Nome do Projeto
Desenvolvimento de uma formulação sustentada de butafosfan para ruminantes
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
01/07/2020 - 01/07/2022
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias
Resumo
O presente projeto possui aderência ao setor de biotecnologia da área de Tecnologia Habilitadora, ao setor de agronegócio da área de Tecnologia de Produção e ao setor de saúde da área de Tecnologia para Qualidade de Vida definidas pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). A proposta apresentada neste projeto envolve especificamente a substância butafosfan, uma molécula desenvolvida sinteticamente e já difundida no setor veterinário há mais de 50 anos pelos efeitos terapêuticos e zootécnicos que possui. Esta molécula tem sido alvo de diversos estudos do proponente desde 2009. Apesar de ser indicada para diferentes espécies animais, o seu maior uso é em animais de produção, principalmente bovinos, aonde os benefícios se refletem diretamente numa melhor condição nutricional, de saúde e maior produtividade dos animais, sendo por isso, de grande destaque no cenário farmacêutico veterinário nacional e internacional. Entretanto, a sua apresentação comercial atual (solução aquosa injetável) limita sua utilização num grande número de animais e a adesão por parte dos criadores devido aos laboriosos protocolos de aplicação

Objetivo Geral

Desenvolver uma plataforma farmacêutica de geleificação in situ, termicamente induzida, para a administração controlada de butafosfan.

Justificativa

De acordo com as prioridades definidas no âmbito do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), no que se refere a projetos de pesquisa, de desenvolvimento de tecnologias e inovações, o presente projeto possui aderência ao setor de biotecnologia da área de Tecnologia Habilitadora, ao setor de agronegócio da área de Tecnologia de Produção e ao setor de saúde da área de Tecnologia para Qualidade de Vida definidas pelo MCTIC, atendendo as solicitações da Portaria MCTIC nº 1.122, de 19.03.2020 que visam: I- contribuir para a alavancagem em setores com maiores potencialidades para a aceleração do desenvolvimento econômico e social do país; II - promover o alinhamento institucional de todos órgãos que integram a estrutura organizacional do MCTIC, com intuito de obter sinergia entre eles para melhorar a alocação de recursos orçamentários e financeiros, humanos, de logística e de infraestrutura e III - racionalizar o uso dos recursos orçamentários e financeiros, conforme a programação inicial do PPA 2020-2023.

Metodologia

O projeto que compõe esta proposta envolve o desenvolvimento de uma formulação polimérica, biodegradável, para a administração sustentada de butafosfan. As formulações termo reversíveis são também conhecidas como “géis inteligentes”, pois são soluções poliméricas líquidas à temperatura ambiente que gelificam quando em contato com a temperatura corporal, formando o gel que servirá como sistema de liberação controlada do fármaco. O fato das formulações serem liquidas a temperatura ambiente, favorece o fracionamento de doses para adaptação a qualquer espécie e categoria animal, uma vez que o sistema de liberação controlada só é formado in situ. É válido lembrar que a metodologia aqui descrita diz respeito apenas às provas de conceito, estudos de préformulação e farmacocinética. Estudos de estabilidade, desenvolvimento de metodologias analíticas e ensaios clínicos de segurança e eficácia serão projetados e realizados a posteriori.

Indicadores, Metas e Resultados

A presente proposta envolve um projeto de inovação incremental que poderá colocar a instituição do proponente no cenário da inovação tecnológica nacional, não apenas pela potencial interação universidade/empresa, mas também pela possibilidade de transferência de tecnologias para o setor industrial, uma vez que a inovação e o patenteamento dos produtos gerados são possibilidades de relevância. Além do mais, este projeto poderá trazer um grande impacto para a formação de recursos humanos voltados para a inovação tecnológica, contribuindo para o fortalecimento das atividades de desenvolvimento e inovação do proponente e da equipe de graduandos e pós-graduandos atendida. Além disso cabe ressaltar que serão envolvidos na execução deste projeto, estudantes de iniciação científica e tecnológica do curso de graduação em Zootecnia e Medicina Veterinária. Dentro desta perspectiva, espera-se ainda que os resultados obtidos tenham um impacto econômico e social significativo através da obtenção de um produto com benefícios tanto econômico para a indústria farmacêutica veterinária, pelo valor agregado gerado, quanto para os produtores/criadores, pela possibilidade de acesso às novas tecnologias que, inquestionavelmente, através de ações de extensão trarão melhorias de produtividade, contribuindo para o desenvolvimento do setor como um todo.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ADRIANE DALLA COSTA DE MATOS
ANDREZA EBERSOL DOS ANJOS
ANTÔNIO AMARAL BARBOSA
CAROLAINE GARCIA DE MATTOS
CASSIO CASSAL BRAUNER2
EDUARDO SCHMITT2
ELIZA ROSSI KOMNINOU2
FRANCISCO AUGUSTO BURKERT DEL PINO2
JOSIANE DE OLIVEIRA FEIJÓ
KAREN CRUZ FREITAS
LUDGERO REHERMANN LOUREIRO DA SILVA
MARCIO NUNES CORREA2
MATHEUS WREGE MEIRELES BARBOSA
MURYLLO BOTELHO MEDEIROS
NATÁLIA MACHADO RAHAL
THAÍS CASARIN DA SILVA
URIEL SECCO LONDERO
VIVIANE ROHRIG RABASSA2

Página gerada em 25/10/2020 02:58:24 (consulta levou 16.325029s)