Nome do Projeto
A constituição da docência da Geração REUNI de professores das universidades federais no Brasil: Desafios, e práticas em tempos contraditórios
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
10/06/2022 - 10/06/2026
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Humanas
Resumo
Desenvoler uma reflexão rigorosa da formação de professores universitários e sua repercussão na prática profissional. Interessa ao estudo o que estamos denominando de geração REUNI, ou seja, docentes que foram aprovados e admitidos nas IES públicas federais, por ocasião de sua expansão nas primeiras décadas do século 21.

Objetivo Geral

Compreender como e se esta geração de professores imprime condições peculiares de docência e que possíveis impactos trazem para a prática pedagógica universitária, em tempos contraditórios.

Justificativa

O que justifica esse projeto é a perspectiva de que a significativa renovação no quadro docente das IES envolvidas, garantida pela ampliação de vagas e criação de novas Unidades e Cursos, requer uma reconfiguração de saberes e práticas pedagógicas que envolvem o professor. Como os critérios de seleção de ingresso atribuíram especial valor à titulação de doutorado e a produção decorrente da pesquisa, houve uma indução de uma tipologia docente com características próprias de faixa etária e perfil de formação. Certamente muitos fazem parte de uma geração familiarizada com um tipo peculiar de acesso à informação, pela tecnologia e com marcas culturais próprias desse contexto. Ao mesmo tempo, há indícios que os mais jovens tem pouca familiaridade com o campo de prática profissional específico de sua área e, certamente do profissionalização docente. Ao mesmo tempo, como a expansão democratizou o acesso aos bancos universitários, produziu desafios aos processos de ensinar e aprender que envolve múltiplas leituras das culturas dos estudantes. Como os docentes vê enfrentando esse desafio?
Para complexizar mais nosso objeto de estudo, ouviremos professores que estão vivenciando uma experiência inédita a partir da emergência do ensino remoto, provocado pela pandemia do COVID19. Levantamos a hipótese de que grande parte deles, ainda que tenha relativo domínio das tecnologias digitais, pouca experiência revelam com os processos de ensinar e aprender nesse contexto. Seus modelos históricos de docência, que eles tendem a repetir, foram no ensino presencial. Seus estudantes também não foram preparados para a experiência do ensino remoto. Haverá perigo de um empobrecimento da formação na sua complexidade, objetivo principal da universidade? O que estão aprendendo? Que expectativas há para os saberes docentes no retorno ao presencial ?
De acordo com Sousa Santos (2020, p. 32) na superação da pandemia se impõe uma nova articulação que pressupõe uma viragem epistemológica, cultural e ideológica que sustente as soluções políticas, econômicas e sociais que garantam a continuidade da vida humana digna no planeta. Que papel joga a universidade nesse desafio? Que respostas darão professores e seus estudantes?

