Nome do Projeto
Assessoria de Identidade e qualidade na produção de Doces tradicionais de Pelotas
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
04/11/2022 - 04/11/2026
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias
Eixo Temático (Principal - Afim)
Tecnologia e Produção / Saúde
Linha de Extensão
Segurança alimentar e nutricional
Resumo
Resumo A cidade de Pelotas é reconhecida por sua tradição na produção de doces de confeitaria e de frutas. Esses doces são produzidos de forma artesanal, preparados um a um ou em pequenas bateladas, portanto podendo ocorrer pequenas variações entre eles. Algumas doceiras da cidade são cadastradas na Associação Doce Pelotas e outras trabalham de forma independente. As doceiras associadas podem utilizar o selo de Indicação de Procedência (IP) cadastrado no Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPI), desde que sigam um regulamento técnico já definido, a fim de assegurar quesitos de tradição, localidade e qualidade. Os quesitos de qualidade aplicam-se aos ingredientes, ao processo produtivo, ao produto final e às condições de comercialização. A avaliação da qualidade engloba quesitos sensoriais, físico-químicos, higiênico e sanitário. Este projeto tem objetivo de realizar ações para fomentar a qualidade dos doces tradicionais de Pelotas. Para isso serão planejadas ações de diagnóstico e intervenção para melhoria dos quesitos de qualidade dos doces. Serão desenvolvidas ações de avaliação da qualidade de produtos, avaliação das condições higiênico-sanitária de produção e comercialização dos doces, apoio técnico ao Conselho Regulador da Associação Doce Pelotas, atuação no controle de qualidade dos doces da Feira Nacional do Doce, prover treinamentos de padronização e de higiene para as doceiras. Como resultados, espera-se a promoção de práticas extensionistas à discentes da UFPel, parcerias intra e interinstitucionais, parcerias a Prefeitura de Pelotas, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas e em especial, promoção e valorização dos doces tradicionais de Pelotas.

Objetivo Geral

Objetivo geral
Este projeto tem objetivo de realizar ações para fomentar a qualidade dos doces tradicionais de Pelotas.

Justificativa

Justificativa
A produção de doces tradicionais é um patrimônio histórico de Pelotas e representa grande importância econômica e cultural para a cidade. O cumprimento dos atributos de qualidade constitui a identidade dos doces tradicionais. Inserida neste contexto, a segurança higiênico-sanitária dos doces representa cuidado com saúde dos consumidores. O projeto justifica-se pela proposição de ações de assessoria direta às doceiras buscando consolidar a tradição, identidade e qualidade dos doces tradicionais de Pelotas por meio de ações de cunho técnico-científico. A realização de ações em com doceiras e associação de classe pode proporcionar melhorias, valorização e qualificação do setor.

Metodologia

Metodologia
Serão realizadas ações extensionistas com produtores de doces tradicionais estabelecidos na área geográfica de Pelotas e micro-região, que inclui os municípios de Capão do Leão, São Lourenço, Morro Redondo, Turuçu e Arroio do Padre. As ações previstas:
- Avaliação de adequação às Boas Práticas dos ambientes utilizados na produção de doces tradicionais de Pelotas;
- Realização de análises microbiológicas de alimentos e ambientes;
- Verificação de qualidade de ingredientes e fornecedores;
- Verificação do sistema de controle de produção de doces tradicionais de Pelotas: tipicidade e rastreabilidade;
-Suporte técnico ao conselho Regulador da Associação Doce Pelotas;
-Promoção de treinamentos e capacitação sobre Boas Práticas e Higiene de Alimentos aos produtores de doces tradicionais de Pelotas;
- Elaboração de material técnico-didático como folders, cartazes e manuais de boas práticas a serem utilizados tanto nos cursos de capacitação como futuros materiais de consulta para produtores de doces e consumidores.
- Apoio técnico à Prefeitura Municipal de Pelotas e a Câmara de Diligentes Logistas para ações de controle de qualidade dos doces tradicionais de Pelotas expostos na Feira Nacional do Doce.

Indicadores, Metas e Resultados

Indicadores: como indicadores serão consideradas as notificações realizadas pelo Conselho Regulador da Associação Doce Pelotas; número de produtores atendidos pelo projeto; número de ações extensionistas realizadas; número de material técnico-didático produzido.

Metas:
- Atender a todos os produtores cadastrados na Associação Doce Pelotas;
- Desenvolver ações de melhoria da qualidade sanitária e tipicidade dos doces tradicionais de Pelotas;
- Promover a conscientização dos produtores de doces quanto a importância de cumprir os padrões de identidade e qualidade na produção de Doces tradicionais de Pelotas;
- Elaborar material didático para os produtores e consumidores de doces tradicionais de Pelotas;
- Apresentação de pelo menos dois trabalhos na Semana Integrada de Inovação, ensino, Pesquisa e Extensão da UFPel.

Resultados:
Atingir as metas estabelecidas.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
CLARISSA DE PAULO SANTOS
GABRIELA ALTMAYER BLANCO
ISABEL ALVES ZANLUCKI
ISABELY MILFORD ULGUIM FURTADO
JOZI FAGUNDES DE MELLO4
JULIA CASTILHOS GOUVEA
KELLY LAMEIRO RODRIGUES2
MAICON DA SILVA LACERDA
MANUELA GUIMARAES AMATO
MARCIA AROCHA GULARTE4
NATHALIA BRIAO SOARES
SHARA PEREIRA SODRE
VICTORIA MELLO GOULARTE
VITORIA LUDTKE WIEGAND

Página gerada em 26/02/2024 05:05:01 (consulta levou 0.139251s)