Nome do Servidor
MARIO CARLOS ARAUJO MEIRELES
Matrícula SIAPE
420336
Data de ingresso no serviço público
01/07/1979
Data de ingresso na UFPel
01/07/1979
Data de ingresso no cargo
02/05/2006
Data de inatividade
31/05/2017
Cargo
Professor do Magistério Superior
Classe / Nível
8 / 801
Titulação
Doutorado
Lotação
Regime / Jornada de Trabalho
Estatutário / Dedicação Exclusiva
Situação
Aposentado

Resumo

Graduado em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel 1977), mestrado e doutorado em Microbiologia e Imunologia pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP 1981/1993), Professor Titular (Classe E) da UFPel, em aposentadoria voluntária (Portaria N 1.028 - Gabinete do Reitor - De 23 de Maio de 2017/ DOU - Seção 2, N 103 de 31 de maio de 2017). Atualmente, Prestador de Servico Acadêmico Voluntário, orientador no Programa de Pós-Graduação em Veterinária da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) . Tem experiência na área de Medicina Veterinária, com ênfase em Medicina Veterinária Preventiva, especialmente voltada ao diagnóstico, patologia, epidemiologia, tratamento e controle das Doenças Infeccisas e atuando principalmente na área de Micologia (Micoses de interesse em Veterinária e Saúde Pública e também no segmento das Micotoxinas e Micotoxicoses). Nos temas : Sporothrix schenckii, Malassezia pachydermatis, Candida spp., esporotricose, malasseziose e candidíases em cães e gatos são conduzidos estudos e investigações científicas da casuística, biologia molecular e sensibilidade aos aloterápicos e fitoterápicos, faz parte, também, dessa linha de trabalho o gênero Aspergillus e a aspergilose em animais silvestres e aves (Pinguins). Fatores de patogenicidade (melanina) e componentes da resposta imune da esporotricose em cães e gatos são investigados através de projetos desenvolvidos pelo Grupo de Pesquisa em Micologia. As dermatofitoses e os dermatófitos em animais de companhia, equinos e bovinos são monitorados pelo grupo, quanto a epidemiologia, clínica e patologia. Epidemiologia e diagnóstico da Erliquiose de importância animal está entre as bacterioses de interesse do grupo de pesquisa e estudos vem sendo desenvolvidos, principalmente, quanto aos aspectos Clínico-Epidemiológico da Ehrliquiose (N. risticii) Monocítica Equina. A prospecção e avaliação de antimicrobianos naturais são áreas em desenvolvimento que pesquisam extratos vegetais que apresentem ação antimicrobiana e ou antifúngica para uso como extrato bruto ou na detecção de novos princípios ativos, inclusive na forma de aditivos alimentares.

Formação acadêmica

Doutorado em Microbiologia e Imunologia (Universidade Federal de São Paulo, 1993)
Mestrado em Microbiologia e Imunologia (Universidade Federal de São Paulo, 1981)
Especialização em Farm Service Clinic (University Of Guleph, 1984)
Especialização em Microbiologia e Imunologia (Universidade Federal de São Paulo, 1979)
Graduação em Medicina Veterinária (Universidade Federal de Pelotas, 1977)

Áreas de atuação

Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Medicina Veterinária Preventiva - Doenças Infecciosas de Animais
Medicina Veterinária Preventiva - Micologia Aplicada
Biologia e Fisiologia dos Microorganismos - Micologia
Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Medicina Veterinária - Patologia Animal

Informações extraídas do Lattes

Disciplinas ministradas nos três últimos semestres

Ano Turma Disciplina CH * Curso
2023/252ORIENTAÇÃO DE DISSERTAÇÃO OU TESE0+17Veterinária (Mestrado acadêmico)
Veterinária (Doutorado)

* CH - na Graduação e Pós-Graduação indica a carga horária no período.

Página gerada em 22/04/2024 21:59:52 (consulta levou 1.174061s)