Metodologia

A fim de compreender e reconstruir conhecimentos acerca do impacto da Geração REUNI na profissionalidade dos docentes das IES federais, procuraremos, através da análise documental, fazer um mapeamento e construção do estado do conhecimento em questão. Utilizaremos como metodologia a abordagem qualitativa e quantitativa com objetivo exploratório descritivo e pesquisa bibliográfica como procedimento técnico (GIL, 2009). Para a análise dos dados será utilizada a Análise Textual Discursiva apresentada por Moraes e Galiazzi (2007) e a Estatística Descritiva de acordo com orientações de Bós (2004).
As abordagens qualitativa e quantitativa se aplicam a este projeto de pesquisa devido ao intuito de se compreender o fenômeno com ambos os olhares, ou seja, com o viés qualitativo (análise documental dos documentos oficiais e dos dados institucionais) e o viés estatístico (tabelas e informações numéricas).
Este projeto contempla o objetivo de pesquisa exploratório, na medida em que propõem explorar documentos já manifestos a fim de proporcionar uma “visão geral, de tipo aproximativo, acerca de determinado fato” (GIL, 2009, p. 27). Já o objetivo descritivo proporciona a descrição das características de determinada população ou fenômeno ou o estabelecimento de relações entre variáveis (SILVA; MENEZES, 2001, p. 21). O tema de pesquisa possibilita esse nível de pesquisa.
Para o delineamento do trabalho será considerada a pesquisa bibliográfica como procedimento técnico. Essa pesquisa se desenvolverá a partir de documentos já existentes. Para a Análise Textual Discursiva serão adotados os seguintes passos: 1) Desmontagem dos textos (unitarização); 2) Estabelecimento de relações (categorização); 3) Captando o novo emergente (o emergente, achado e validado); 4) Um processo auto-organizado (o ciclo da análise).
O metatexto parte da leitura e releitura do corpus, e este será desconstruído por meio do processo de unitarização. A categorização será construída a posteriori, a partir da confluência temática do emergido na unitarização. Decompondo o texto por meio do processo de unitarização, chegaremos às temáticas que apresentaram-se no corpus, agrupando-as por afinidade temática, dando vida às categorias.
Sob o arcabouço das categorias, prosseguiremos com a construção do metatexto formado pela tríade da dialética do autor, dos dados e do fundamento teórico. Dialogando no metatexto estarão os dados estatísticos os quais corroborarão para com a construção do estado do conhecimento acerca dos contextos produzidos pela inserção de docentes pelo programa REUNI nas IES em estudo.

Indicadores, Metas e Resultados

Com o intuito de direcionar o estudo, propomos os seguintes objetivos:
a) Analisar o corpo docente de três Universidades Federais no sul do Brasil explicitando o impacto da Geração REUNI na sua constituição (cursos, numero de professores, técnicos e estudantes, projetos de pesquisa, ensino e extensão);
b) Perceber, através dos documentos oficias de cada IES, se e como a condição histórica e cultural de cada Universidade impacta a profissionalidade dos docentes ingressantes pelo REUNI;
c) Reconhecer, através da análise dos curriculos vitae e dos relatórios institucionais os perfis preponderantes de suas produções, envolvendo ensino, pesquisa, extensão e gestão.
d) Identificar a influência das áreas de conhecimento e das culturas curriculares no desempenho dos docentes;
f) Perceber como constroem sua profissionalidade docente e os enfrentamentos da prática pedagógica contemporânea, em tempos contraditórios e pandêmicos.
g) Compreender que saberes e práticas o impacto do ensino remoto produz na sua profissionalidade docente.
g) Contribuir para o avanço do conhecimento sobre a docência universitária no Brasil, em tempos de incertezas.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
Ailime Ferreira Rodrigues
Amanda Rezende Costa Xavier
BEATRIZ MARIA BOESSIO ATRIB ZANCHET
CRISTINA PUREZA DUARTE BOESSIO
CÁTIA SIMONE BECKER VIGHI
DARLISE NUNES FERREIRA
DOUGLAS ORTIZ HAMERMÜLLER
FERNANDA PONS MADRUGA8
FRANCELE DE ABREU CARLAN8
GABRIELA MACHADO RIBEIRO
JULIANA BITTENCOURT GARCIA
JÔNIA TÍRCIA PARENTE JARDIM ALBUQUERQUE
LUI NORNBERG8
MARIA ISABEL DA CUNHA10
Maria Janine Dalpiaz Reschke
Marialva Linda Moog Pinto
NERIDIANA FABIA STIVANIN
Paula Trindade da Silva Selbach
SANDRA DA SILVA MACHADO
SILVIA ROZANE DE SOUZA AVILA DE SOUZA
THOMÁZ KLUG BRUM
TIAGO DZIEKANIAK FIGUEIREDO
VERÔNICA PORTO GAYER
YASMIM FERREIRA PIRES

Página gerada em 25/04/2024 02:31:16 (consulta levou 0.374043s)