Nome do Projeto
Divulgação de conhecimento técnico-científico em Microbiologia de Alimentos durante a pandemia de COVID-19
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
01/12/2020 - 31/12/2021
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias
Eixo Temático (Principal - Afim)
Tecnologia e Produção / Tecnologia e Produção
Linha de Extensão
Divulgação científica e tecnológica
Resumo
O mundo vive atualmente uma crise sanitária em função da pandemia de COVID-19, doença causada pelo coronavírus, denominado SARS-CoV-2. As principais medidas para evitar a disseminação do vírus incluem o uso de máscara, a higienização constante das mãos e dos objetos individuais e, principalmente, o distanciamento social. Com isso, muitas instituições de ensino tiveram suas atividades presenciais suspensas desde março de 2020. Diante deste cenário, professores e alunos tiveram que buscar medidas emergenciais para continuar as atividades, principalmente com o auxílio de tecnologias da informação e comunicação (TICs) voltadas para o ensino remoto. Objetiva-se, com o presente projeto, promover a divulgação de conhecimento técnico-científico acerca da área de Microbiologia de Alimentos de forma digital, propiciando a popularização da ciência e tecnologia, e promover a manutenção do vínculo dos discentes com a Universidade durante o período de pandemia de COVID-19. A divulgação do conhecimento de forma digital será realizada através de postagens semanais nas páginas do Laboratório de Microbiologia de Alimentos no Instagram (@labmicrobiologiaufpel) e Facebook (Lab Micro-UFPel). O conteúdo será elaborado pelos estagiários e bolsistas através de aplicativo Canva e revisado por pós-graduandos e docentes. A manutenção do vínculo dos discentes com a instituição será através de encontros virtuais, os quais serão realizados semanalmente através da plataforma WebConf da UFPel e contará com a participação de estudantes de graduação, mestrado, doutorado, técnicos, docentes do grupo de pesquisa e convidados. Durante os encontros virtuais serão abordados temas relevantes da área de Ciência e Tecnologia de Alimentos.

Objetivo Geral

Objetiva-se, com o presente projeto, promover a divulgação de conhecimento técnico-científico acerca da área de Microbiologia de Alimentos de forma digital, propiciando a popularização da ciência e tecnologia. Além disso, objetiva-se promover a manutenção do vínculo dos discentes com a Universidade durante o período de pandemia de COVID-19.

Justificativa

Desde 2003, o coronavírus causou vários eventos importantes de saúde pública que resultaram em epidemias globais, como a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS), a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS) e a Doença Coronavírus 2019 (COVID-19). A COVID-19 é uma doença causada pelo coronavírus, denominado SARS-CoV-2, que apresenta um espectro clínico variando de infecções assintomáticas a quadros graves. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, a maioria dos pacientes com COVID-19 podem ser assintomáticos e, aproximadamente, 20% dos casos detectados requer atendimento hospitalar por apresentarem dificuldade respiratória. Desde o surto de COVID-19 em Wuhan, na China, em dezembro de 2019, o coronavírus teve um impacto significativo na saúde e na vida das pessoas em todo o mundo. As principais medidas para evitar a disseminação do vírus incluem a utilização de máscaras, a higienização constante das mãos e dos objetos individuais e, principalmente, o distanciamento social. Com a COVID-19, muitas instituições de ensino tiveram suas atividades presenciais suspensas desde março de 2020, incluindo escolas de ensino regular e profissionalizantes em todo o Brasil. O número de alunos sem estudos presenciais ultrapassou 1,5 bilhões, em mais de 160 países. Diante deste cenário, gestores educacionais, professores e estudantes tiveram que buscar medidas emergenciais para continuar as atividades. Suportes remotos de ensino e a introdução de novas metodologias apoiadas em tecnologias digitais foram fundamentais para a educação neste momento. A pandemia e o distanciamento social mudaram definitivamente o status de plataformas como Instagram e Facebook, que antes eram vistas como distração, hoje estão se consolidando como ferramentas úteis para a comunicação entre docentes e discentes na educação, além da divulgação e popularização da ciência. Segundo dados divulgados pelo Facebook, a rede social possui 127 milhões de conta ativas no Brasil, e o Instagram possui 72 milhões de usuários. Esses recursos podem ser aproveitados para a divulgação do conhecimento técnico-científico gerado dentro de Universidade por grupos que desenvolvem atividades de Ensino, Pesquisa e Extensão. A realização de encontros virtuais para incrementar o ensino a distância e garantir o contato dos professores com os alunos durante a pandemia é de extrema importância. Diversas plataformas para a realização de encontros online estão disponíveis como o Zoom Meetings, Skype, Google Meeting e Microsoft Teams, além das plataformas disponibilizadas pela própria Instituição, como a plataforma WebConf da UFPel. Essas plataformas permitem recursos como compartilhamento de tela e edição colaborativa de documentos. A realização de encontros virtuais semanais garante a manutenção do vínculo dos professores com os estudantes, além de possibilitar a promoção de palestras e discussões sobre temas específicos da área de Ciência e Tecnologia de Alimentos.

