Nome do Projeto
Efeitos da suplementação com β-hidroxi β-metilbutirato sobre Proteólise e Hipertrofia muscular no treino e destreino, em camundongos C57BL/6
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/05/2014 - 28/11/2014
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Biológicas - Bioquímica - Metabolismo e Bioenergética
Resumo
Uma meta-análise sobre os efeitos de suplementos dietéticos avaliou mais de 200 suplementos utilizados nas academias, que prometiam aumento da massa magra e ganhos de força durante o treino muscular. Entre os suplementos avaliados, somente seis tiveram mais de dois estudos que preencheram os critérios de inclusão da meta-análise. Destes seis suplementos avaliados somente a Creatina e o B-hidroxi-B-metilbutirato (HMB) demonstraram os efeitos esperados pelo estudo [3,4]. O B-hidroxi-B-metilbutirato (HMB), é um metabólito bioativo derivado do aminoácido Leucina, que pode ser empregado no tratamento de doenças que cursam com proteólise, como por exemplo, poliomielite, para aumentar a massa muscular ou a força do músculo durante o exercício [5]. Em conjunto com o alfa cetoisocaproato, outro metabolito da leucina, podem inibir o catabolismo proteico por meio de estabilização da membrana da célula muscular [6,7]. O HMB também contribui para a síntese proteica, possivelmente através da regulação do fator do crescimento, semelhante à insulina 1 (IGF-1) e da via mTOR de sinalização no músculo esquelético [3,6,7]. Toda via somente duas das bibliografias citadas [6,7], comentam a combinação do uso de HMB e alfacetoisocaproato como suplemento para musculação. As outras bibliografias citam os benefícios somente para o HMB. Porém vários estudos utilizam marcadores de catabolismo pouco precisos para verificar a eficácia do HMB sobre as células musculares, como o 3-MH e a Creatina Quinase – CK, estes são indicadores da degradação de actina e miosina no músculo esquelético. Só que as concentrações de 3-MH também podem aumentar em resposta ao catabolismo do músculo liso e a CK não reflete apenas a extensão do dano estrutural da célula muscular [3]. Então será utilizado como marcador para avaliar os efeitos do HMB, o FoxO-1, que é um fator de regulação do metabolismo muscular, sendo que, é expresso no próprio tecido muscular esquelético, e em outros tecidos que respondem a insulina [8].

Objetivo Geral

Objetivo Geral

O objetivo geral deste trabalho é verificar se a suplementação com HMB em camundongos submetidos ao exercício físico resistido, trará benefícios durante o treino e durante o destreino com relação a alterações de massa muscular e desempenho.

Objetivos Específicos

Verificar alterações na composição corpórea e na massa muscular dos animais durante o treino com exercícios resistidos e também no destreino;
Verificar alterações de desempenho entre animais relacionados à suplementação;
Analisar se os efeitos possíveis são decorrentes de alteração de expressão gênica do fator regulatório do metabolismo muscular, o FOXO1, e de seus alvos no músculo esquelético.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
AUGUSTO SCHNEIDER401/05/201428/11/2014
BÁRBARA GONÇALVES DE FREITAS401/05/201428/11/2014
ELIZABETE HELBIG101/05/201428/11/2014
MARCIA RUBIA DUARTE BUCHWEITZ101/05/201428/11/2014

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
Recursos própriosR$ 1.000,00

Página gerada em 20/11/2019 05:07:17 (consulta levou 0.072645s)