Nome do Projeto
Substituição do farelo de soja pelo farelo de canola em dietas de frangos de corte
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
25/06/2013 - 31/07/2015
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Resumo
Ao longo dos anos, a canola tem ocupado lugar de destaque na produção de grãos no Brasil. Na safra 2010/2011 foram produzidos 70 mil toneladas do grão, o que representa um aumento de 65% em relação à safra anterior, sendo reflexo da consolidação da indústria do biodiesel no país, que tende a continuar crescendo (CONAB, 2012). Em decorrência disso, o farelo de canola tende a aumentar a sua oferta no mercado. Dessa forma, há uma necessidade de se obter mais informações sobre a utilização deste subproduto na nutrição animal, sendo que há poucos estudos realizados nos país, já que a canola é de origem canadense e a grande parte das pesquisas é realizada no Canadá com suas respectivas cultivares. Tomando como base a tendência do aumento da oferta do farelo de canola no mercado, sua utilização correta na avicultura poderá alavancar pequenos e médios produtores, garantindo um menor custo com a alimentação, sem acarretar em prejuízos ao desempenho e à saúde dos animais, proporcionando uma carne de frango mais saudável para o consumo humano.

Objetivo Geral

Objetivo Geral:
Avaliar o efeito da substituição da proteína do farelo de soja pela proteína do farelo de canola na dieta de frangos de corte, sobre o desempenho produtivo, rendimento de cortes, alometria de órgãos, composição bromatológica (química) da carne, análise instrumental e análise sensorial da carne, determinação do perfil de ácidos graxos da carne, análise histológica do intestino delgado e da glândula tireoide e resistência dos ossos à quebra.

Objetivos Específicos:
• Avaliar o efeito dos níveis de inclusão do farelo de canola no consumo, ganho de peso e conversão alimentar nas diferentes fases de produção (de 7 a 14 dias, 14 a 21 dias, 21 a 28 dias, 28 a 35 dias e de 35 a 42 dias).
• Estudar o crescimento e o desenvolvimento corporal através de coeficientes alométricos e estudar a alometria dos órgãos.
• Realizar a avaliação centesimal da carne (peito e perna) nas diferentes fases de crescimento.
• Avaliar as características de carcaça de frangos de corte.
• Analisar as propriedades sensoriais da carne (textura, cor, sabor e aroma).
• Verificar as propriedades instrumentais (pH, força de cisalhamento, cor, capacidade de retenção de água e perda por cocção) e bromatológicas da carne (proteína, gordura, cinzas) dos frangos.
• Avaliar o perfil de ácidos graxos da carne.
• Avaliar economicamente a substituição do farelo de soja pelo farelo de canola, nas diferentes fases de crescimento.
• Verificar a deposição mineral nos ossos.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
AIANE APARECIDA DA SILVA CATALAN230/06/201321/06/2015
BEATRIZ SIMOES VALENTE230/06/201321/06/2015
BRUNA CRISTINA KUHN GOMES230/06/201321/06/2015
BRUNA DUARTE BUENO230/06/201321/06/2015
BRUNO ARTUR ROCKENBACH1201/08/201431/07/2015
CARINE DAHL CORCINI229/06/201321/06/2015
CLAUDIO MARTIN PEREIRA DE PEREIRA129/06/201315/05/2015
CRISTIÉLE LANGE CONTREIRA230/06/201321/06/2015
EDENILSE GOPINGER230/06/201321/06/2015
FERNANDO RUTZ229/06/201321/06/2015
FRANCISCO AUGUSTO BURKERT DEL PINO230/06/201321/06/2015
GÉSSICA FARINA230/06/201321/06/2015
JAQUELINE SCHNEIDER LEMES230/06/201321/06/2015
JOSE COAN CAMPOS JUNIOR230/06/201321/06/2015
JOSIANE DE OLIVEIRA FEIJÓ230/06/201321/06/2015
LILIANE NOVELINI230/06/201321/06/2015
MOACIR CARDOSO ELIAS229/06/201321/06/2015
PRISCILA DE OLIVEIRA MORAES230/06/201321/06/2015
SUELEN NUNES DA SILVA230/06/201321/06/2015
TAMIRIS BARBOSA BECK230/06/201321/06/2015
TIAGO ARAUJO RODRIGUES230/06/201321/06/2015
VICTOR FERNANDO BUTTOW ROLL229/06/201321/06/2015

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPESR$ 5.000,00

Página gerada em 19/10/2019 17:12:37 (consulta levou 0.110041s)