Metodologia

A divulgação do conhecimento de forma digital será realizada através de postagens semanais nas páginas do Laboratório de Microbiologia de Alimentos no Instagram (@labmicrobiologiaufpel) e Facebook (Lab Micro-UFPel). A página do Instagram foi criada recentemente e conta com 204 seguidores. A página do Facebook, por sua vez, possui 80 curtidas. O conteúdo das postagens será elaborado pelos estagiários e bolsistas através de consulta a bibliografias atualizadas. O aplicativo Canva será utilizado para edição da parte gráfica. Todas as postagens serão revisadas por pós-graduandos e docentes do grupo.
A manutenção do vínculo dos discentes com a instituição será através de encontros virtuais, os quais serão realizados semanalmente através da plataforma WebConf da UFPel e contará com a participação de estudantes de graduação, mestrado, doutorado, técnicos, docentes do grupo de pesquisa e convidados. Durante os encontros virtuais serão abordados temas relevantes da área de Ciência e Tecnologia de Alimentos. Alguns profissionais serão convidados a palestrar e egressos do Laboratório de Microbiologia de Alimentos farão o relato da trajetória profissional.

Indicadores, Metas e Resultados

Indicadores: número de pessoas atingidas com as postagens no feed e nos stories do Instagram; número de novos seguidores ao final do projeto; número de pessoas que curtiram e comentaram as postagens no Facebook; número de curtidas na página ao final do projeto; número de encontros virtuais realizados e número de estudantes de graduação e pós-graduação que participaram.
Metas: publicação de, no mínimo, um post semanal no Instagram e Facebook. Realização de, no mínimo, um encontro virtual por semana.
Resultados esperados: a execução do projeto permitirá a popularização do conhecimento gerado no Laboratório de Microbiologia de Alimentos através das redes sociais, atingindo um público externo à Universidade. Também propiciará a qualificação de estudantes de graduação e pós-graduação que participarão dos encontros virtuais.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANDRÉIA SALDANHA DE LIMA6
DIEGO PERES AVILA
GRACIELA VÖLZ LOPES12
ISABELA SCHNEID KRÖNING
ITIANE BARCELLOS JASKULSKI
KAUANA DOS SANTOS SOARES
LAÍS ABREU ANASTÁCIO
LETÍCIA KLEIN SCHEIK
LISSETH PAMELA PERALTA CANCHIS
LOUISE HAUBERT
LUIZ GUSTAVO BACH
NATALIE RAUBER KLEINÜBING
PÂMELA INCHAUSPE CORRÊA ALVES
TASSIANA RAMIRES
WLADIMIR PADILHA DA SILVA4

Página gerada em 08/02/2023 01:29:43 (atualização a cada 5 minutos)