Nome do Projeto
Crescendo com um Sorriso e Saúde e Alegria na Sala de Espera
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
01/02/2017 - 22/12/2018
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde
Eixo Temático (Principal - Afim)
Saúde / Educação
Linha de Extensão
Saúde humana
Resumo
O projeto propõe atividades junto a Faculdade de Odontologia, Hospitais e Unidades Básicas de Saúde no município, na temática Saúde da Criança, e está dirigido para contribuir na efetivação de políticas públicas e direitos da criança. O projeto está caracterizado pela conjunção duas propostas básicas, conjugadas para compor dois eixos complementares. As ações mantém foco na promoção e efetivação de saúde integral na infância no âmbito da Ortodontia e Odontopediatria, com ligações complementares junto a outras áreas. A proposta desenvolve ênfase em temáticas como Aleitamento Materno, Bruxismo, Respiração Bucal, Deglutição Atípica, Hábitos Deletérios e comportamentos favoráveis a saúde. O eixo das ações intitulado “Saúde e Alegria na Sala de Espera”, engloba propostas de atividades lúdicas, de acolhimento e redução do estresse em crianças antes do atendimento clínico, enfatizando principalmente ações preventivas educativas participativas, e de reforço continuado. As propostas são adaptadas ao seu público alvo primário, que são crianças, assim como ao secundário, familiares e acompanhantes, em ambientes de espera para o atendimento clínico. É desenvolvido na Faculdade de Odontologia, Hospitais, e na rede de saúde pública no município de Pelotas. O projeto ainda tem em seu escopo um eixo de ações, intitulado “Crescendo com um Sorriso”, que é uma proposta voltada ao clínica ambulatorial especializada, com rotinas de atendimento individual semanal, para a viabilização de assistência ortodôntica à crianças com agravos e sequelas originadas, ou associados, à desordens funcionais crônicas já instaladas. As crianças recebem tratamento das más oclusões e deformidades maxilares decorrentes desordens mais frequentemente diretamente relacionadas às temáticas anteriormente mencionadas. A equipe que compõe o projeto envolve três docentes da área de Ortodontia na unidade, docentes e alunos de pós-graduação, com formação e atuação nas áreas de Odontopediatria, Radiologia e Oclusão, bem como, colaboração voluntária de um Técnico Administrativo em Educação da UFPel e alunos de graduação em Odontologia. As atividades já desenvolvidas nos anos de 2015 e 2016 tingiram cerca de 200 crianças/ano e seus familiares e acompanhantes. Os alunos bolsistas e voluntários são envolvidos na produção acadêmica com atividades continuadas que visam a integração de Ensino, Pesquisa e Extensão, bem como, são incentivados para participarem de congressos e eventos apresentando trabalhos. As articulações interdisciplinares e multiprofissionais estão estabelecidas entre docentes, alunos de pós-graduação, técnico administrativo e alunos de graduação, que articulados, englobam as áreas de Ortodontia, Odontopediatria, Radiologia e Oclusão. Nesta medida, o projeto se relaciona ainda com outros projetos de extensão voltados para a saúde da criança já existentes na unidade, bem como, com parcerias estabelecidas com o grupo do Programa de Educação Tutorial (PET-MEC) na unidade, coordenado pelo Prof. Dr. Josue Martos-Odontologia, e com o projeto de extensão Aprender/ensinar saúde Brincando, do curso de Enfermagem da UFPel, coordenado pela Profa. Dra. Ruth Irmgard Bartschi Gabatz-Enfermagem. As abordagens de problemas orofaciais crônicos de natureza funcional é feito em equipes multidisciplinares efetivas e bem articuladas, com a participação de profissionais dispostos a enfrentar desafios constantes que a realidade social lhes apresenta.

Objetivo Geral

Implementar ações de extensão, integradas ao ensino e a pesquisa, com foco na prevenção continuada e Promoção da Saúde em ambientes que desenvolvam atendimento à pacientes infantis, bem como, oferecer assistência clínica ortodôntica integral à crianças com agravos e sequelas originadas, ou associados, à desordens funcionais crônicas já instaladas, proporcionando acompanhamento individual e multidisciplinar em longo prazo.

