Nome do Projeto
Caracterização físico-química e qualidade microbiológica de queijos coloniais produzidos artesanalmente comercializados na região Sul do Rio Grande do Sul
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
15/03/2016 - 31/12/2017
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Resumo
Estima-se que cerca de 30% do leite produzido no Brasil não passa por nenhum tipo de inspeção e a maior parte dele é comercializado na forma de queijo, fabricado dentro das propriedades rurais e comercializado informalmente em feiras livres, isto é preocupante já que uma série de micro-organismos patogênicos pode ser veiculado por este tipo de alimento, podendo causar danos a saúde de quem o consome. Considerando a escassez de conhecimento sobre as características físico-químicas do queijo colonial artesanal produzido no Sul do Rio Grande do Sul, a ausência de regulamento técnico deste produto, além do risco oferecido à saúde do consumidor quando consumido sem prévia inspeção de órgãos de saúde, esta pesquisa faz-se necessária. Tendo por objetivo caracterizar físico-química e microbiológicamente amostras de queijo colonial produzidas artesanalmente e comercializadas na região Sul do Rio Grande do Sul. Serão realizadas as seguintes análises: Determinação do teor de umidade, gordura, proteína, sólidos totais, sólidos totais desengordurados, carboidratos, minerais e cloretos, bem como pH, acidez titulável e atividade de água; Análises microbiológicas exigidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Salmonella, Staphylococcus coagulase positiva, Coliformes Termotolerantes e Listeria monocytogenes); Pesquisa de Aeromonas hidrophyla, Aeromonas caviae e Aeromonas sobria, além de Yersinia enterocolitica, Campylobacter coli e Campylobacter jejuni, Escherichia coli e Staphylococcus aureus. Realizar ainda, a caracterização molecular e de resistência antimicrobiana dos isolados de Staphylococcus aureus, Salmonella sp., Listeria monocytogenes, Escherichia coli, Aeromonas hidrophyla, Aeromonas caviae e Aeromonas sobria e Yersinia enterocolitica.

Objetivo Geral

Geral:
Caracterizar físico-química e microbiológicamente amostras de queijo colonial produzidas artesanalmente e comercializadas na região Sul do Rio Grande do Sul.
Específicos:
Determinar o teor de umidade, gordura, proteína, sólidos totais, sólidos totais desengordurados, carboidratos, minerais e cloretos, bem como pH, acidez titulável e atividade de água em amostras de queijo colonial produzido artesanalmente na região Sul do Rio Grande do Sul;
Submeter as amostras de queijo colonial às análises microbiológicas exigidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária;
Pesquisar a presença de Aeromonas hidrophyla, Aeromonas caviae e Aeromonas sobria, além de Yersinia enterocolitica, Campylobacter coli e Campylobacter jejuni, Escherichia coli e Staphylococcus aureus;
Fazer a caracterização de resistência antimicrobiana dos isolados de Staphylococcus aureus, Salmonella sp., Listeria monocytogenes, Escherichia coli, Aeromonas hidrophyla, Aeromonas caviae e Aeromonas sobria e Yersinia enterocolitica.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALANA BORGES TAVARES415/03/201631/12/2017
CLAUDIO DIAS TIMM115/03/201631/12/2017
HELENICE GONZALEZ DE LIMA115/03/201631/12/2017
JULIANA CAROLINA SIEBEL115/03/201631/12/2017
LISIANE CRUZ DA SILVA115/03/201631/12/2017

Página gerada em 08/12/2019 19:20:06 (consulta levou 0.070002s)