos maduros também devem fazer parte da produção de nossa cultura, principalmente pelo fato de carregar uma grande histórica através das suas experiências de vida. Sendo assim, acreditamos que os espaços de criação em dança devem ser cada vez mais extensivos à maturidade, como forma de integrar o novo e o antigo, numa perspectiva de trabalhar com todo o potencial artístico que se apresenta disponível. Dessa forma, trazemos de volta a ideia ancestral de respeito aos mais velhos como valorização de seu conhecimento. Não com a intenção de seguir sempre igual, mas sim através da troca de informações criar novas propostas envolvendo ambas gerações. Não é apenas o artista/bailarino jovem que pode ser profissional, já que possui condições ,físicas para isso, mas também o artista/bailarino maduro tem muito a contribuir com a dança, podendo sim tornar-se esteticamente interessante se trabalhado com esse objetivo. Nesse sentido, apesar de já existirem algumas iniciativas ainda se torna incipiente nas universidades, projetos que sejam voltados para a dança na maturidade, e ao mesmo tempo foquem na qualidade do artista desta faixa etária. Não pretendemos apenas agradar os participantes, mas, acima de tudo fazê-los refletir como é possível desenvolver um trabalho artístico de dança com pessoas a partir dos 50 anos de idade. Neste contexto, um núcleo de maturidade dentro do curso de Dança-Licenciatura se faz importante para desmistificar a imagem do bailarino que geralmente aparece como jovem, saudável, com corpo atlético. A medida que o entendimento sobre a dança na maturidade vai aumentando, podemos perceber a fruição entre público e obra artística e, através da experiência concreta, levar o público a pensar arte como fonte de enriquecimento pessoal, social ee cultural. Para a realização desse projeto, torna-se necessário a intervenção num grupo com experiência artística em criação e montagem de espetáculos, que mantenha uma prática constante e que se encontre dentro das características que abarcam a dança na maturidade. Por isso a escolha do Grupo de Dança Baila Cassino, situado na cidade de Rio Grande, que é um dos poucos expoentes deste tipo de atividade no sul do RS. O Baila Cassino é um grupo de Dança formado por mulheres com mais de 50 anos, que decidiram dedicar-se à dança como forma de superação, motivação, auto-estima e, também, acima de tudo, sensibilizar outras pessoas de diferentes classes sociais. O grupo trabalha com a dança, desbloqueando medos e vergonhas que vão se instaurando ao longo da vida, liando os interesses das participantes com atividades que proporcionem seu desenvolvimento artístico, sempre com um olhar voltado para um trabalho onde todas se sintam produtoras de arte e cultura. Sobre estes pilares filosóficos é que o Grupo Baila Cassino foi criado em 2007 e segue seu curso no caminho das artes cênicas. Ao longo dos seus 10 anos já participou de inúmeras atividades como chás beneficientes, eventos culturais nacionais e internacionais, festivais de dança, cursos variados, espetáculos artísticos, publicação de livro, brechós e prepara uma grande programação para comemorar a década. Recebeu várias premiações e foi contemplado com edital do Ministério da Cultura, Petrobrás e teve como objetivo levar arte a locais com poucas oportunidades de acesso à arte. Considerando a possibilidade de os alunos do Curso de Dança da UFPel, terem acesso ao Grupo nas suas diferentes frentes, especialmente os alunos do Curso residentes em Rio Grande, acredita-se poder contribuir com a formação dos mesmos, preenchendo uma lacuna que existe na formação complementar desses alunos. Os alunos atuarão em duas frentes: a primeira participando da construção dos espetáculos do grupo e a segunda na docência de aulas de preparação corporal, associada ao estágio supervisionado II.

Metodologia

Vivências semanais em processos de composição coreográfica e montagem de espetáculos;
Participação na construção e na docência das aulas de dança do grupo participante;
Reuniões e debates sobre processos criativos e planejamento de aulas;
Participação em encontros, festivais, mostras, seminários, turnês, entre outros eventos;
Realização de apresentação na UFPel, aberta à comunidade em geral, com a produção feita durante o ano.

Indicadores, Metas e Resultados

Consolidar e reconhecer o Grupo Baila Cassino como referência na área, propiciando a construção, ampliação e difusão do conhecimento e, dessa forma, contribuindo com as cidades que se encontram ao redor d Pelotas. Isso leva a Universidade a ser vista como ponto estratégico de ampliação das ações desenvolvidas pelo Curso de Dança-Licenciatura no que se refere à Dança na Maturidade.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
CARMEN ANITA HOFFMANN2
ELEONORA CAMPOS DA MOTTA SANTOS1
MARIA EDUARDA DE SOUZA TEJADA SAYÃO
RAQUEL ROMEIRO ALVES
RAQUEL ROMEIRO ALVES
REBECA PEREIRA SAN MARTINS
RENAN DE VARGAS BRIÃO

Página gerada em 14/11/2019 12:06:03 (consulta levou 0.078301s)