Justificativa

A escolha da área de atuação está baseada na grande necessidade de ampliação de ações programáticas voltadas para a temática da saúde infantil. Está referenciada também no campo de atuação dos professores envolvidos, sobretudo, o projeto está fundamentado no propósito de promover avanço e transformação dos atuais padrões existentes na área da saúde infantil.
O projeto surgiu considerando importantes necessidades não atendidas no município, visto que normalmente a Atenção à Saúde Odontológica dirigida ao público infantil, em serviços de saúde, na maioria das vezes não contempla prevenção ou demandas ortodônticas de elevada complexidade, muito menos apoio a pacientes que necessitam acompanhamento individual multidisciplinar e em longo prazo nessa área. Tais serviços não contam com recursos e infraestrutura para viabilizar ou implementar de ações preventivas e educativas nessas áreas. Com essas ações desse gênero seria possível evitar em grande parte as decorrências e os agravos relativos a esses problemas em crianças. Por isso o projeto propõe ações em duas frentes complementares, uma preventiva e outra curativa assistencial, essa última infelizmente ainda muito necessária.
A estrutura do projeto atende ao preceito da indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão em sua plenitude. As ações de Extensão previstas no projeto também englobam, e estão integradas, com atividades de Ensino e Pesquisa. As ações de ensino programadas estão ligadas principalmente às estratégias de ensino utilizadas como base para diversas ações previstas ao longo do projeto, e as atividades voltadas para ampliação dos conhecimentos acadêmicos de base dos alunos envolvidos, assim como a realização de seminários e simpósio. Durante o exercício de práticas de saúde e no enfrentamento rotineiro dos problemas e desafios das práticas clínicas assistivas e preventivas propostas os alunos encontram a possibilidade de ampliar sua sensibilidade social e seus preceitos éticos. Além disso, as ações de educação sanitária estão voltadas para o publico alvo primário e secundário, em um modelo em que a educação para a Saúde é tratada como tema transversal, permeando todas as dos fatores mais significativos para a promoção da saúde oral, sem contudo, deixar de abordar práticas relativas à saúde em geral, levando em conta demandas levantadas na própria comunidade. Do mesmo modo, tanto nas ações preventivas na unidade acadêmica, hospitais e Unidades Básicas de Saúde (UBS), como aquelas voltadas para a prática de ações clínicas rotineiras e cuidado às crianças individualmente, são gerados registros, avaliações e inciativas que servem como substrato para a geração de produtos acadêmicos e publicações acadêmicas.

Metodologia

O projeto será desenvolvido com base em dois eixos principais de ações intitulados:
A- “Saúde e Alegria na Sala de Espera”
B- “Crescendo com um Sorriso”

A- As ações desenvolvidas em “Saúde e Alegria na Sala de Espera”, serão adaptadas ao seu público alvo, e realizadas em ambientes de espera para o atendimento clínico na Faculdade de Odontologia, Hospitais, e na rede de saúde pública no município de Pelotas, assim serão atividades de caráter lúdico, de acolhimento e para redução do estresse em crianças antes dos procedimentos clínicos em saúde. O planejamento e a execução dessas etapas será realizado com a orientação dos docentes em parceria com os bolsistas, TAE e alunos de pós-graduação, envolvendo os alunos de graduação voluntários e o público alvo.


B- As ações desenvolvidas no eixo “Crescendo com um Sorriso”, serão de caráter clínico integral multidisciplinar ambulatorial no âmbito da Ortodontia, com rotinas de exame, diagnóstico, orientação, tratamento e acompanhamento individual, em caráter semanal, para a viabilização de assistência ortodôntica à crianças com agravos e sequelas originadas, ou associados, à desordens funcionais crônicas já instaladas. O planejamento e a execução dessas etapas será realizado com a orientação dos docentes em parceria com os bolsistas, TAE e alunos de pós-graduação, envolvendo os alunos de graduação voluntários.

Cada aluno bolsista, ou voluntário, será designado para fazer parte das equipes relacionadas a cada frente orientada de acordo com os objetivos propostos no projeto. As designações se darão conforme a demanda, seu interesse e estágio de formação acadêmica, priorizando suas afinidades e preferências pessoais em relação ao tipo de atividade, podendo cada aluno participar de mais de uma equipe, novamente segundo sua motivação e disponibilidade.
As equipes serão compostas segundo a natureza das tarefas relativas aos pressupostos descritos nos objetivos, a serem executadas de acordo com as atividades listadas a seguir:

1- Concepção dos materiais
Os materiais temáticos serão concebidos com a participação de crianças, e de acordo com uma seleção e concepção prévia, para que correspondem às necessidades preventivas dos temas foco da promoção de saúde do projeto.

2- Construção dos materiais temáticos
Os materiais temáticos serão construídos de acordo com uma seleção e concepção prévia, para que correspondem às necessidades preventivas dos temas foco da promoção de saúde do projeto. Serão elaborados com materiais escolares disponíveis e bazares e em livrarias, além de espuma e papelão reciclados. O temas serão elaborados pela livre criatividade das equipes envolvidas e orientados no sentido de tentar sensibilizar e atingir o máximo possível o universo de percepção e criatividade imaginativa, que caracterizam as diversas faixas etárias a que pertencem as crianças atingidas pelas ações de promoções de saúde infantil.

3-Ações Continuadas de Promoção de Saúde
As ações terão início com reuniões das equipes para o planejamento e o treinamento das atividades a serem realizadas, de modo a garantir nivelamento dos alunos envolvidos e um processo de execução prática homogênea.
O calendário será planejado de acordo com as rotinas de atendimento clínico e faixa etária do público.

4-Ações Continuadas de Atendimento Clínico Ambulatorial
As ações terão início com reuniões das equipes para apresentação das normas de funcionamento da clínica infantil, documentação, registro, planejamento e formas de consolidação tratamentos clínicos e inserção de propostas de inovação.
O calendário das rotinas intra e extra muros será planejado de acordo com as disponibilidades dos discentes e docentes envolvidos e de acordo com as rotinas de atendimento na clínica infantil da FO da UFPel.

As avaliações da ações se darão pelas atas de registro, fichas de acompanhamento individual dos alunos, fichas de avaliação de produtividade relativa a clínica do projeto, bem como, fichas de registro da participação das crianças e seus acompanhantes nas atividades preventivas, assim como em questionários de sondagem a respeito da percepção previa e conhecimento do público alvo sobre os temas a serem abordados e do atendimento recebido. Do mesmo modo, após as ações realizadas, serão novamente realizados questionários finais para avaliação do andamento e do cumprimento de metas do Projeto.
O processo de avaliação dos discentes será realizado primeiramente por equipe, sendo 50% da nota originada em um processo de auto avaliação e relatório das mesmas, em seguida, os 50% restantes resultarão da aplicação dos seguintes critérios: interesse, assiduidade, motivação, iniciativa e capacidade de trabalhar em equipe, sendo que essa atribuição ocorrerá sob a responsabilidade dos docentes participantes. O resultado da média entre a nota da equipe e a nota individual por discente constituirá a nota final de cada aluno partícipe.


Indicadores, Metas e Resultados

1. A meta em resultados pretendida é a realização de cerca de 200 atendimentos clínicos.

2. Construção criativa de recursos lúdicos com materiais reciclados destinados ao uso nas ações do projeto.

3. Construção de um palco para teatro de fantoches para realização de espetáculos abordando o tema saúde infantil com materiais recilclados.

4. Desenvolvimento efetivo de no mínimo 02 acões diretas para promoção de saúde com as crianças e familiares na sala de espera infantil, referete a cada um dos projetos Crescendo com um Sorriso, Netrad, referentes às dicisciplinas Clínica Intantil I e II e do Estágio em Clínica Infantil, na FO-UFPel.

5. Desenvolvimento da "FanPage" em rede social para dar visibilidade e publicidade quanto às ações desenvolvidas no projeto.

6. 02 Publicações e 02 participação em eventos no ano de 2017.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANA CAROLINA GLUSZEVICZ
ANELISE AZEVEDO HELLWIG
CATIARA TERRA DA COSTA11
CESAR DALMOLIN BERGOLI8
DOUVER MICHELON15
ELAINE DE FATIMA ZANCHIN BALDISSERA2
FERNANDA GONÇALVES DA SILVA
FERNANDA SRYNCZYK DA SILVA
GIOVANNA RODRIGUES ROGINA DIAS
ISADORA VILAS BOAS CEPEDA
JÚLIA FREIRE DANIGNO
JÚLIA ZUCUNI GUASSO
LETICIA CARNEIRO
LIGIA EDUARDA KOLLING LERMEN
LUIZA SOKOLOVSKY NAPOLEÃO
LUIZA SOKOLOVSKY NAPOLEÃO
MARCOS ANTONIO PACCE16
MARIA LUIZA MARINS MENDES
MARILIA LEAO GOETTEMS6
MATEUS COSTA SILVEIRA
NATÁLIA DUMMER ZACHER REINKE
PEDRO MANOEL DO AMARAL BOANOVA
RENATA ULIANA POSSER
STÉFANY RODRIGUES DOS SANTOS
VALESCA DORO DIAS

Página gerada em 10/04/2021 15:19:34 (consulta levou 0.102069s)